Mel de uruçu é amarelado e é produzido pela abelha uruçu

Inicio » Agronegócio » Mel de uruçu é amarelado e é produzido pela abelha uruçu
13/07/2020 Por
Mel de uruçu é amarelado e é produzido pela abelha uruçu

Com propriedades que fazem bem à saúde, mel de uruçu é mais encontrado no Nordeste

As abelhas uruçu são as famosas abelhas sem ferrão. São elas as responsáveis pela produção do mel de uruçu, saboroso e benéfico para a saúde.

O mel de uruçu possui propriedades antibacterianas, um alto teor de água e é rico em antioxidantes e propriedades energéticas.

Mel de manuka

O que é mel de uruçu

O mel de uruçu é o mel produzido pela abelha uruçu, uma abelha sem ferrão, tendo como características alto teor de água e propriedades antibacterianas. Ademais, contém menos açúcar que outros tipos de mel e seu sabor lembra o própolis.

Um antigo adoçante de fonte natural utilizado pela humanidade, o mel sempre foi muito consumido. Porém, ao contrário do que muita gente pensa, mel não é tudo igual. Uma de suas variedades, o mel de uruçu, é considerado um dos mais especiais.

O mel de uruçu amarela é um dos mais saborosos e se diferencia por sua consistência, cor, e aroma.
As características físico-químicas dessa variedade também atendem as exigências da legislação brasileira. A legislação tem como base o mel da Apis mellifera, a popular abelha-europeia ou abelha – doméstica, que possui ferrão.

Por conter mais umidade que os demais, esse mel pode fermentar mais rápido. As abelhas sem ferrão (ou meliponídeas) acrescentam um ingrediente especial das glândulas salivares. Assim, elas deixam o mel com uma leve acidez e menos enjoativo, já que não contém muito açúcar.
É um dos tipos de mel que contém nutrientes essenciais para a saúde, como proteínas, vitaminas e gorduras.

Uruçu

As abelhas uruçu são nativas do Nordeste do Brasil, muito encontrada em matas nos litorais nordestinos, preferindo locais úmidos para fazer suas colmeias, geralmente em árvores.

A palavra uruçu deriva do tupi “eiru su”, que significa abelha grande. Isso, devido às várias abelhas do mesmo gênero, que se encontram também no Norte do país. Nessas regiões, é possível encontras as abelhas uruçu amarela e uruçu verdadeira.

Mel de uruçu

De fácil manejo, as abelhas sem ferrão vivem em colônias e não costumam ser agressivas. Ademais, como não possuem ferrão, sua defesa é “beliscar” a pele quando incomodada.

O mel de uruçu é diferenciado porque a essa abelha não visita qualquer flor, ela tem suas preferências e especificidades. Apesar disso, todos os tipos de mel mudam a cor e o sabor dependendo da época da floração e de cada região.

O mel é utilizado há anos como receitas caseiras para ajudar a curar gripes, resfriados, fraquezas e problemas pulmonares. Além disso, também auxilia o funcionamento do organismo, pois o mel cru é um alimento probiótico, ajudando a flora bacteriana do corpo humano.

Contudo, dentre as espécies de abelhas sem ferrão, ainda destacam-se a uruçu-amarela; guarupu; iraí; jataí; jataí-da-terra e mandaçaia. Os povos indígenas já tinham conhecimentos sobre essas abelhas, tanto que seus nomes derivam do tupo antigo.

Assim, o mel de uruçu é mais uma opção saudável para incrementar em seu dia a dia, seja como adoçante ou para acompanhar um café da manhã e lanches.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo