Óleo de coco é utilizado desde a culinária até procedimentos estéticos

Home » Agronegócio » Óleo de coco é utilizado desde a culinária até procedimentos estéticos
18/10/2019 by
Óleo de coco é utilizado desde a culinária até procedimentos estéticos

Bastante versátil e útil em diversos preparos, o óleo de coco é um dos mais procurados do mercado

Entre os diversos óleos vegetais usados atualmente, o óleo de coco é um dos mais populares e com aplicações bem variadas.

O óleo de coco é comumente usado na gastronomia, tendo mostrado bons resultados para a saúde. Na indústria, esse composto também é utilizado na composição de alguns cremes e soluções.

Óleo de coco

O que é óleo de coco?

Óleo de coco é o óleo vegetal extraído do processo de prensa da polpa ou cerne do coco.

O coco referido é a fruta tradicionalmente conhecida e pertencente à árvore da espécie Cocos nucifera. Ela nasce dos coqueiros, planta bastante popular no litoral, especialmente o nordestino.

O óleo de coco, também conhecido como azeite de coco ou manteiga de coco, possui uma consistência viscosa e aparência esbranquiçada. Quando em contato com o calor, torna-se mais líquido e transparente.

Se exposto a uma temperatura mais baixa, esse óleo pode endurecer um pouco, mas sem estragar.

A sua validade, inclusive, é bastante extensa, permanecendo bom para consumo e utilização mesmo depois de algum tempo armazenado.

Nos últimos anos, esse composto tem ganhado uma popularidade crescente. Isso de dá por conta dos benefícios do óleo de coco, que serão apresentados a seguir.

Esse óleo pode ter duas variações, dependendo do coco que é usado para a extração.

Quando usado o coco seco, o resultado é o óleo refinado. Quando usado o coco fresco, o resultado é o óleo extravirgem.

Os benefícios do óleo de coco

Esse óleo possui benefícios que são questionados por parte da comunidade médica.

Alguns médicos e cientistas argumentam que não há comprovação de que o composto traga benefícios para a saúde. Contudo, essa opinião não é uma unanimidade e contrasta bastante com a riqueza de nutrientes presente no óleo.

O óleo de coco tem uma alta concentração de um tipo diferente de gordura saturada, os triglicérides de cadeia média (TCM). Esse substrato tem como vantagem principal a rápida absorção pelo organismo, evitando o acúmulo de gordura pelo corpo, especialmente no fígado.

Essa característica do óleo é o que oferece um de seus principais benefícios, que é o auxílio na perda de peso.

De acordo com estudos comparativos, a ingestão desse óleo, quando comparado a outros óleos de origem vegetal, acelera a quebra de gordura no organismo. Isso acaba propiciando uma maior queima de calorias, aumentando a perda de peso.

Contudo, esses estudos não conseguiram identificar o mecanismo responsável por essa alteração.

Mas é importante destacar que o óleo de coco também produz saciedade. Quem está procurando emagrecer sabe como essa sensação é importante.

Outro importante benefício desse óleo é a melhora na imunidade. A presença dos ácidos láurico e cáprico em sua composição ajuda a regular o sistema imunológico.

Testes preliminares também indicaram que esse óleo auxilia a evitar a prisão de ventre, contribui para o brilho dos cabelos e ainda ajuda no controle do colesterol.

Óleo de coco

Como usar esse óleo para cozinhar?

Mas como extrair esses benefícios do óleo de coco? É na cozinha que esse componente é mais utilizado, sendo um item frequente no preparo de vários alimentos. Ele geralmente entra como substituto dos óleos vegetais, como óleo de soja, óleo de girassol e outros.

Uma de suas vantagens é o fato de ele resistir a altas temperaturas sem perder suas propriedades nutricionais. A presença da gordura de cadeia média é o que permite essa capacidade.

Contudo, há aqueles que contraindicam essa forma de utilização.

O motivo é bastante simples: o óleo de coco, quando exposto em altas temperaturas, acaba liberando o odor característico da fruta. Ou seja, não deve ser muito agradável comer uma batata frita ou carne com um leve gosto de coco.

Mas existem outras formas bastante simples de usar o óleo de coco para cozinhar.

Os chefs recomendam utilizar esse composto para finalizar pratos. Sim, exatamente da mesma forma que muitos usam o azeite de oliva.

Pratos com arroz e peixe, por exemplo, podem tirar bastante proveito do sabor desse óleo. Já a sua versão extravirgem é mais recomendada para o tempero de saladas.

Algumas pessoas também utilizam esse óleo no preparo de bolos, tortas, iogurtes, sucos e vitaminas.

Entretanto, é preciso saber dosar a sua quantidade exatamente para não correr o risco de os pratos ficarem com um gosto muito acentuado de coco.

Se esse não é um problema para você, vá em frente.

Óleo de coco

Como esse óleo é usado na indústria?

Esse óleo também tem usos importantes dentro da indústria, especialmente na área de cosméticos.

No combate à pele seca e quebradiça, o óleo de coco pode ser usado como um bom hidratante natural.

Ao ser usado sobre a pele, o composto forma uma barreira de proteção. Até mesmo a sensação áspera da pele pode ser diminuída com a utilização desse óleo.

Em óleos essenciais, esse óleo pode ajudar em outros aspectos.

Além do aroma natural de coco, a sua viscosidade ajuda a fazer a função demaquilante. Ou seja, esse óleo usado em alguns produtos funciona como um bom removedor de maquiagem.

Como se isso não bastasse, algumas pessoas ainda usam o óleo de coco para esfoliação da pele, como um óleo bactericida e até para desodorizar as axilas e os pés.

Realmente são funções bem diversas para um único composto.

Onde adquirir o óleo de coco natural?

Extrair o óleo de coco natural não é fácil. Além de processos específicos, seriam necessárias muitas frutas para produzir uma pequena quantidade desse óleo.

Por isso, o jeito mais fácil de ter o óleo é adquiri-lo em lojas de produtos naturais ou supermercados.

Graças à sua popularidade, tornou-se relativamente fácil encontrar esse óleo nas grandes cidades.

Contudo, ele ainda possui um preço elevado, especialmente se comparado aos outros óleos vegetais.

Mas o óleo de coco possui um conjunto de benefícios que os outros óleos não possuem. Por isso, vale a pena considerar a utilização dele em sua alimentação ou até mesmo como um cosmético nos diversos produtos em que ele está presente.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo