Homeopatia trata doenças com substâncias naturais

Inicio » Veterinária » Homeopatia trata doenças com substâncias naturais
12/07/2019 Por
Homeopatia trata doenças com substâncias naturais

Homeopatia é medicina alternativa que busca a cura de forma mais natural

A homeopatia, ou medicina homeopática, é a prática da medicina que adota uma abordagem holística e natural ao tratamento dos doentes. Diz-se holística porque trata a pessoa na totalidade, em vez de se concentrar em uma parte doente ou em uma doença rotulada.

A palavra homeopatia vem do grego e significa “doença semelhante”. Isso quer dizer que o medicamento administrado é como a doença que a pessoa está expressando. É tudo em sua totalidade, mas não como uma categoria de doença específica ou diagnóstico médico. Os remédios utilizados são, em geral, folhas e plantas encontradas na natureza.

Homeopatia

O que é homeopatia?

Homeopatia é um tipo de prática dentro da medicina alternativa. Consiste em administrar no paciente, quantidades de determinadas substâncias naturais que são extremamente diluídas. Usa-se para tratar não só de diversas doenças físicas, mas também de doenças psíquicas.

História da homeopatia

A homeopatia foi descoberta e desenvolvida por Samuel Hahnemann aproximadamente no fim do século XVIII. Ele era um médico alemão muito respeitado, pois se mostrava competente e assertivo em seus diagnósticos. Hahnemann tinha a crença que concentrações em doses mínimas de determinada toxina poderiam sanar os sintomas que as mesmas causariam.

Essa noção era parecida à ciência que vinha emergindo sobre a inoculação e vacinação. Os produtos homeopáticos de Hahnemann – em suas apresentações diluídas – se mostravam mais seguros do que grande parte das práticas da medicina naquele tempo. Sendo assim, pode-se dizer que um bom exemplo disso era a sangria.

Entretanto, médicos – e químicos, em especial – rapidamente chegaram à conclusão de que a homeopatia não funcionava. Isso ocorreu, pois eles tinham em mente que as diluições eram implausíveis, já que eram diluídas quase até não se encontrar mais o remédio na constituição do medicamento.

Como funciona a homeopatia?

Os médicos homeopatas hoje atribuem o poder curativo da homeopatia à chamada “memória da água”. Este conceito diz que as águas têm a capacidade da lembrança de como é a forma dos medicamentos que uma vez continham. Há, contudo, alguns problemas dentro dessa postura.

Primeiramente, o conceito da memória da água vai além dos domínios da conhecida física. As águas não são conhecidas por manterem os alinhamentos ordenados de moléculas por muito mais tempo que um microssegundo.

Segundo, se a água pode lembrar a forma do que está nela, então toda a água tem o potencial de ser homeopática. A água da torneira, com seus vestígios de substâncias naturais espalhadas em coisas conhecidas por causar câncer e outras doenças, seria terapêutica contra os malefícios.

Em terceiro lugar, não há estudos científicos de alta qualidade para mostrar que produtos homeopáticos são mais eficazes do que placebos. Ao fazer o teste com a homeopatia, algumas tendências apareceram:

  • A prática homeopática é a melhor em “curar” coisas que logo passariam de qualquer forma, como gripes e resfriados;
  • A homeopatia pode ser perigosa em se tratando de doenças mais graves, tal como a diabetes.

Portanto, quanto mais complexo e maior o estudo científico, mais a homeopatia se assemelha aos placebos.

Homeopatia

Os remédios mais comuns dentro da homeopatia

Arnica

Usado em contusões e dores musculares. A forma pura da planta, em algumas regiões, já foi muito usada em:

  • Picadas de insetos;
  • Alívio da tensão muscular;
  • Alívio dos músculos doloridos após um treino difícil.

A arnica ajuda a estimular a resposta de auto-cura do corpo, reforçando assim todo o conceito de homeopatia.

Cebola

Usada em alergias e gripes. Ela cobre mais sintomas do resfriado do que qualquer outro remédio. Assim, a cebola reduz coceira, coriza, queimação da boca e garganta.

Camomila

Usada para cólica, dentição e irritabilidade na infância. Apelidada de “amiga dos pais”, é um dos remédios homeopáticos mais usados ​​para crianças. A camomila também é usada para dor de ouvido, febres e aflições relacionadas à menstruação.

Noz-vómica

Usada para ressacas, problemas digestivos e consumo excessivo em geral. Derivada de uma árvore perene que é nativa do sudeste da Ásia e norte da Austrália, a noz-vómica é consumida para ajudar a controlar:

  • Enjoo;
  • Dores nas costas;
  • Dores de cabeça causadas pela ansiedade, estresse e insônia.

Enxofre

Comum para coceira, é considerado o remédio homeopático mais universalmente recomendado. Acredita-se que tenha sido usado por séculos para:

  • Inchaço;
  • Depressão relacionada à menopausa;
  • Dor de garganta;
  • Diarreia em crianças.

Homeopatia

Homeopatia para animais

A homeopatia para animais está crescendo em popularidade. Muitos veterinários em todo o mundo estão usando a prática, uma vez que sua natureza é crônica e recorrente de muitas doenças.

A ideia por trás do uso da medicina alternativa é fortalecer a imunidade dos animais e tratar a doença a partir das raízes.

Segundo os veterinários estudiosos, qualquer problema que possa ser tratado convencionalmente pode ser resolvido com homeopatia. A vantagem adicional é que não contém os efeitos colaterais.

As taxas de recorrência também são quase mínimas ou insignificantes com a homeopatia para animais. Exemplos de doenças que respondem muito bem são:

  • Alergias de pele;
  • Infecções de ouvido;
  • Asma;
  • Epilepsia.

A homeopatia pode tratar rapidamente doenças agudas, tais como lesões traumáticas, infecções e envenenamentos também.

Assim como os humanos, a abordagem individualista é aplicada também aos animaizinhos. Ao tomar a história do dono do animal, alguns dados devem ser considerados, como:

  • A natureza dos sintomas;
  • O tempo de ocorrência;
  • A frequência dos sintomas;
  • Possíveis fatores agravantes e de melhoria;
  • O comportamento geral;
  • O comportamento do animal.

A abrangência não se limita aos cães e gatos, mas também a outros seres, principalmente ao gado. Este é altamente beneficiado com os produtos homeopáticos. Estes salvam os animaizinhos dos efeitos colaterais perigosos dos medicamentos convencionais, dando-lhes uma vida mais saudável.

A homeopatia para animais é certamente um grande ato de bondade que os donos e homeopatas podem oferecer.

Cuidados com a homeopatia

Em qualquer caso, seja a aplicação feita em humanos ou não, consulte um profissional de saúde antes de qualquer coisa. Oferecer preparações homeopáticas por conta própria pode causar um atraso no tratamento ou agravamento de uma doença.

Podemos dizer que esta prática é uma abordagem holística para a cura. Ela envolve o corpo, a mente, as emoções e o espírito da pessoa a ser tratada. Ao contrário de muitos modelos de saúde, este é de individualização.

Não há duas pessoas iguais, portanto, a homeopatia trata os indivíduos em particular, sejam humanos ou animais.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo