Horta vertical é opção sustentável e barata de cultivo em áreas urbanas

Inicio » Agricultura » Horta vertical é opção sustentável e barata de cultivo em áreas urbanas
11/03/2019 Por
Horta vertical é opção sustentável e barata de cultivo em áreas urbanas

A horta vertical é muito procurada por agricultores de pequeno porte

A fama da horta vertical está ligada a facilidade de começar uma plantação do tipo. Isso se deve, principalmente, ao fato de que o investimento necessário para o projeto é bastante pequeno.

Popular, mesmo nas zonas urbanas, a horta vertical é uma plantação de caráter de subsistência e; até por isso, acaba sendo bastante procura como uma forma facilitada de ingresso no mundo agro.

Horta vertical com plantação trepadeira

O que é horta vertical?

Uma horta vertical é uma espécie de plantação caracterizada pela vegetação se encontrar na posição vertical de um determinado local. Por este motivo, este tipo de horta é muito encontrado em locais com pouco espaço para plantação.

É também conhecida como horta de subsistência pelo seu principal caráter ser de plantação de pequeno porte. Portanto, este tipo de horta é muito procurado como forma de ingresso fácil no mundo da agricultura. O investimento para ter uma horta vertical em casa é muito baixo e pode ser feito por todos.

Além de ser uma ótima maneira de trazer um pouco de área verde para casa, é uma oportunidade de ser criativo e ecológico. Muitas hortas verticais são produzidas a partir de materiais recicláveis, tornado a prática uma atividade sustentável.

As vantagens em ter uma horta vertical são das mais variadas. Além do fato de ser capaz de cultivar alimentos em casa por baixo preço e pouco cuidado. Este tipo de horta é significativamente mais saudável, pois seus agricultores não utilizam adubação industrializada na plantação.

As hortas verticais são os tipos de horta mais comuns em apartamento ou locais com pouco espaço para a construção de uma horta. Além dela temos também a horta suspensa, caseira e orgânica.

Dicas para começar uma horta vertical

Para ter uma horta deste tipo em casa é necessário de atentar para alguns poucos detalhes que auxiliam na melhor construção da mesma. Ao pensar em ter uma plantação em casa é necessário planejar o local em que será fornecido, qual o espaço destinado para o mesmo.

Além disso, é essencial planejar que tipo de plantação é ideal para o espaço cedido ao jardim. Alguns fatores importam em questão de estação e tamanho. Há algumas plantas que não adequam à locais com muito sol e vento, é o caso das samambaias, por exemplo. Por outro lado, as flores são as mais pedidas para locais com muita luz em boa parte do dia.

Outro ponto a se ressaltar após delimitar o local e escolher qual o melhor tipo de plantação a ser cultivada, é hora de planejar qual os materiais para sua construção. Dar prioridade para materiais reutilizáveis e/ou de reflorestamento é uma maneira de ser sustentável.

Como fazer uma horta vertical?

Existem inúmeras maneiras de começar uma horta vertical em casa. De painéis à garrafas plásticas,  o investimento é baixo e há um alto resultado.

  • Painel de madeira

É o mais procurado do mercado tanto pela beleza que agrega ao ambiente quanto pela facilidade em montar-lo. Para sua construção é preciso um painel de madeira feito a partir de tábuas, vasos plásticos ou de metal e pregos para fixação.

O primeiro passo é fixar o painel na parede e em seguida os vasos. As vegetações mais encontradas neste tipo de vegetação são flores e ervas pois possuem raiz curta.

  • Cano de PVC

Neste método é necessário o uso de canos de PVC – novos ou velhos – cortados no sentido horizontal de maneira que a plantação tenha espaço para crescer sem que a terra caia para os lados.

Para que os canos fiquem bem fixados e não balancem, há duas maneiras de posicionar os mesmos. Se for locado em um jardim ao ar livre, podem ser fixados em acima do outro com auxílio de arames. Os canos ficam suspensos em uma fileira vertical e comumente são cultivados diferentes tipos de alface.

Caso seu espaço seja interno, os canos podem ser parafusos à parede um cima do outro. Em algumas plantações é encontrado pequenos furos na base do cano com a função manter a irrigação da terra o dia todo.

  • Horta trepadeira

Este tipo de horta é bem conhecido por sua característica mais marcante que é cobrir totalmente uma parede. Esta horta demanda um preparo e investimento maior entretanto o resultado é surpreendente.

Para a construção desta horta é necessário a disponibilidade de um local amplo e arejado, de preferência em um jardim. Há alguns métodos de materiais que podem ser utilizados, entretanto o mais comum é a partir finais tábuas de madeira e grades de metal.

Em seguida, é feito uma espécie de moldura com as finas tábuas de madeira e é preenchida com a grade de metal e fixada em uma parede com grande quantidade de terra embaixo. O próximo passo é criar um ambiente favorável às plantas, a partir de um adubo saudável e se atentar se o painel não está muito acima do solo.

Algumas espécies de plantas trepadeiras que são mais fácies de se aderir às gradas da horta trepadeira do que as outras. As rosas por exemplo se utilizam de seus espinhos para se enganchar na grande. Outra vegetação classificada como trepadeira é a do cipó, são facilmente enroscadas nos arames.

Por outro lado, há aquelas plantas trepadeiras que se adaptam ao meio e criam as chamadas gavinhas. São estruturas de formato filiforme e presentes no órgão preênsil destas plantas. Seu objetivo é fazer com o que a vegetação se entrelace uma na outra e cresça no sentido vertical.

As plantas mais comuns que possuem este caráter são os maracujás e chuchus. Elas auxilam no crescimento da vegetação ao fazer com o que as plantas se entrelaçam nos fios de metal bem como nelas mesmas.

  • Garrafa pet

Um formato muito sustentável de iniciar uma plantação vertical é a partir do reuso de garrafas pet. Para esta horta é necessário garrafas e parafusos.

O primeiro passo é realizar um corte horizontal no plástico de maneira que seja possível preencher a garrafa de terra e tenha espaço para a vegetação crescer. É bem comum observar o cultivo de feijão e hortelã.

Horta vertical com garrafa pet

O próximo passo é fixar as garrafas na horizontal com auxílio de parafusos, e pronto! Já está pronta para cultivo de sementes com raízes curtas. Além disso, a horta vertical pode ser considerada um símbolo de sustentabilidade – já que, em muitos casos, são estruturadas com materiais de reciclagem.

Agro20 | Portal Vida No Campo