Coelhos são mamíferos criados por sua carne e para domesticação

Inicio » Agronegócio » Coelhos são mamíferos criados por sua carne e para domesticação
07/07/2020 Por
Coelhos são mamíferos criados por sua carne e para domesticação

Os coelhos e os principais cuidados na sua criação

Os coelhos são animais bem conhecidos e queridos por todo o mundo. Esses orelhudos são muito fofos e bem lembrados pelas crianças no momento de escolherem um pet para criação.

No entanto, embora se pareçam muito com animais que queremos criar em casa, os coelhos são criados, também, com a finalidade comercial de abate. Desse modo, a carne de coelho é bastante comercializada. A seguir, você conhecerá alguns detalhes da criação de coelhos e as suas principais raças.

Coelhos

O que são coelhos?

Coelhos são mamíferos encontrados facilmente em vários locais do planeta. Eles são chamados cientificamente de mamíferos lagomorfos (pequenos mamíferos herbívoros) e possuem as orelhas bem longas e a cauda curta.

Como é a criação de coelhos para abate?

A criação de coelhos é uma prática bem difundida em várias regiões do mundo, devido ao fato de ser um animal facilmente encontrado. O investimento inicial para começar uma cunicultura é baixo e gira em torno de R$ 3000,00.

Para se iniciar essa criação não é necessário comprar muitos materiais. O produtor deve ter um galpão aberto com cortinas que regulem a ventilação. Além disso, um corredor cimentado, um piso de terra e gaiolas suspensas ajudam muito no processo de limpeza do ambiente.

A vida reprodutiva de uma coelha começa aos quatro meses e meio. A partir daí, elas são capazes de produzir, em média, 50 filhotes por ano. Isso se deve ao fato de que os coelhos possuem um baixo ciclo de reprodução, com a gestação de apenas 31 dias.

Os filhotes costumam ser desmamados aos 35 dias de vida e já vão para o processo de engorda. Um coelho chega ao ponto de abate, em média, com 90 dias de vida.

Raças de coelhos

Castor Rex

Esse tipo de coelho é muito ativo e precisa de espaço para liberar a sua energia. Ele pode ser encontrado nas cores marrom, preto, branco e vermelho. Além disso, pode ou não ter manchas espalhadas pela sua pelagem.

Esses orelhudos são simpáticos e sociáveis e podem ser encontrados no tamanho standard (que pesa em média 5 kg) e no tamanho mini (que pesa de 1 a 2 kg).

Belier

Essa raça é caracterizada por suas longas orelhas caídas. A maioria das raças de coelhos possui orelhas compridas e em pé. Já o belier tem as orelhas caídas, que o deixam com um olhar terno.

De fato, ele é um animal dócil e tranquilo para criação. Dessa raça se originam outras variações tais como o belier leão e o belier lop caxemira.

Coelhos

Toy ou anão

O coelho anão está entre os tipos de mini coelhos existentes. Esse pequenino não pesa mais do que um quilo e meio. Ele pode ter pelagem nas cores branco, preto, cinza ou marrom e possui os olhos escuros, com delineado preto.

Outra característica peculiar desse anãozinho são as suas orelhas mais curtas e arredondadas.

Tan

Essa raça inteligente e curiosa é resultado da cruza entre coelhos silvestres e coelhos holandeses. Sua aparência lembra muito a de um cachorro rottweiler e o seu peso médio chega a dois quilos e meio.

Coelhos de estimação

Muito embora a maior parte dos coelhos seja criada para abate, existe um nicho de mercado interessado em comprar coelhos para cria-los como animais domésticos.

A raça mais comprada dentre os coelhos de estimação é o coelho-europeu. Essa raça vive em média 9 anos e precisa de carinho e cuidados, bem como outros animais de estimação. Esses pequenos animais são silenciosos e podem ser criados em apartamentos.

Muito embora você não precise ter gastos com vacinação, o coelho precisa ser levado ao veterinário, em média, a cada 6 meses. Além do mais, você não pode se esquecer de fazer a vermifugação e a castração do animal.

Os coelhos são muito bons para serem criados como pets, pois se tornam verdadeiros companheiros dos donos. Coelhos domésticos se apegam facilmente e amam ficar no colo. Esses bichinhos tão fofos e orelhudos são capazes de aprender os nomes e responderem ao seu chamado, assim como um cachorro de estimação.

Como cuidar de um coelho?

Se você decidiu criar coelhos, precisará ter muita atenção e aprender corretamente como cuidar de um coelho. Eles precisam ter uma alimentação fresquinha e balanceada. Você poderá oferecer ração especial para coelhos e um pouco de feno, alfafa e legumes.

O local onde eles passam a maior parte do tempo precisa ser sempre limpo e higienizado. Não se esqueça de higienizar, também, os bebedouros e comedouros. Coelhos também tomam banho e podem ser higienizados com um shampoo neutro.

Por serem muito ativos, esses animais precisam de um período destinado à prática de atividades físicas. Será nesse momento que o coelho ficará livre para caminhar pela casa ou pelo espaço em que ele é criado, fora de sua gaiola ou cercado.

Coelhos

Curiosidades e cuidados importantes

Uma curiosidade interessante e que deve ser lembrada no momento da criação dos coelhos é que eles comem as próprias fezes. Muitos tutores ficam com nojo quando descobrem e acabam até se desfazendo do animal. No entanto, esse hábito tem uma boa explicação.

Como o intestino desses herbívoros possui uma flora de microrganismos que sai junto das suas fezes, eles as comem de volta para que possam repor os aminoácidos e a vitamina B12.

Um cuidado importante que você deve ter ao criar um coelho é que eles são animais muito sensíveis aos sons e excessos de barulho. Portanto, tenha cuidado para que o animal não sofra com sustos. Esses bichos costumam ser tão sensíveis que são capazes até de morrer de susto.

A personalidade do animal vai variar de acordo com a raça

Além de todos esses aspectos, tenha em mente que coelhos são animais muito brincalhões, carinhosos e adaptáveis a rotinas. Como vimos anteriormente, a personalidade de cada um irá variar de acordo com a raça.

Alguns coelhos podem ser mais agitados, outros mais tranquilos. Enquanto uns podem ser tímidos, outros já são bem extrovertidos. Portanto, estude bem a raça que deseja no momento de decidir começar a sua criação.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo