Cinturão verde e sua importante contribuição para a agricultura

Inicio » Agricultura » Cinturão verde e sua importante contribuição para a agricultura
19/02/2019 Por
Cinturão verde e sua importante contribuição para a agricultura

Como o cinturão verde tem participado positivamente da agricultura

Considerado um grande contribuidor da economia local, o cinturão verde tem auxiliado na preservação das áreas verdes em torno das grandes cidades.

Além disso, o papel do cinturão verde nas atividades da agricultura tem resultado melhor qualidade e produtividade dos alimentos produzidos e comercializados.

Cinturão verde: áreas verdes ao redor das grandes cidades

O que é cinturão verde?

Cinturão verde consiste em um espaço de terra com área verde e espaço aberto. Ele pode ser composto tanto por reservas ambientais, quanto por parques, jardins, pomares e chácaras localizados em volta das grandes áreas urbanas.

Contribuições do cinturão verde

A importância do cinturão verde é, então, preservar a qualidade de vida da população urbana e das metrópoles, principalmente. No entanto, por serem áreas com grande risco de desmatamento devido às construções civis, são muitas as vantagens do cinturão:

  • Melhora e recupera a qualidade do ar nas grandes cidades;
  • Comporta os mananciais das cidades;
  • Permite a construção de áreas de lazer, como parques, e áreas voltadas para a educação ambiental;
  • Incentiva as atividades com viés sustentável;
  • Possibilita espaços de terras voltados para as produções agrícolas, usados na fruticultura e horticultura, por exemplo. Assim, eles permitem abastecer o mercado consumidor das áreas em torno. O ponto principal desta possibilidade é o fato destas áreas propiciarem produtos mais baratos, frescos e menor poluição do ar, já que não precisam ser transportados para longe;
  • Possibilita o uso social e científico, voltado para estudos;
  • Faz parte da reserva do patrimônio cultural brasileiro;
  • Melhora o clima da região, diminuindo o aumento da temperatura;
  • Melhora e preserva o ecossistema destas áreas.

Dessa forma, há alguns cinturões espalhados pelo Brasil, sendo os principais:

  • Cinturão verde de São Paulo;
  • Cinturão verde de Cianorte;
  • Cinturão verde de Campinas;
  • Cinturão verde de Mogi das Cruz;
  • Cinturão verde de Porto Alegre;
  • Cinturão verde de Belo Horizonte;
  • Cinturão verde de Curitiba.

Em contrapartida, há algumas desvantagens classificadas como ameaças e agravos. Isso se deve, principalmente, ao forte crescimento das áreas urbanas e das populações ao redor deles. Os principais agravos são:

  • Formação de estoques de imóveis – a chamada especulação imobiliária;
  • Novas obras com alta infraestrutura;
  • Conjunto de leis descumpridas e inapropriadas;
  • Precarização das regulamentações fundiárias;
  • Remoção ilegal de recursos florestais;
  • Grande quantidade de produção de lixo urbano;
  • Extração de minerais;
  • Alta poluição do ar;
  • Indústrias não centralizadas.

Cinturão verde na agricultura

Cinturão verde: plantação de vagem

Sua influência na agricultura está concentrada especialmente nas pequenas áreas, como nas utilizadas para a agricultura de subsistência e para a familiar. A importância para a agricultura consiste no auxílio para a geração de renda das propriedades, além disso, o custo baixo de produção e o crescimento da procura por plantações de hortaliças tem resultado em grandes oportunidades de investimentos aos agricultores.

Os plantações mais comuns dentro deste segmento na agricultura são, basicamente:

  • Cebolinha;
  • Rúcula;
  • Coentro;
  • Salsinha / salsa;
  • Agrião;
  • Rabanete;
  • Quiabo;
  • Vagem;
  • Berinjela.

Assim, por serem produtos com pouca durabilidade e com frágeis condições após a colheita, estes alimentos devem ser rapidamente vendidos. Dessa forma, o segmento auxilia por localizar-se próximo à grandes cidades, diminuindo o tempo de percurso até o local da comercialização, seja em feiras, mercados, quitandas ou sacolões.

Portanto, há tecnologias inovadoras associadas ao cinturão verde. Elas visam garantir a melhor qualidade das produções, resistência a pragas e doenças, durabilidade, rendimento e boas condições físicas, contribuindo com o gosto e com as escolhas dos consumidores.

Agro20 | Portal Vida No Campo