Farinha de rosca, pão seco e moído, é utilizada em muitas receitas

Inicio » Agronegócio » Farinha de rosca, pão seco e moído, é utilizada em muitas receitas
01/09/2020 Por
Farinha de rosca, pão seco e moído, é utilizada em muitas receitas

Farinha de rosca é ingrediente infalível no preparo de alimentos como bifes, filé de frango, peixes e legumes. A farinha de rosca é tão presente na mesa do brasileiro como a farinha de trigo. Como faz parte da culinária brasileira o consumo de alimentos assados e fritos, a farinha de rosca é um ingrediente sempre presente por ser uma das fases necessárias para deixar os alimentos crocantes.

O consumo da farinha de rosca está associado ao consumo de farinha de trigo, pois uma é derivada da outra. O consumo anual de farinha de trigo no país supera em muito a nossa capacidade de produção, sendo necessário importar boa parte do número que consumimos. Isso explica porque a indústria do trigo sofre tanto quando há mudanças na cotação do dólar.

Farinha de rosca

O que é farinha de rosca?

Farinha de rosca é de um pão seco moído, ou pão ralado, cujo farelo acaba formando a farinha. Essa farinha é conhecida por adicionar uma textura crocante aos alimentos ao cobri-los com uma camada externa que os envolvem em todos os lados.

Essa camada grossa e crocante se forma quando o alimento coberto passa por processo de fritura ou quando é assado.

Mas conferir tais camadas saborosas não é a única utilização possível em se tratando de farinha de rosca. É também usada para o preparo de farofas e tortas. Outra utilização da farinha de rosca é engrossar molhos e caldos.

Qual a diferença entre a farinha de trigo e de mandioca?

Questão recorrente, já que todas são classificadas como farinha, por isso, costumam causar confusão por se pensar que são sinônimos.

Apesar de pertencerem à mesma família, tratam-se de tipos de farinhas diferentes, cada uma apresentando pequenas particularidades, detalhes que as fazem serem distintas uma das outras, ainda que, ao mesmo tempo, apresentem várias similaridades.

Começando pela mais conhecida, a farinha de trigo é um cereal composto por amido e por glúten, proteína presente em cereais como trigo, cevada e centeio.

É uma farinha muito utilizada para o preparo de pães, bolachas, bolos, tortas e outros alimentos. Essa preferência na hora de preparar esses alimentos se deve por proporcionar o crescimento da massa mas, ao mesmo tempo, mantendo ou acrescentando maciez e elasticidade.

Essas características explicam, por exemplo, por que o pão consegue adquirir volume e ainda assim manter-se inteiro, sem esfarelar, e com maciez.

A diferença entre a farinha de rosca é que esta última é feita a partir da moagem do pão, do farelo, do pão ralado. Como um dos principais ingredientes para a produção de pão é a farinha de trigo, logo entende-se que a farinha de rosca é composta por farinha de trigo.

Por esse motivo, pessoas celíacas, intolerantes a glúten, devem evitar alimentos que contenham a farinha para não sofrerem as reações adversas provocadas em organismos alérgicos, intolerantes a essa proteína.

Já sobre a farinha de mandioca, sua origem é evidente: é fabricada a partir da mandioca, estando essa desidratada ou moída. É o ingrediente básico da farofa que colocamos sobre os nossos pratos.

Além dessa diferença, a farinha de mandioca não tem glúten, portanto, sendo bem mais palatável aos celíacos. Outra vantagem em relação às demais é que tem mais vitamina C e fibras.

Farinha de rosca

Produção de trigo no Brasil

Como vimos, a farinha de rosca vem do trigo, pois o pão moído para se fazer esse tipo de farinha é constituído por trigo.

Os números da produção brasileira desse cereal mostram que há um grande mercado consumidor, o qual o país não consegue com as suas próprias forças de trabalho atuais suprir, pois necessita importar boa parte das toneladas consumidas anualmente pelo brasileiro.

Por ano, o Brasil produz 5,5 milhões de toneladas de trigo, no entanto, o consumo anual é superior a 10 milhões de toneladas, fazendo necessária a importação do cereal.

Os maiores produtores no planeta são China, Índia e Ucrânia.

O principal parceiro comercial do Brasil no fornecimento desse cereal é a Argentina. Por isso, quando houve atritos entre o atual governo brasileiro e o recém-empossado no país vizinho, despertaram-se temores sobre um possível endurecimento nas negociações na oferta de trigo por parte do vizinho como forma de retaliação ao destempero do executivo brasileiro.

O impacto de um eventual aumento da taxa de importação de trigo afetaria diretamente os consumidores, pois o pão, alimento tão tradicional, feito de trigo, sofreria reajuste de preços, evidentemente para cima.

Contudo, os analistas ajudaram a reduzir os temores apontando que o governo brasileiro provavelmente recorreria a outras possibilidades de parcerias que também seriam viáveis.

Até o momento, não foi necessário recorrer a tal expediente e, mesmo vindo a ser, sem dúvida, uma mudança dessas sempre provoca transtornos até a normalização dos trâmites comerciais.

Por isso, o melhor cenário é conservar a boa relação comercial com o nosso principal exportador de trigo.

Receitas com farinha de rosca

O mais comum é pegar a farinha de rosca já pronta, embaladinha em um pacote para empanar alimentos. Mas é muito trabalhoso e custoso fazer uma? Como fazer farinha de rosca?

Veja abaixo!

Farinha de rosca simples

Você precisará apenas de um pão de forma caseiro, um liquidificador e uma panela grande com óleo.

Corte os pães em cubos e depois coloque no liquidificador. Triture-os e depois ponha o farelo em uma panela grande com óleo já aquecido em fogo baixo.

Mexa o farelo na panela até que ele fique torrado. Caso você prefira uma farinha ainda mais fina, a dica é usar uma peneira antes de colocar o farelo na panela.

Farinha de rosca

Receitas com farinha de rosca

1. Bolo de banana com farinha

Amasse as bananas, 6 no total, e reserve. Bata 3 claras em neve e misture as gemas.

Depois, acrescente uma xícara de óleo, duas xícaras de açúcar e duas xícaras de farinha de rosca junto às bananas amassadas. Como ingrediente final, coloque uma colher de sopa de fermento.

Deixe o forno pré-aquecendo em 180 ºC, enquanto prepara a forma para receber a massa. Unte-a com farinha de rosca. Despeje a massa na forma (com furo no meio) e deixe assando no forno por 30 minutos.

Quando esfriar, acrescente açúcar e canela.

2. Contrafilé empanado com farinha de rosca

Bata claras de ovos. Com o lombo da faca, bata os bifes para amaciá-los.

Promova uma mistura de farinha de rosca, queijo ralado, sal e pimenta do reino.

Passe os bifes nas claras batidas e depois na farinha de rosca temperada. Frite-os em óleo quente.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo