Como fazer café: aprenda diferentes e saborosas maneiras

Inicio » Agronegócio » Como fazer café: aprenda diferentes e saborosas maneiras
20/08/2020 Por
Como fazer café: aprenda diferentes e saborosas maneiras

Uma verdadeira tradição à mesa do brasileiro, o café é tido como um dos grandes prazeres do dia a dia do brasileiro. O costume de ingerir a bebida em todas as manhãs nunca sai da rotina, independente da maneira como ele é feito. Hoje, existe uma série de opções, incluindo as chamadas “gourmet” até o mais simples, passado na hora. A verdade é que há inúmeras formas de como fazer café.

Mas em um tempo em que há uma série de máquinas automáticas, saber como fazer café ainda é muito valorizado. Principalmente pelo sabor, que é totalmente diferente de acordo com a maneira que você prepara a bebida. Sempre haverá espaço para os modos mais tradicionais, que foram disseminados por diferentes regiões do planeta.

Como fazer café

O que é café?

Café é um grão extraído de uma cultura perene, que é explorada por longos períodos (podendo chegar a até 25 anos). O café torrado é o que gera a bebida saboreada há mais de mil anos.

Mas, antes de torrar, são selecionados os melhores grãos para calibragem e triagem. A umidade interna do item pode chegar a até 3% durante todo o processo, que é realizado por meio de elevação da temperatura.

O termo café nasceu do termo Kahoua, que também é aplicado com a variante Qahwa. Os termos significam “excitação”, fazendo referência ao efeito gerado pela bebida no corpo.

Além do café torrado, é fundamental contar com a água quente para a sequência do processo. A cor marrom escura, marcante durante o processo de produção, também ficou marcada como a cor “café”.

Por conta da presença de cafeína na composição, o café é considerado um estimulante. Ele tem, geralmente, 80 a 140 mg de cafeína para cada 200 ml de bebida preparada. Mas entre os principais estudos, foi comprovado que esse item é fundamental para a saúde do organismo, comprovando que quem bebe pelo menos quatro xícaras diárias apresenta menor risco de doenças cardiovasculares. Estes e muitos outros são os benefícios do café.

Como fazer café interfere na economia

O café já foi o segundo principal item a ser comercializado internacionalmente, ficando atrás apenas do petróleo. Isso aconteceu entre as décadas de 1970 e 1980, quando o produto era altamente valorizado e pouco produzido em algumas regiões do mundo. Hoje, ele ainda é um dos mais lembrados na movimentação econômica do Brasil, contando com grande produção no estado de Minas Gerais.

Considerando os 11 primeiros meses do ano de 2019, a exportação de café no Brasil chegou a um crescimento de 4,4% em comparação com o ano anterior. E a estatística positiva se dá pelo crescimento das safras de grãos robustos, aplicados diretamente na confecção de café instantâneo. Mas outro fator que facilitou os processos de exportação foi a desvalorização do real.

Em comparação com o Vietnã, por exemplo, é possível afirmar que o Brasil mantinha a obra-prima com um valor 5% mais barato para a produção de café instantâneo. Mas essa diferença cresceu ainda mais em 2019, chegando aos 15%.

Para conseguir uma melhor manutenção de preço, os produtores de café estão buscando tecnologias que auxiliem nos processos de produção.

Como fazer café

5 maneiras diferentes de preparar café

Você pode consumir o café mais forte ou mais fraco, vai sempre depender das medidas para fazer café que você escolhe a cada 100 ml de água. Mas é importante conhecer de quantas maneiras você pode realizar a mistura, optando pela que vai proporcionar o sabor mais marcante.

Café no filtro de pano

Esta é a maneira mais tradicional para a produção do café, que provavelmente era utilizada por seus avós. É preciso esquentar a água em uma chaleira e colocar o coador de pano sobre um bule. Neste coador, você define qual a quantidade de café que pretende submeter. Mas a água não pode ferver muito, pois pode cozinhar o pó no momento da filtragem.

Depois de retirar a água do fogo, basta passar para o bule por meio do coador de pano. Após servir, você pode colocar o recipiente em uma garrafa térmica, sendo um modo do calor não se dissipar e o líquido continuar fresco para as próximas horas. Porém, não é indicado deixar o café por lá por mais de 24 horas. Basta limpar o filtro com água quente.

Café na prensa francesa

A diferença deste método é a forma como ele conserva toda a oleosidade do café. No momento em que ele é processado, há uma conservação do sabor mais arrojado no resultado.

A ideia é escaldar uma prensa com água filtrada, aquecendo o recipiente. Depois, aplicar um grão moído de consistência mais grossa, que lembre, por exemplo, a consistência de um sal do mar.

Após acrescentar o volume de água quente que você preferir, é preciso tampar o recipiente e aguardar alguns minutos. Na sequência, é só pressionar e servir. Este método também se destaca pela rapidez e praticidade.

Como fazer café

Cafeteira italiana

Se você não gosta de café espresso, mas quer um sabor um pouco mais forte, a alternativa pode ser a cafeteira italiana. Ela produz a bebida por meio da pressão do vapor, que é gerado pela ação da água que está fervendo. Por ser um modelo amplamente conhecido, ele pode ser encontrado de diversos tamanhos diferentes, sempre preservando dois espaços para a reação.

Após completar a parte inferior com água, é preciso usar um pó mais fino na parte de cima da cafeteira. Geralmente, há um compartimento de metal separado para que o pó seja adicionado. A água quente passará por ali quando estiver em altas temperaturas.

Em fogo alto, verifique a tampa até que a solução comece a ferver. Com o recipiente de cima cheio, sinal que está tudo pronto para servir.

Esta é a maneira mais simples de como fazer café na cafeteira. Hoje em dia, há uma série de modelos elétricos mais simples e práticos.

Café no Filtro Chemex

É a cafeteira tradicional, encontrada em diversos lares brasileiros. Assim, caracteriza-se pelo vidro transparente e o recipiente mais arredondado. Do lado oposto do bico da jarra, você deve deixar a dobra do filtro, que se encaixa perfeitamente no espaço para coar.

Vá adicionando água juntamente ao café já colocado, de preferência o tipo mais grosso. Evite mexer. Vá despejando mais água, lentamente, até o término do processo.

Filtro de papel para café

Muito parecido com o processo realizado no coador de pano, o filtro de papel é extremamente conhecido e se destaca pelo fato de ser descartável, mas é importante buscar um pó fino ou médio para produzir o líquido neste método.

Espalhe o pó pelo filtro e depois vá colocando a água já fervida, vá umedecendo o pó e depois colocando mais água aos poucos, servindo ao final deste processo de como fazer café.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo