Erva de rato é planta tóxica que pode causar intoxicação do gado

Inicio » Meio Ambiente » Erva de rato é planta tóxica que pode causar intoxicação do gado
13/10/2020 Por
Erva de rato é planta tóxica que pode causar intoxicação do gado

Planta conhecida como erva de rato pode ser encontrada em quase todo o país. Planta nativa do Brasil, a erva de rato tem esse nome devido aos seus frutinhos serem usados há algum tempo atrás para matar ratos.

Porém, hoje é preciso ter cuidado com a erva de rato, pois ela é muito tóxica para animais como o gado que fica nos campos e muitas vezes têm acesso a esta planta facilmente em meio a vegetação.

Rebanho pastejando. Ao ficarem soltos no campo, animais podem ingerir e se intoxicar com erva de rato

O que é erva de rato?

A erva de rato é uma das plantas tóxicas mais comuns e mais perigosa no Brasil, sendo encontrada em praticamente todos os estados, com menos ocorrência no Sul.

São consideradas plantas tóxicas aquelas que, quando ingeridas pelos animais, podem causar danos à saúde e até mesmo levar o animal a morte. No Brasil, já foram identificadas cerca de 130 espécies de plantas tóxicas.

De nome científico Palicourea marcgravii, a planta erva de rato leva esse nome devido aos frutos, que possuem ação tóxica e era usada para matar ratos após os frutos serem triturados e misturados com alimentos para atrair os roedores. A toxidade da planta se concentra, principalmente nos frutos, mas também nas folhas.

Dentre as características desta planta, está o fato dela ser em forma de arbusto, ramificada e ereta. Suas flores são de cores roxas e rosadas, e por isso também é chamada de roxinha. Os frutos lembram os do café, tornando facilmente atrativos.

Plantas tóxicas para bovinos

Dentre as plantas tóxicas que podem prejudicar os bovinos está a erva de rato que, se ingerida, causa intoxicação no gado.

Contudo, por ser aparentemente atrativa e ter boa palatabilidade, ou seja, agrada ao paladar dos animais, ela acaba sendo ingerida pelos animais sempre que eles tem acesso a ela. Os sintomas apresentados pelos bovinos após intoxicação já começam a aparecer algumas horas depois de ingerida a planta.

Se o animal ingerir uma dose muito grande da erva de rato, a morte pode ser em seguida após a digestão. Contudo, em doses menores, os sintomas podem se apresentar como depressão, descoordenação convulsões e até a morte.
Portanto, o melhor método pra evitar esses problemas é a prevenção.

Para evitar o que o gado acabe ingerindo as plantas tóxicas, é preciso cercar as áreas onde a planta se encontra, em meio às vegetações onde o gado tem acesso ou até mesmo eliminar a planta do local.

Frutos da planta erva de rato
De acordo com materiais da EMBRAPA, o princípio tóxico da erva de rato é o ácido monofluoracético, que está presente nas folhas e nos frutos.

Até os anos 1990, a erva de rato era a planta tóxica com maior ocorrência no Centro- Oeste do país e ainda representa um índice significativo de intoxicação do gado em estados como Goiás e Mato Grosso. No Norte do país, região amazônica, já foi considerada a responsável pro cerca de 80% das mortes registradas de bovinos causadas por toxidade de plantas.

Muitas vezes, os produtores atribuem as mortes dos animais a picadas de cobras ou doenças, quando na verdade, pode ter sido a ingestão de plantas tóxicas como a erva de rato.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo