Endemismo é a adaptação de uma espécie em determinada região

Inicio » Meio Ambiente » Endemismo é a adaptação de uma espécie em determinada região
07/05/2019 Por
Endemismo é a adaptação de uma espécie em determinada região

O endemismo é descrito como a capacidade de uma espécie, seja planta ou animal, ao se desenvolver em determinado local

Alguns seres podem ter mais dificuldades em relação ao endemismo, é o caso de plantas, por exemplo. Por não possuírem mobilidade, as chances de desenvolvimento em regiões delimitadas é maior.

O endemismo pode se referir, também, a regiões do planeta, como o desenvolvimento de espécies em ilhas, matas e outros biomas.

Endemismo

O que é endemismo?

Endemismo é o fenômeno que acontece dentro da biologia, quando uma determinada espécie se desenvolve em uma região específica. A palavra endemismo vem do grego “endemos” e significa indígena.

As espécies endêmicas são, portanto, espécies que surgem em apenas uma região geográfica do mundo. Uma espécie pode ser endêmica, então, em um continente, um país, ou uma ilha, por exemplo.

Curiosidade sobre a proliferação das espécies

Se endemismo é o desenvolvimento de uma espécie em uma região específica, então, cosmopolitanismo é o posto disso. É quando uma espécie nasce e se desenvolve de forma ampla, em diversas regiões do planeta.

Contudo, isso é bastante raro já que a Terra apresenta características muito variáveis, conforme a posição geográfica. Além disso, a restrição geográfica por si só já é uma barreira natural para as espécies, além de variação de clima e temperatura.

Como acontece o endemismo?

Ele pode acontecer tanto para as plantas quanto para os animais. Algumas espécies, porém, apresentam mais dificuldades de se tornarem endêmicas.

Um exemplo disso são os peixes de água doce, por exemplo. Seu processo endêmico é mais restrito devido às dificuldades de mobilidade que possuem. Uma espécie que existe em um rio de determinado continente enfrenta barreiras para se locomover e proliferar em outra região do mundo.

Assim, pode-se dizer que algumas espécies têm mais facilidades em relação ao endemismo. É o caso de aves e mamíferos, que apresentam vantagens do ponto de vista da mobilidade.

Classificação do endemismo

Este fenômeno pode ser visto principalmente de duas formas dentro da biologia:

  • Endemismo paleogénico: é quando uma espécie que foi bastante disseminada em tempos antigos, permanece durante algum momento, em uma área restrita. Por exemplo: na China, existe uma espécie de planta que nasce de forma espontânea em uma determinada região. Entretanto, no período jurássico, a mesma família de plantas era bastante comum.
  • Endemismo neogénico: ocorre quando uma espécie passa por evolução, ou uma mutação, e não teve tempo suficiente para se distribuir para uma área mais extensa.

Endemismo

Endemismo no Brasil

O Brasil é um país enorme e por isso apresenta uma grande diversidades de animais e plantas. Por ter regiões de clima bastante distintos, os ecossistemas encontrados no Brasil formam seis diferentes biomas:

  • Caatinga
  • Pampa
  • Mata Atlântica
  • Amazônia
  • Cerrado
  • Pantanal

Pode-se dizer que todos eles possuem um vasto leque de seres que compõem a fauna e a flora brasileiros. Entretanto, o endemismo na Caatinga pode ser um exemplo de adaptação e diversidade.

Isso porque o seu clima exige que as espécies sejam bem adaptas para a sobrevivência, e capazes de conviver com os desafios da temperatura, stress hídrico e solo com poucos nutrientes. Assim, em meio a tantas dificuldades do bioma, o endemismo encontrado na região é bastante alto.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo