Alfazema é uma planta popular e versátil de propriedades medicinais

Inicio » Agricultura » Alfazema é uma planta popular e versátil de propriedades medicinais
21/09/2019 Por
Alfazema é uma planta popular e versátil de propriedades medicinais

Oferecendo uma série de benefícios, a alfazema é uma planta de grande poder medicinal e comercial

A alfazema vem sendo utilizada há anos. O chá da planta, por exemplo, é uma das formas mais tradicionais de se combater sintomas como a enxaqueca, a má digestão e as irritações no estômago.

Entretanto, poucos sabem que a planta usada no chá de alfazema possui muitos outros benefícios para a saúde e usos dentro da indústria.

Alfazema

O que é alfazema?

Alfazema é uma planta medicinal bastante versátil e frequentemente confundida com a lavanda. Essas duas plantas pertencem a espécies e subespécies diferentes, embora tenham a mesma aplicação e aparência.

A flor de alfazema é bastante conhecida por sua coloração característica. Ela geralmente se apresenta nas cores azul, lilás, roxo e violeta (variações e misturas dessas cores também são comuns).

Além do benefício medicinal, a planta também tem usos importantes na indústria. Seu óleo é frequentemente utilizado para dar o odor característico a cosméticos, perfumes e principalmente produtos de limpeza.

A alfazema também pode ser utilizada para fazer o tradicional banho de alfazema ou ser usada em massagens terapêuticas usando o óleo essencial.

O que é chá de alfazema?

Chá de alfazema é uma infusão que utiliza a flor da planta em seu preparo.

Trata-se de um método bastante usado para aliviar os sintomas de diversos problemas. Entre os mais comuns, podemos mencionar as dores de cabeça (como enxaqueca) e musculares, as irritações no trato estomacal e a má digestão.

Entretanto, outras condições podem se beneficiar do uso do chá de alfazema. Ansiedade, depressão e até picadas de inseto podem ser amenizadas com o uso desse chá.

Mas é importante destacar que a utilização de plantas medicinais requer cuidados para ser eficiente. Nada substitui a consulta ao profissional de saúde caso condições mais graves sejam identificadas.

Como fazer o chá de alfazema?

Preparar o chá de alfazema é bem simples e não requer grandes esforços. Tudo o que você vai precisar é dos seguintes ingredientes:

  • 100 gramas de flores de alfazema;
  • 1 litro de água fervente.

Para fazer o chá, comece fervendo o litro de água em uma leiteira ou panela. Assim que levantar fervura, adicione as flores da planta e aguarde 5 minutos sob fogo baixo.

Passado esse tempo, retire o recipiente do fogo, tampe-o para abafar o vapor e deixe repousar durante 10 minutos.

Antes de beber, use uma peneira para coar. É indicado que o chá seja consumido no máximo três vezes ao dia.

Alfazema

Banho de alfazema

O banho de alfazema é outra forma eficiente de utilizar as flores dessa planta.

Entre os benefícios, podemos citar:

  • Efeito relaxante e calmante;
  • Redução no nível de estresse e ansiedade;
  • Combate aos problemas de sono.

Para fazer o banho de alfazema, tudo o que você precisa é adicionar 100 gramas de flores de alfazema a uma banheira com água quente ou pingar de 6 a 7 gotas do óleo essencial dessa planta.

Isso vai ser o suficiente para proporcionar os benefícios dessa planta incrível.

Alternativamente, também é possível adicionar as flores da alfazema em um saquinho e pendurá-lo logo abaixo do chuveiro. Dessa forma, também é possível colher os benefícios da flor.

Diferença entre alfazema e lavanda

Essa confusão é bastante comum entre os que consomem o chá de alfazema. Porém, alfazema e lavanda não são a mesma coisa.

A alfazema é a planta de nome científico Lavandula latifolia.

O termo lavanda, na verdade, faz referência ao gênero de todas as variedades, o Lavandula sp., que possui um total de 25 outras espécies.

O diferencial do chá de alfazema é o fato de ele possuir um odor mais forte quando comparada às outras lavandas. O perfume de alfazema é mais parecido com o de cânfora, destacando-a das demais variações.

A confusão entre os dois nomes provavelmente se dá pelo fato de que a lavanda é conhecida como alfazema em Portugal. Porém, como já explicado, estamos falando de dois termos tecnicamente diferentes.

Apesar da distinção com relação ao odor, a alfazema possui muitas características em comum com as outras lavandas. A aparência e os usos/benefícios são os mesmos para todas as espécies de lavandas.

Como é a flor de alfazema?

A flor de alfazema, bem como das outras lavandas, possui uma aparência bem característica. Todas se assemelham a espigas de milho que caem uma sobre as outras, como cachos.

Por ser uma planta pertencente à região do Mediterrâneo, é mais comum encontrarmos as suas flores nos países da Europa, norte da África e algumas partes do Oriente Médio.

A planta tem a capacidade de resistir a grandes variações de temperatura e umidade do ar. Além disso, o cultivo dessa planta não requer cuidados complexos, sendo facilmente cultivada em diversas regiões.

Alfazema

Para que serve a alfazema?

Além dos benefícios medicinais do chá de alfazema e do banho de alfazema, a planta possui muitos outros usos. E existe até mesmo uma explicação para entender para que serve a alfazema.

O termo “lavanda”, que está presente no gênero da planta, vem do latim lavandus e significa “lavar”. Por esse motivo, geralmente associa-se as plantas dessa variedade a produtos de limpeza.

Desinfetantes, sabões, amaciantes e perfumadores de ambiente são exemplos de produtos que utilizam o óleo e o perfume de alfazema.

Algumas crenças e tradições também acreditam que as lavandas estão ligadas a revitalização de energia. Por isso, muitos utilizam a alfazema para harmonizar ambientes como plantas ornamentais ou criar sais de banho com sua essência.

Plantio de alfazema

Para plantar a alfazema, o ideal é manter um espaçamento de 50 centímetros entre cada planta, além de 1 metro entre as linhas.

Em cada cova, para que se obtenha bons resultados, podem ser usados itens como calcário, fósforo e nim. Depois de alguns dias é que se deve fazer o plantio, já que esses itens estarão bem incorporados à terra e, assim, permitirão que a planta se desenvolva melhor.

A alfazema deve ter o solo bem preparado para plantio. Como ela não se dá bem com o excesso de água, seu terreno deve ser muito bem drenado. Temperaturas mais altas não causam tantos danos às plantações, desde que o tempo esteja seco.

No Brasil, como o verão é quente, mas traz consigo um calor chuvoso e úmido, as chuvas acabam sendo um inimigo da planta.

O chá de alfazema é uma das formas mais tradicionais e eficientes de se explorar os benefícios dessa planta. Porém, outros métodos podem ser usados, como o banho de alfazema e a massagem usando o óleo essencial.

Também é importante destacar que essa planta tem usos importantes dentro da indústria. É bastante normal encontrar produtos que possuem o perfume de alfazema, principalmente aqueles ligados à limpeza.

Portanto, essa planta é realmente muito versátil, embora o chá de alfazema realmente seja a sua aplicação principal e a mais procurada entre os amantes de seu perfume.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo