Estro é o período no qual a fêmea está apta para a procriação

Inicio » Veterinária » Estro é o período no qual a fêmea está apta para a procriação
19/03/2019 Por
Estro é o período no qual a fêmea está apta para a procriação

O estro é a fase de reprodução dos mamíferos, e cada um deles  possui o seu próprio ciclo estral

Durante o período do estro as fêmeas exibem comportamento diferente, estão receptíveis aos machos e o corpo passa por mudanças fisiológicas para gerar uma possível gestação.

O estro varia conforme as espécies. Em alguns mamíferos ele ocorre frequentemente, como as coelhas. Já em outros animais pode ser mais espaçado, como as cachorras.

O que é estro?

Estro é o período na qual uma fêmea está apta para a procriação. Também chamado de ciclo estral, ou ainda de cio, nesta fase ocorrem mudanças fisiológicas no corpo do animal, permitindo, então, que ela se reproduza e possa conceber os filhotes.

O ciclo estral ocorre na maioria das espécies de mamíferos. Nos seres humanos, entretanto, este período é nomeado de ciclo menstrual. Com os animais o estro inicia na puberdade das fêmeas, quando elas estão sexualmente maduras para procriar.

A fase é intercalada com períodos anaestrais. Ou seja, a fêmea só é capaz de conceber uma cria de tempos em tempos. O período estral não é permanente.

Estro

O ciclo estral nos animais

Cachorras, vacas e éguas, por exemplo, apresentam um ciclo estral bastante determinante. Assim, esta fase é decisiva para que a fêmea esteja receptiva para o macho e consiga ocorrer a concepção.

O corpo dos animais responde às mudanças da fase estral e a procriação deve correr durante um determinado período, caso o produtor queira aumentar o seu plantel. Dependendo da espécie, então, o ciclo pode ser bastante variado.

Estro em cadelas

O cio das cachorras é dividido em quatro etapas: anestro, proestro, estro e diestro.

  • Anestro:período de inatividade sexual, pode durar cerca de 125 dias. Nesta fase, o sistema reprodutor está inativo, com níveis de estrógeno e progesterona bem baixos.
  • Proestro:iniciam as mudanças no corpo do animal, a produção de estrógeno causa aumento e dilatação da vulva. Além disso, pode-se perceber um sangramento contido nas cachorras, o que é totalmente normal (e não deve ser comparado com a menstruação).
  • Estro:esta é a fase do cio, propriamente dito. Nesse período a fêmea está pronta para a concepção e aceita os machos. O período dura cerca de nove dias e ocorre a ovulação.
  • Diestro:no final do ciclo a fêmea já não aceita mais a cópula e os níveis de progesterona ainda estão altos. O corpo da cadela volta ao normal, sem sinais de cio.

Período de estro em vacas

Nos bovinos o processo de procriação é diferente e a fase pode ter dois ciclos: folicular e luteínica.

  • Fase folicular: quando ocorre a liberação do óvulo. Este é produzido dentro de um folículo, no ovário da vaca.
  • Luteínica: desenvolvimento do corpo lúteo – que produz progesterona e é responsável pela manutenção da gravidez. Quando o óvulo é fertilizado, portanto, o corpo lúteo permanece até o final da gestação. Caso isso não ocorra, ele regride até que se inicie um novo ciclo.

Estro

Curiosidades sobre as coelhas

Os coelhos são conhecidos por serem animais de fácil procriação. Uma coelha doméstica, por exemplo, pode ter um cio com duração de até 16 dias – sendo que destes, ela é fértil por 12 dias.

Já em sistemas de produção, as coelhas podem manter um estro constante. Neste caso, então, podem receber o macho e serem fecundadas praticamente durante o mês inteiro.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo