Maceração é técnica que permite a obtenção de óleos essenciais

Inicio » Agronegócio » Maceração é técnica que permite a obtenção de óleos essenciais
17/12/2019 Por
Maceração é técnica que permite a obtenção de óleos essenciais

Técnica chamada maceração consiste na extração das propriedades benéficas de ervas e plantas

Extrair frutos e folhas da natureza para utilizar em prol da saúde é uma técnica milenar, utilizado em forma de chás, pomadas e outros produtos naturais. A técnica de maceração, por exemplo, é uma das mais eficazes e simples na hora de extrair princípios ativos desejáveis de algumas plantas e ervas. São propriedades quase sempre terapêuticas, já que são extraídas da natureza.

A maceração de plantas se dá geralmente por meio de um solvente, que pode ser álcool, óleos vegetais e até água em alguns casos. A planta, em contato com esse condutor, vai se dissolvendo e liberando seus princípios ativos.

processo de maceração com ervas em um recipiente

O que é maceração?

O processo de maceração nada mais é do que extrair das plantas, através de um líquido condutor, propriedades que trazem benefícios à pele e a saúde em geral.

Muito comum também, por exemplo, é a maceração de ervas, que já são utilizadas comumente no dia a dia, em chás e outras receitas caseiras.

Porém, esse processo pode levar dias e até meses, mas sua eficácia é garantida para retirar as propriedades da planta.

Maceração de ervas

Uma dúvida muito comum, que aliás, você pode estar se perguntando agora, é sobre como macerar ervas. Primeiro é preciso entender que cada erva contém propriedades diferentes umas das outras e servem para determinados fins.

Veja alguns exemplos:

  • Alfazema, que é relaxante e cicatrizante;
  • Alecrim, popular em muitas receitas, contém uma boa energia e é indicado para massagens também;
  • Calêndula, com propriedades antioxidantes, é excelente para peles ressecadas. Muito utilizada em pomadas infantis por ser também calmante e anti-inflamatória. Indicada também como pós-sol e para massagens no período menstrual;
  • Camomila, essa velha conhecida por suas propriedades calmantes, ajuda a relaxar além do corpo, a mente e as emoções.

Ainda podem ser usadas cúrcuma, gengibre, hortelã, dentre outras tantas.

Contudo, para fazer o processo de maceração em casa, é melhor optar por ervas que tenham funções terapêuticas e calmantes para as emoções e a pele. O preparo dos produtos pode ser feito com óleos essenciais, todos naturais, como óleo de jojoba, semente de uva ou até um bom azeite extravirgem, além do álcool.

Entretanto, lembre-se de usar as ervas já secas, e se deixar secar em casa, fique atento para não reter nenhuma umidade, pois prejudica o processo final.

óleos são extraídos através da maceração

Como fazer óleos essenciais

O óleo deve ser condicionado em um recipiente limpo, e, em seguida, adicione a erva seca de sua preferência. Tampe o recipiente e agite por alguns instantes. Após, feche bem e guarde em local bem escuro, sem entrada de luz. Todos os dias, durante 15 dias, agite levemente o recipiente.

Então, aos poucos as ervas liberam suas propriedades benéficas, que se somam às do óleo utilizado, trazendo mais benefícios ainda.

Como recomendação, pode-se utilizar como medida cerca de 50 gramas de erva embebidas em 100 ml de óleo.
O preparo resultante da maceração dura cerca de 6 meses, mas é bom ficar atento sempre a densidade, cor e aroma do produto.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo