Capim pé de galinha pode trazer benefícios para a saúde

Inicio » Agricultura » Capim pé de galinha pode trazer benefícios para a saúde
28/06/2019 Por
Capim pé de galinha pode trazer benefícios para a saúde

Apesar de ser consumido na forma de chá, o capim pé de galinha também é considerado uma planta invasora. Quando cresce em locais não desejados, esse capim pode ser bastante agressivo e resistente. A planta se espalha entre diversas culturas, como abacaxi, goiaba e outras frutas.

O capim pé de galinha tem a capacidade de se desenvolver em qualquer clima, por isso o seu controle pode ser  bastante complicado.

  1. O que é capim pé de galinha?
  2. Características do capim pé de galinha
  3. Quais os benefícios do capim pé de galinha?
  4. Como controlar o capim pé de galinha?
  5. Histórico do capim pé de galinha
  6. Para que serve o capim pé de galinha?
  7. Capim pé de galinha na natureza
  8. O capim pé de galinha e a entressafra

capim pé de galinha

O que é capim pé de galinha?

Capim pé de galinha é uma gramínea conhecida principalmente por ser uma planta invasora. Contudo, a espécie também é utilizada para fins medicinais, pois auxilia nos sintomas de diversas doenças, como diabetes e pedra nos rins.

Chamada de grama-sapo, ou capim de pomar, a espécie é bastante resistente e se prolifera com facilidade. A planta tem uma incrível capacidade de adaptação e, assim, pode germinar em praticamente todas as épocas do ano.

Devido à sua rusticidade, então, a planta cresce em qualquer tipo de solo. Assim, é muito comum ver o capim se desenvolvendo na beira de estradas e em terrenos baldios.

Características do capim pé de galinha

É bastante fácil conseguir identificar a espécie, já que ela apresenta algumas marcas bastante específicas. Conheça mais sobre as características do capim pé de galinha:

  • Se adapta a qualquer tipo de clima
  • É um capim relativamente baixo, sua altura pode variar dos 40 a 60 centímetros
  • Se desenvolve sob o sol pleno, assim como à meia sombra
  • É encontrada em todas as regiões do Brasil, principalmente no Norte
  • Floresce por meio de espigas longas e estreitas
  • O caule possui uma coloração verde, tornando-se castanha em algumas partes

Uma das ações mais importantes da espécie é a sua capacidade de controlar a erosão do solo. Assim, a planta pode ser uma aliada importante em regiões que não estão sendo cultivadas.

Contudo, é necessário ter cuidado com a planta, já que ela pode ser hospedeira de diversos atores patogênicos e, assim, atacar outras culturas.

Planta invasora e resistente

A espécie, então, pode apresentar muita resistência entre outros cultivares. Assim, acaba se tornando uma erva daninha, consumindo os nutrientes da terra e competindo por iluminação e água.

Geralmente ela nasce e se desenvolve entre as plantações anuais, em qualquer época do ano. Contudo, durante o frio a planta cresce de forma mais lenta, o que pode facilitar o seu controle.

Saiba quais as culturas mais afetadas pelo capim:

  • Alface
  • Alfafa
  • Algodão
  • Batata
  • Girassol
  • Dendê
  • Grão-de-bico
  • Lentilha
  • Mandioca
  • Morango
  • Quiabo
  • Tomate
  • Soja
  • Rosa
  • Milho
  • Trigo
  • Sorgo
  • Fumo
  • Feijão

Quais os benefícios do capim pé de galinha?

Apesar de afetar algumas plantações, existem diversos benefícios do capim pé de galinha. Quando consumido na forma de chá, por exemplo, ele traz alívio no sintoma de diversas doenças.

Assim, a planta tem propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, assim como ajuda no combate da diabetes.

Uma das finalidades do chá de capim pé de galinha, para as mulheres, é auxiliar no sistema reprodutor. Ele ajuda no combate de cistos e miomas.

Esse capim também pode aumentar a quantidade de água no corpo. Assim, previne doenças renais e auxilia no metabolismo, devido à sua função diurética.

capim pé de galinha

Como controlar o capim pé de galinha?

Apesar de possuir propriedades benéficas à saúde, o capim pé de galinha é uma erva daninha, capaz de prejudicar muito a plantação de diversas culturas. Por isso, conhecer as melhores formas de controlar a sua proliferação é um fator muito importante.

Em outras palavras, o capim pé de galinha é uma das cinco plantas daninhas mais prejudiciais do mundo. Isso se deve ao fato de essa planta ser altamente resistente, o que se confirma através de algumas populações que são capazes de resistir a oito ações herbicidas diferentes.

Sua facilidade de proliferação é alta porque cada planta é capaz de produzir mais de 120 mil sementes. Ou seja, este capim gera uma quantidade astronômica de sementes pequenininhas que são espalhadas pelo vento com grande facilidade.

Somente o inverno rigoroso do Sul é que pode diminuir a capacidade de reprodução dessa planta, visto que ela só é afetada por temperaturas inferiores a 20 °C. Além de se proliferar facilmente e ser muito resistente, ela pode facilitar a concentração de doenças.

Isso porque o capim pé de galinha é considerada uma “ponte verde”, abrigando doenças variadas e fazendo com que elas se espalhem entre as culturas. Nesse sentido, a planta pode hospedar o vírus que causa o mosaico no milho, o nematóide das galhas e alguns fungos.

Histórico do capim pé de galinha

A saber, o primeiro caso registrado em território nacional sobre a resistência dessa planta à ação herbicida foi no ano de 2003. Mais precisamente, esse caso aconteceu no Rio Grande do Sul, onde uma população específica resistiu à ação de graminicidas.

Entretanto, ainda existiam no Brasil dois tipos de graminicidas que conseguiam controlar o capim pé de galinha, que eram o cletodim e o haloxyfop. Alguns anos depois do ocorrido, essa planta era também controlada facilmente com o glifosato.

Após um período de 13 anos, ocorreu uma seleção de capim pé de galinha resistente ao glifosato. Aliás, essas populações se concentraram no estado do Paraná, mais precisamente no centro-oeste. Tal fato se deu por conta do uso indiscriminado da substância.

Depois desse fato ocorrido, os produtores nacionais começaram a ter maiores preocupações quanto ao capim. Em outras palavras, a preocupação tomou conta justamente pelas poucas opções de graminicidas disponíveis no mercado.

No ano de 2017 ocorreu o registro de uma população capaz de resistir aos três herbicidas aqui citados, preocupando ainda mais os produtores nacionais. Ainda assim, essa espécie da planta possui histórico de resistência e grande infestação em diversos países.

Além das ocorrências registradas em território nacional, existem outras trinta em mais de dez países diferentes. Isso prova que essa planta é mesmo uma das mais perigosas quando se fala em produção agrícola, sabendo que ela pode ter resistência simples ou múltipla.

Dessa forma, os casos de resistência simples ocorrem quando uma população consegue resistir a uma única substância. Já os casos de resistência múltipla se referem a ocasiões em que uma população consegue resistir a dois ou mais herbicidas.

capim pé de galinha

Para que serve o capim pé de galinha?

Conforme já foi mencionado anteriormente no artigo, para entender para que serve o capim pé de galinha, é importante entender que ele possui propriedades medicinais, trazendo uma série de benefícios para a saúde humana. Além disso, essa planta também possui funções na natureza devido à sua alta resistência e fácil proliferação.

A fim de entender para que serve o capim pé de galinha, descreveremos a seguir as aplicações dessa planta na saúde e também a importância dela na natureza. Entre as principais aplicações medicinais desse capim, certamente estão suas ações diuréticas, anti-inflamatória e antioxidante.

Ainda assim, a planta possui princípios antioxidantes, podendo ser uma aliada no controle e combate ao câncer, diminuindo a reprodução das células cancerígenas. Da mesma forma, o capim também pode ajudar no tratamento de miomas e cistos.

Como já foi citado, a ação diurética da planta pode contribuir muito com o combate a cálculos renais, diluindo as pedras e eliminando-as na urina. O diabetes também pode ser controlado com a ajuda do capim pé de galinha, na forma de chás.

Utilizar as folhas em cataplasma pode ser uma boa forma de tratar ferimentos, cortes e estiramentos – isso porque a planta é anti-inflamatória e evita sangramentos. Além disso, as propriedades laxantes podem contribuir nos casos de constipação e até como coadjuvante no combate a parasitas.

A pneumonia e asma também podem ser tratadas com o chá do capim pé de galinha. Para que se tenha um melhor efeito, é necessário elaborar o chá com a raiz da planta, geralmente causando resultados em poucos dias, segundo afirmam muitos usuários.

A hipertensão arterial também pode ser amenizada com o consumo do chá de capim pé de galinha, além do combate à famosa “gota”. É possível, por exemplo, ingerir as raízes da planta cozida a fim de reduzir e controlar febres.

Capim pé de galinha na natureza

Conforme já foi dito, entre os benefícios do capim pé de galinha, destacamos que a planta possui uma função primordial na preservação do solo, evitando erosões. De uma maneira mais profunda, a resistência e a facilidade de proliferação dessa planta são ações preventivas da natureza para locais sem vegetação.

Em outras palavras, locais que não possuem vegetação estão mais propensos a erosões do solo, principalmente em encostas de rios e lagos. Por isso, o capim pé de galinha é um aliado na prevenção a assoreamentos, protegendo os canais d’água e seus ecossistemas.

Além disso, as propriedades medicinais do capim pé de galinha podem ser percebidas facilmente quando olhamos os animais. É comum observar galinhas, cães, gatos e outros bichos ingerindo essa planta para curar e proteger seus sistemas digestivos.

Dessa forma, esses animais ingerem o capim para, na sequência, expelir algum alimento que tenha feito mal, ou apenas comem para aliviar dores. As utilizações são diversas, o que torna essa planta, por vezes mal vista, um importante agente da natureza.

Assim, entre os principais benefícios do capim pé de galinha, é possível citar a preservação do solo, a contribuição à saúde dos seres humanos e as curas nos pequenos e grandes animais que acabam procurando ingerir a planta para tratar dores e reações digestivas.

Por isso, este capim é um “mal necessário”, ou seja, apesar de prejudicar a produção rural em diversos aspectos, a planta pode contribuir em uma imensidão de situações.

capim pé de galinha

O capim pé de galinha e a entressafra

Sabendo que o capim pé de galinha é uma erva daninha que prejudica a produção de diversas culturas, é importante saber qual os métodos mais efetivos para controlá-la. Por conta disso, saber o que é o período da entressafra e utilizá-lo para isso é fundamental.

A entressafra compreende o período entre uma safra e outra. Em outras palavras, quando é terminada a colheita de uma safra, por vezes, o solo é mantido em repouso até o plantio da safra subsequente. Essa é a hora de agir para controlar o capim pé de galinha.

Fazendo as aplicações necessárias em plantas que possuam até um perfilho, os resultados serão mais efetivos. Desse modo, a aplicação do cletodim é uma das mais indicadas, visto que esse produto possui ótimos efeitos em plantas de um perfilho.

Já o haloxyfop deve ser também, preferencialmente, aplicado em pantas que possuam apenas um perfilho. Tanto esse quanto o produto anterior devem ser, então, associados ao glifosato. É importante também contar com o apoio de um profissional capacitado.

O glifosato é também uma boa opção para se aplicar em plantas novas, com apenas um perfilho. Porém, esse produto é indicado principalmente para ser empregado na primeira aplicação de um manejo, assim como o cletodim.

Outra opção para ser aplicada é o paraquat, sendo que esse produto é mais indicado para controle da rebrota de exemplares maiores, principalmente em plantas pequenas. Entretanto, existem outras opções desse produto em diante, evidentemente mais fortes.

Herbicidas para pré-emergência

Sendo os produtos anteriores empregados em plantas novas e para controle de pós-emergência, agora citaremos herbicidas para uso em pré-emergência. Nesse sentido, empregar o diclosulam é indicado para conter o banco de sementes, geralmente associado ao glifosato.

Da mesma forma, o flumioxazin é empregado para controlar o banco de sementes, geralmente combinado com o glifosato ou alguma outra substância. Esse produto é usado bastante no sistema de aplique e plante da soja.

Assim como o produto anterior, o S-metolachor se aplica nas mesmas condições, apenas com a ressalva de não ser utilizado em solos arenosos. Já a trifluralina é indicada para ser aplicada em solos com um certo nível de umidade e sem torrões.

O sulfentrazone tem ação semelhante aos produtos citados anteriormente, porém possui uma grande variação na dosagem, conforme o cultivo da soja. Cada um desses produtos possui combinações e dosagens específicas e aconselhamos sempre a procura por um especialista.

Somente com os serviços de um profissional agrônomo é que se pode avaliar a melhor forma de empregar esses herbicidas, evitando efeitos negativos no meio ambiente e respeitando a legislação vigente e os órgãos competentes.

A utilização de produtos químicos

Conforme afirmamos anteriormente, é necessário contar com um profissional habilitado para executar ações de controle ao capim pé de galinha. No entanto, vale lembrar que a utilização errada desses produtos pode gerar uma série de prejuízos ao meio ambiente.

A utilização inadequada desses produtos pode gerar problemas de saúde nas pessoas que o aplicam e que ali trabalham. Portanto, não é só o solo e os animais que podem sofrer com isso. O homem também pode sofrer sérios danos.

Problemas dos mais variados, como desenvolvimento de câncer, fibroses pulmonares, problemas renais e alergias respiratórias, sem contar os riscos para o coração, podem surgir. Dessa forma, vale salientar que esses produtos podem contaminar o ar caso sejam empregados sem conhecimento.

Isso porque eles não contaminam apenas com o toque, mas também o fazem através do ar, do manuseio de colheitas e do solo, sem contar a contaminação da água. Por isso, é de suma importância contar sempre com um profissional agrônomo.

Com o suporte de um profissional habilitado, garante-se o cumprimento da lei e evita-se que danos irreversíveis sejam causados por pura ignorância e falta de preparo. Ou seja, a importância de um profissional para a aplicação de qualquer agrotóxico é fundamental.

O produtor rural que decide manusear esses produtos sem a devida habilitação coloca não só ele mesmo em risco, mais sim uma série de pessoas, além dos ecossistemas ali presentes.

A contaminação da água é um fator inevitável caso as dosagens e aplicações não sejam precisamente calculadas. Portanto, evite qualquer tipo de atitude impensada, já que as consequências podem gerar até mesmo ações criminais.

capim pé de galinha

Capim pé de galinha na economia

Sabendo da tremenda importância dessa planta no meio agrícola, é evidente que ela exerça uma grande influência econômica. Isso porque o capim pé de galinha é uma das cinco piores ervas daninhas que acometem as plantações brasileiras.

Além disso, essa planta é capaz de se proliferar facilmente em qualquer lugar do país, possuindo uma resistência tremenda e facilitando que doenças venham a atacar as plantações. Por conta disso, o orçamento investido em herbicidas para controlar o capim pé de galinha é alto.

Dessa forma, o capim pé de galinha faz com que os produtores invistam boas quantias para mantê-lo sob controle. Isso sem contar que a presença dessa planta no meio das culturas cultivadas pode gerar danos tremendos, pondo em risco boa parte de uma safra.

Evidentemente, isso pode gerar uma série de impactos econômicos na produção, podendo comprometê-la quase que totalmente. Por isso, é de suma importância conhecer as melhores formas de se defender dessa erva daninha.

Entretanto, conforme foi possível observar ao longo do artigo, essa planta tão comum e resistente oferece uma série de benefícios para a saúde do ser humano. Empregando de maneira sábia as propriedades medicinais do capim pé de galinha, é possível poupar dinheiro.

Em outras palavras, o orçamento que seria gasto com remédios e chás para o sistema digestivo, respiratório e outros usos coadjuvantes também pode impactar a economia de uma forma intensa. Isso principalmente pela facilidade em conseguir o capim pé de galinha e a vasta aplicação dele.

4 Replies to “Capim pé de galinha pode trazer benefícios para a saúde”

  • Maristela disse:

    O capim pé de galinha é bom para doenças parkisoniana.?ele é muito usado pra está doença

    • Agro 2.0 disse:

      Olá Maristela,
      o uso do capim pé de galinha de forma medicinal, geralmente, é com foco na sua ação diurética.
      Não conhecemos estudos que comprove nenhuma relação dos efeitos da planta com melhorias para a doença de parkinson.
      Esperamos ter ajudado!

  • Clarinda Carneiro disse:

    Esse capim curou a minha infecção de urina, e também eliminou minhas pedras que tinha no rim.
    Fiz o chá dela sem açucar, e tomei por 9 dias, de manhã em jejum, e a noite quando fui dormir. Tem que tomar esse chá bem quente, porque mata as bactérias.

  • Adenir Stefenon disse:

    Muito boas as informações, parabéns pesquisadora,muito útil as informações pra nós do sítio,pois existe abundância esse capim.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo