Longan é árvore frutífera que adora o clima subtropical

Inicio » Agronegócio » Longan é árvore frutífera que adora o clima subtropical
04/12/2020 Por
Longan é árvore frutífera que adora o clima subtropical

Com origens no sudeste asiático, a longan ainda tenta criar raízes no mercado nacional. Pela semelhança com o clima do sudeste asiático, a longan já teria presença garantida na mesa do brasileiro. No entanto, o pouco conhecimento sobre esse fruto ainda precisa andar muito mais longe para ganhar popularidade.

Claro que ainda existem outros motivos que poderiam garantir um mercado mais seguro e rentável para cultivares da longan. Afinal, há milênios, ela apresenta uma série de benefícios para nosso organismo. Enfim, veja a seguir o que essa árvore pode significar para nosso agronegócio.

Longan

O que é longan?

Longan é mais uma das diversas variedades de plantas frutíferas que chegaram ao Brasil e que têm origem asiática. Aliás, essa proximidade climática com países como Tailândia e China ainda não foi suficiente para conquistar muitos produtores nacionais.

Mercado à parte, essa árvore pode atingir cerca de oito metros de altura, embora os cuidados adequados possam originar mudas que atinjam até os quinze metros. Sobre seus frutos, ela apresenta espécimes quebradiças e com a casca fina.

Além do mais, apresenta uma coloração tradicional em tons marrons, mas a polpa é geralmente doce, saborosa, translúcida e envolta por uma semente. Para você conferir isso de perto, é preciso aguardar a época de maturação, o que costuma ocorrer entre os meses quentes de janeiro e março.

Como plantar longan?

Para você que já entendeu o vasto mercado propício para o fruto, é hora de analisar e planejar como plantar longan. Em relação ao cultivo, indicamos o plantio de mudas já em processo de desenvolvimento.

Isso porque ela, se for plantada a partir de sementes, pode levar pelo menos sete anos para começar a gerar frutos. Fora isto, saiba que a longan adora climas com muito sol, visto que ela não tolera muito frio e ainda tem origem em áreas de clima subtropical.

Além do mais, ao investir em cultivares desse fruto, mantenha o solo do plantio sempre úmido, mas sem excessos. A partir de seu desenvolvimento, as podas de contenções precisam ser regulares, seja ao realizar uma limpeza interna dos galhos ou cortando seus brotos laterais.

Como consumir a fruta longan?

Apesar de existirem algumas receitas bem exóticas, a fruta longan pode ser consumida ao natural, desidratada e até em forma de calda de doces e sobremesas. Sem falar que, em países que consomem muito a fruta, como a China, ela ainda é muito empregada para o preparo de receitas de lanches, sobremesas e sopas.

Falando em gastronomia chinesa, saiba que a longan é conhecida popularmente como “olho de dragão”. Isso porque, ao ter a polpa aberta, seu visual lembra o formato imaginário comum ao vermos a íris de um dragão.

Claro que, pelos milênios dessa cultura, a planta também apresenta vários usos medicinais. Entre eles, já podemos citar que a fruta seca ajuda a reduzir casos de febre e ainda auxilia a controlar casos de insônia.

Longan

Enfim, também costuma ser empregada na prevenção de casos de anemia em crianças, visto que ela é rica em nutrientes como:

  • Vitamina A;
  • Cálcio;
  • Vitamina B1;
  • Carboidratos;
  • Vitamina B2;
  • Ferro;
  • Proteínas;
  • Vitamina C;
  • Potássio.

Em suma, os frutos da longan sempre foram utilizados em áreas como a fitoterapia chinesa. Afinal, além das propriedades nutritivas, sua ingestão ajuda na produção de glóbulos vermelhos, na cicatrização de lesões e até no fortalecimento do sistema imunológico.

As longanas e o cultivo de demais frutas tropicais

Conforme todo bom produtor já sabe, frutas e árvores com as características da longan precisam de alguns cuidados e regras básicas para gerarem frutos e renda. Pensando nisso, para você começar a investir na fruta, temos uma lista básica de como iniciar esse cultivo.

  • Praticamente toda planta frutífera que ocorre em clima tropical precisa de altas temperaturas, embora pequenas oscilações ainda mantenham a produtividade elevada;
  • Falando em clima quente, as longanas demandam um crescimento sob temperaturas médias de vinte e cinco graus;
  • Embora o país seja imenso, nossa indicação é mais rentável para os cultivares nas regiões mais lucrativas, como Nordeste, Norte, Sudeste e Centro-Oeste;
  • Mantenha a irrigação sempre em dia. A falta de água pode ser suprida graças a uma irrigação artificial, seja por aspersão, mangueira, gotejamento ou com um simples balde.

Enfim, caso você queira acrescentar alguns exemplos de sucesso no seu sítio, fazenda ou pomar, as opções para o clima brasileiro são incríveis. Nesse aspecto, confira abaixo alguns frutos que adoram nosso clima e ainda rendem até mesmo em condições domésticas:

  • Maracujá;
  • Acerola;
  • Mamão;
  • Banana;
  • Abacate;
  • Laranja;
  • Jabuticaba.

Longan

Por que investir em um cultivar frutífero?

Além da quase desconhecida longan, o momento de investir na produção e cultivo de árvores frutíferas está quase chegando. Ou seja, para um agricultor antenado, é hora de escolher quais as variedades que podem gerar frutos e renda.

Como primeira dica nossa para você, saiba que existe uma ampla gama de variedades, as quais costumam gerar alta produtividade e muito lucro. Aliás, no geral, é importante mencionar que esse tipo de agronegócio é mais comum nas produções e cultivares familiares.

De qualquer forma, você pode optar por investir no mercado novo da longan e até mesmo implementar o plantio de mudas mais conhecidas. Até porque, ao gosto do brasileiro, essas e outras variedades estão sempre ao alcance de todos.

Apenas no caso clássico e popular das laranjas, você pode dividir uma área e plantar as duas árvores mantendo padrões similares de cuidados e produção. Apesar de muitos produtores nacionais investirem na produção de frutos de diferentes épocas, aqui nossa sugestão é trabalhar e lucrar em um único momento do ano.

Prova disso é que, além de utilizar os frutos exóticos da longan, micro e pequenos produtores lucram com a venda de produtos como pastas para a indústria alimentícia ou doces caseiros em compota. Seja qual for sua opção e escala de produção, essas variedades frutíferas ainda rendem ótimos frutos para atender ao mercado de frutas in natura e ao consumidor ávido por opções novas e sempre naturais. Sem dúvida, vale a pena ficar de olho nas tendências desse mercado em crescimento.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo