Clima equatorial é predominante ao longo da linha do equador

Inicio » Meio Ambiente » Clima equatorial é predominante ao longo da linha do equador
02/01/2021 Por
Clima equatorial é predominante ao longo da linha do equador

O clima equatorial certamente é marcado por características bem específicas. Altas temperaturas e chuvas o ano todo, por exemplo. O nome já dá uma ideia: fica próximo ao Paralelo do Equador.

As qualidades do clima equatorial fornecem as condições para o desenvolvimento da Floresta Equatorial. Sem dúvida, uma das florestas mais exuberantes e ricas do globo. Nas regiões com tal clima, não há um período que passe por estiagem.

O que é clima equatorial?

Clima equatorial é um clima sob o domínio de volumes de ar quentes e úmidos. Esse tipo de clima se encontra próximo ao Paralelo do Equador, como vimos, daí o motivo de seu nome.

O fato de estar próximo à linha do Equador significa que se localiza nas baixas latitudes. O clima equatorial certamente pode ser identificado em vários dos países que se encontram na linha do Equador.

Está presente, por exemplo, na região central da África. Destaque para Nigéria, Serra Leoa, Libéria e República Democrática do Congo.

Está presente também na Ásia em nações como Malásia, Índia, Singapura, Indonésia e outros.

Ainda marca presença na América do Sul e na Oceania. Nesses dois continentes encontra-se em países como, República Dominicana, Porto Rico, Colômbia e Papua Nova-Guiné.

Características do clima equatorial

Sem dúvida, uma das principais características do clima equatorial volta-se para a temperatura.

Os raios solares nas regiões com esse clima interagem com o meio físico de forma perpendicular. Ou seja, entram em contato com a Terra em ângulo reto, verticalizado. Tal interação, consequentemente, provoca elevação da temperatura.

No caso do clima equatorial, é a temperatura alta que se mantém o ano todo. As médias de temperaturas mensais ficam em torno de 27 °C. A temperatura fica alta praticamente o ano todo em razão da baixa amplitude térmica.

Isso significa que a variação da temperatura máxima para mínima é modesta. Portanto, em regiões com esse clima, não há estações de ano definidas.

Na prática, isso quer dizer que não há períodos de temperatura muito elevadas ou baixas, ou seja, não há uma variação acentuada.

Certamente, outra característica marcante do clima equatorial são as chuvas. Ou melhor: a alta incidência de chuvas. Elas ocorrem o ano todo. Ou seja, em todos os meses há ocorrência. E a densidade de água costuma ser elevada.

Por exemplo, há regiões que o volume varia de 100 milímetros a 300 mm mensais. A média anual passa de 2000 mm e pode chegar a até 3000 mm.

Sem dúvida, parece uma boa ocasião para esclarecer uma dúvida comum sobre o tema: a diferença entre clima equatorial e tropical, pois há muita confusão entre os termos.

Como vimos, o clima equatorial apresenta pouca variação de temperatura durante o ano.

O clima tropical também não sofre alterações bruscas de termômetro, sendo quente a maior parte do ano. Contudo, apresenta variações mais notáveis, pois tem estações mais secas e chuvosas do que outras.

No equatorial, há mais homogeneidade. Além disso, outra diferença a se apontar é que o clima equatorial fica próximo à linha do Equador e o tropical fica entre os trópicos de Câncer e Capricórnio.

Tipos de clima equatorial

Depois das principais características, agora vamos abordar os tipos de clima equatorial. Sim, há mais de um tipo. São eles:

  • Clima equatorial úmido;
  • Clima equatorial semiúmido.

Contudo, em quais aspectos se diferenciam?

Começando pelo primeiro, o clima do subtipo úmido tem temperaturas altas o tempo todo. O mesmo quanto ao período de chuvas. A densidade pluviométrica, sem dúvida, é alta e constante. Ocorre em todos os meses do ano.

O clima semiúmido tem semelhanças, contudo, diferenças também. A temperatura é alta durante o ano todo? Sem dúvida. Chove também o ano todo? Certamente. Entretanto, o clima semiúmido é menos chuvoso.

Além disso, conta com duas estações definidas: chuvosa e seca. A chuvosa é de maior duração.

No entanto, como dito, o índice pluviométrico é menor. E isso se deve aos relevos acidentados. Por exemplo, o planalto norte-amazônico.

Onde predomina o clima equatorial?

Sem dúvida, nas latitudes baixas e nas regiões próximas à linha do Equador. Isso significa que o Brasil está incluído nessa “rota” de países sujeitos a esse tipo de clima? Sim.

A riqueza do Brasil não se limita ao solo, às raças, à cultura. O clima também é diverso. O Brasil tem 6 tipos de clima:

  • Tropical;
  • Tropical de Altitude;
  • Subtropical;
  • Temperado;
  • Equatorial;
  • Tropical Semiárido.

Portanto, sim, no Brasil há a presença de clima equatorial. E em qual região do Brasil o clima predomina?

No Brasil, está presente na região Norte do país, principalmente nos estados do Mato Grosso, Roraima, Amapá, Rondônia, Acre, Maranhão e Amazonas.

E, como apontado mais cedo, a temperatura de clima equatorial encontra-se também em diversos outros países espalhados por vários continentes.

Clima equatorial

Qual o bioma do clima equatorial?

Sem dúvida, as condições geradas pelo clima propiciam a formação de regiões ricas em biodiversidade. Tal riqueza é capaz de formar vegetação densa e que impacta pela exuberância.

Certamente, o maior exemplo desse tipo de vegetação é a floresta amazônica, um grande exemplo de floresta equatorial.

A vegetação, além de densa, é úmida, verde e latifoliada. Contudo, por apresentar alta umidade, costuma apresentar solos pobres.

Uma das explicações dessa alta umidade certamente se deve à alta concentração de rios caudalosos. Aliás, região com vegetação derivada de clima equatorial costuma ter uma vasta rede hidrográfica.

Os rios, além de caudalosos, são perenes. Eles são abastecidos frequentemente pelas chuvas que ocorrem o ano inteiro, em todos os meses.

Contudo, a umidade não provoca apenas danos. É responsável, em grande parte, pelo desenvolvimento da vegetação e pela diversidade de flora e fauna. Fauna, por sinal, grande e larga, o que ajuda na maior absorção de raios solares, além de elevar as taxas de fotossíntese.

Um ponto importante a respeito de florestas equatoriais: elas não se encontram apenas no Brasil, nem mesmo apenas na América do Sul. Esse tipo de floresta pode ser encontrada em diversas regiões do mundo, em mais de um continente.

Os continentes que contam com a biodiversidade da vegetação de floresta equatorial são Ásia, África e América do Sul.

A vegetação, sem dúvida, é um dos maiores efeitos do clima equatorial. Não causa surpresa, portanto, que também seja conhecido como clima de floresta tropical.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo