Horto florestal e a importância de sua preservação

Inicio » Meio Ambiente » Horto florestal e a importância de sua preservação
15/04/2019 Por
Horto florestal e a importância de sua preservação

O horto florestal é uma área de preservação ambiental de grande importância

O horto florestal é um espaço de propriedade governamental destinado à preservação e manutenção de espécies de plantas e animais em um determinado local. Este tipo de área pode ser encontrado em quase todos os Estados brasileiros, e a de São Paulo é destaque nacional.

O objetivo do horto florestal para o meio acadêmico é voltado para o ramo da pesquisa e da análise de espécies vegetais e animais. Existem hortos dentro de universidades, inclusive, a fim de incentivar e facilitar a pesquisa para os alunos do campus. Os ambientes são mantidos e cuidados por ambientalistas especializados.

O horto florestal é uma área de preservação ambiental

O que é horto florestal?

O horto florestal se refere à um espaço que tem como objetivo o estudo e a multiplicação de espécies florestais. Dentro de um horto podem haver diversas espécies de plantas em estado de preservação ou análise. Existem diversos hortos espalhados pelo Brasil, a fim de realizar a manutenção de espécies nativas de cada região do país. Os espaços são cuidados e cultivados por ambientalistas especializados para garantir melhor manejo das plantas e animais.

Existem também hortos florestais em universidades, como é o caso da Unesc – Universidade do Extremo Sul Catarinense (BR). As espécies cultivadas no horto universitário são de grande utilidade para os alunos do campus, como forma de conhecer e explorar as propriedades das plantas.

Além disso, servem como local de preservação ambiental, uma vez que não há ocorrência de desmatamento. Este horto produz em média 75 mil mudas por ano e consegue suprir necessidades dos cursos de ciências, educação ambiental e paisagismo.

Todos os anos são feitas pesquisas dentro e fora dos campus universitários para melhorar a qualidade dos hortos. Estas práticas são essenciais, tanto para os alunos no ramo das pesquisas como para a formação de uma identidade ecológica.

O termo horto também pode ser referir à uma horta. Esta pequena extensão de terra é compreendida por um jardim em que podem ser plantado variados tipos de hortaliças como, por exemplo, legumes e verduras. Além disso, existem diversos tipos de hortas para cada necessidade no plantio. As mais comuns são as hortas de jardinagem; onde são encontradas áreas de terra destinadas para o cultivo.

Em ambientes de menor espaço, podem ser utilizadas hortas suspensas. Este tipo de vegetação se caracteriza por plantações dispostas de maneira vertical, e têm a vantagem de serem práticas e fáceis de cuidar.

Para que serve o horto florestal?

Os hortos florestais foram criados com o intuito de oferecer um local próprio para preservação e cultivo de diferentes tipos de biomas. Com o tempo, os hortos foram sendo direcionados para o mundo acadêmico. As plantas ali cultivadas são utilizadas no ramo da pesquisa para análise e experiências com amostras.

Além das áreas de preservação e pesquisas, os hortos florestais também são locais de aprendizagem para a comunidade. Em algumas unidades é possível encontrar cursos governamentais gratuitos voltados para a área sustentabilidade e cultivo de hortas.

Embora não existam estatísticas capazes de dizer quantos hortos existem no Brasil, é calculado que cerca há pelo menos um horto por estado brasileiro. Estas extensões de preservação são mantidas pelo governo de cada estado, assim como suas políticas nos setores ambientais.

Horto florestal em São Paulo

Importância do horto florestal

A importância do horto florestal para o meio ambiente e sua sustentabilidade é enorme. Estas extensões de terra destinadas à preservação são responsáveis pela manutenção de não apenas a flora do local, como também da fauna. Os cuidados com um horto devem ser feitos por especialistas a fim de manter a saúde da vegetação.

Em um âmbito geral, os hortos são também locais educativos para a sociedade. A prática e o incentivo à preservação ambiental que os hortos florestais proporcionam são muito importantes. Esta cadeia de pensamentos faz com o que uma nova geração de cidadãos tenha maior consciência ecológica.

Deste modo, os hortos florestais são tão importantes para o meio acadêmico em pesquisas, quanto para um equilíbrio ecológico e para estabelecimento de um pensamento mais sustentável.

Horto florestal em São Paulo

O horto florestal da cidade de São Paulo é um dos maiores do país, e é também conhecido como Parque Estadual Alberto Lofgren. Está localizado na zona norte da capital paulista e conta uma biodiversidade incrível. Foi criado em 1896 como uma das iniciativas da Comissão Geográfica e Geológica de São Paulo, pelo botânico sueco Albert Lofgren.

O horto ocupa uma área de 187 hectares, e apenas 35 deles são de uso público. Ele foi construído próximo ao Parque Estadual da Cantareira e tem acesso fácil ao distrito vizinho, que é o de Tremembé. O horto de São Paulo foi a primeira grande área de preservação da cidade e conta com um serviço florestal especializado para a manutenção das espécies que vivem no espaço. Além disso, serve como referência para outros Estados em razão da forma como é tratado pelos instituto responsável.

Além da áreas de preservação do horto paulista, há também um  playground infantil e pista para cooper. Ele conta com lagos e varias paisagens para descanso e apreciação dos visitantes. O local recebe visitas em todas as épocas do ano, gratuitamente.

O horto florestal é um espaço destinado à pesquisa acadêmica

Ecossistema do horto em São Paulo

O ecossistema do local se destaca pela variedade de seres que abrange. O horto paulista é de caráter botânico e arboreto. Em outras palavras, parte do local é destinado para estudo e classificação das espécies vegetais; enquanto a outra parte é destinada para a preservação de manutenção de plantas cultivadas.

A fauna (vida animal) é diversificada, pois recebe auxilio de proteção de ações governamentais, conhecidas como Unidades de Conservação. Elas possibilitam que animais selvagens sejam criados na extensão do horto em que não há contato com o público. Entre os animais que vivem pelos arredores do horto, podemos citar:

  • macaco-prego
  • tucano
  • gambá
  • martim pescador ou guarda-rios
  • capivaras

A flora (vegetação) do horto florestal se destaca pelo cultivo de biomas nativos da Amazônia como, por exemplo, pau-brasil, pau-ferro, jatobá, entre outros. Contudo, os visitantes não devem os alimentar ou interferir tanto com a flora, quanto com a fauna.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo