Fibras solúveis se diluem na água e ficam mais tempo no estômago

Inicio » Agronegócio » Fibras solúveis se diluem na água e ficam mais tempo no estômago
07/12/2020 Por
Fibras solúveis se diluem na água e ficam mais tempo no estômago

Fibras solúveis contribuem para o funcionamento do intestino. Encontradas em diversos vegetais, as fibras solúveis quando entram em contato com nosso sistema digestivo, acabam se diluindo e formando uma mistura viscosa. Dessa forma, a reação dessas fibras proporciona saciedade e ajuda na passagem do bolo fecal, dando maior fluidez à digestão.

As fibras solúveis fazem com que o alimento permaneça no estômago por um período maior de tempo, por isso ajudam a diminuir a fome. Ao passo que essa fibra se dilui no estômago, forma uma espécie de gel que contribui para o trânsito intestinal, causando diversos benefícios.

Fibras solúveis

O que são fibras solúveis?

Fibras solúveis são as substâncias fibrosas capazes de se diluírem em água, ou seja, são as fibras que formam o anteriormente mencionado gel digestivo. Dessa maneira, o gel formado na digestão aumenta a viscosidade do estômago, o que mantêm os alimentos ali por mais tempo.

É essa viscosidade que proporciona maior sensação de saciedade e que ajudam no fluxo do bolo fecal no intestino. Por conta disso, problemas como hemorroidas e diverticulite são evitados, já que o trânsito intestinal se torna mais lubrificado e rápido.

Isso faz com que a fermentação e a proliferação de algumas bactérias entéricas existentes na região do cólon proximal aumente, resultando em um melhor funcionamento do intestino grosso. Além disso, essas fibras são encontradas principalmente em alimentos de origem vegetal.

Alguns exemplos de fibras solúveis podem ser encontradas em alimentos como a aveia, a cevada, a linhaça e outros cereais. Da mesma forma, pode ser encontrada em frutas, legumes e grãos como o feijão, ervilha e a lentilha. Qualquer vegetal vai possuir um dos dois tipos de fibras, ou ambos.

Essas fibras também podem oferecer outros benefícios ao organismo, como a redução do colesterol ruim, além de que também ajuda a controlar a glicemia. Dessa forma, as fibras solúveis diminuem o poder de reabsorção do LDL, e também tornam mais lenta a absorção de açúcar.

Assim sendo, podemos facilmente compreender o que são fibras solúveis, visto que se tratam de substâncias que se diluem em água e ajudam nos processos digestivos do organismo. Ainda assim, essas substâncias oferecem uma série de benefícios para o corpo.

Vejamos a seguir quais os benefícios que essas fibras causam no organismo de um modo geral, já que os efeitos ultrapassam o sistema digestivo. Como exemplo, podemos citar o bem-estar gerado e também o melhor fluxo do sistema circulatório.

Os benefícios das fibras solúveis

As fibras solúveis oferecem muitos benefícios ao corpo, favorecendo a sensação de saciedade e ajudando o intestino a fluir mais facilmente. Por conta disso, resolvemos listar quais os benefícios mais importantes dessa substância:

  • Diminuição do apetite;
  • Melhor funcionamento do intestino;
  • Diminuição do LDL e triglicerídeos;
  • Diminuição da absorção da glicose;
  • Redução do risco de síndrome metabólica;
  • Redução das espinhas na pele.

Fibras solúveis

Conforme pudemos observar acima, os efeitos benéficos atingem diversos pontos do organismo. Dessa forma, a diminuição do apetite e o melhor funcionamento do intestino garantem, por si só, uma saúde melhor em todos os âmbitos.

Além disso, esses fatores podem contribuir com dietas de emagrecimento. Da mesma forma, o auxílio pode ser sentido nos níveis de colesterol e também na diabetes, especialmente a tipo 2. Isso porque a absorção de açúcar é retardada.

O mesmo ocorre com a síndrome metabólica, já que as fibras solúveis garantem uma diminuição nas gorduras e colesterol, diminuindo o risco de problemas cardíacos e acidente vascular cerebral. Ainda assim, os efeitos dessa redução de gordura podem impactar a pele.

Por conta disso, a pele fica com uma aparência mais saudável, já que as toxinas do organismo são eliminadas mais facilmente. Essas fibras podem ser ingeridas de forma natural ou até mesmo através de produtos industrializados vendidos em farmácias.

As principais fontes de fibras naturais são os vegetais, conforme citamos anteriormente. Essas substâncias podem ser encontradas em alimentos como aveia e outros cereais, arroz, milho, fava, vagem, abóbora, entre outros diversos tipos de frutas, verduras, legumes e grãos.

Os dois tipos dessas fibras são necessários para o bom andamento do sistema digestivo e para a saúde do organismo. Desse modo, o equilíbrio é o melhor caminho a ser seguido, já que em uma alimentação balanceada normalmente ingerimos as quantidades necessárias de ambas.

Fibras solúveis

Os tipos de fibras

Existem principalmente dois tipos de fibras, que são as fibras solúveis e as fibras insolúveis. Em suma, a diferença é que o primeiro tipo de dissolve em água e forma o gel encontrado em nosso sistema digestivo. Já o segundo tipo não se dissolve e passa intacta pela digestão.

As fibras solúveis se dissolvem em água e oferecem uma série de benefícios ao organismo, inclusive diminuindo a absorção de gorduras e reduzindo também o risco de infartos. Da mesma forma, a fibra insolúvel também é capaz de oferecer benefícios ao corpo.

As fibras insolúveis passam batidas pelo nosso processo digestivo, e por conta disso causam aumento do bolo fecal. Isso faz com que o trânsito intestinal seja mais rápido, já que elas diminuem a fermentação e aumentam a absorção de água.

Dessa maneira, a evacuação é facilitada e torna-se um processo mais rápido. Além disso, as fibras insolúveis também colaboram para a diminuição do câncer de intestino. Isso porque elas retêm as substâncias tóxicas ingeridas na alimentação ou produzidas nas reações digestivas.

Ainda assim, pelo fato de acelerarem o trânsito do bolo fecal no intestino, as fibras insolúveis diminuem o tempo de contato das substâncias mutagênicas e carcinogênicas com as paredes do órgão, o que também é benéfico ao organismo.

Os alimentos que são fonte desse tipo de fibra são o farelo de trigo, o pão integral, as cascas de frutas e os cereais inteiros. Além disso, outros alimentos como o milho, o feijão, a abóbora e as verduras folhosas também contam com essas substâncias.

O mais saudável é possuir os dois tipos na alimentação diária, de forma equilibrada e sem excessos. Assim sendo, em caso de dúvidas ou suspeitas quanto ao equilíbrio das fibras solúveis ou insolúveis na alimentação, procure um médico ou nutricionista.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo