Greening atinge pomares e ameça a safra da laranja

Inicio » Agricultura » Greening atinge pomares e ameça a safra da laranja
11/03/2019 Por
Greening atinge pomares e ameça a safra da laranja

Problema com o greening traz prejuízos aos agricultores e pode causar a perda de colheitas inteiras

Produtores de alimentos cítricos se preocupam com o greening e redobram o cuidado com a ajuda de pesticidas, tendo em vista que a doença pode fazer com que os agricultores cheguem a perder plantações inteiras.

O greening é uma das doenças mais agressivas do mundo agro e, nos dias de hoje, uma das grandes ameaças conhecidas para a citricultura.

Alimentos sem a doença greening

O que é greening?

A doença greening – também conhecida como huanglongbing ou amarelão –  está presente em grande parte da Américas. Ela tem origem asiática, existe há mais de um século e é encontrada no Brasil desde 2004. Transmitida a partir de um mosquito vetor chamado Diaphonira citri, muito comum nos pomares brasileiros, pode causar grandes prejuízos onde se instala.

Além de adoecer boa parte da plantação, é um perigo aos cultivos vizinhos, pois sua transmissão é rápida. Os pomares contaminados servem como fonte de hospedagem para as bactérias – que permanecem na área até que encontrem outro hospedeiro.

Esta praga é muito preocupante para a safra, pois atinge todos os tipos de citros e não há recuperação para os frutos já contaminados. Dessa forma, é necessário queimar o pomar por completo para eliminar o vetor transmissor.

Sinais do greening

A doença greening ataca tanto a árvore e a folhas quanto o fruto. Nos ramos, os principais sinais da doença são a cor amarelada – que destoa das folhagem verde não atingida.

Além disso, é importante ressaltar que os pomares atingidos antes do momento do crescimento dos frutos não se tornam produtivos. Não há maneira como recuperá-los e estes se tronam condenados ao corte.

No caso dos frutos, seu formato simétrico se torna deformado, e a coloração se apresenta esbranquiçada e com textura áspera. A redução do tamanho do alimento também é outro fator notável, bem como a ausência do suco na fruta.

Outro sintoma pode se mostrar em frutas que conseguem crescer, mas destacam um dos lados maduro e o outro ainda verde. Na casca destes alimentos, a aparição de manchas circulares (seguidas de uma coloração verde clara) é comum. Pode ocorre, também, o desfolhar destas plantas.

Controle do greening na citricultura

Apesar desta doença não ter cura no momento em que atinge o pomar, há algumas recomendações ao citricultor que deseja impedir o surgimento do problema. Os principais métodos de controle se baseiam em três etapas:

Alimentos sem o greening

  • Atentar no momento da compra das mudas
    Sempre verificar a saúde da terra em que foram cultivadas e qual o método utilizado.
  • Manejo adequado e seja cuidadoso com a plantação
    Desde o início, é indicado realizar a limpeza de pragas para evitar que os pomares estejam sujeitos à elas. Manter ervas daninhas e folhas machucadas fora do pomar é um grande auxiliar na saúde da plantação.
  • Fazer o controle químico de pragas
    Aplicar inseticidas nos pomares é uma maneira de manter longe, não apenas o greening, mas diversas doenças prejudiciais aos cultivos. Entretanto, é importante lembrar que o uso de agroquímicos pode interferir de diferentes maneiras na qualidade dos alimentos.

Com isso em vista, fica claro que a doença greening deve ser tratada logo no início para impedir que o citricultor corra riscos de perder sua colheita.

Tags: ,
Agro20 | Portal Vida No Campo