Molho holandês leva gemas, manteiga, sal e suco de limão

Inicio » Agronegócio » Molho holandês leva gemas, manteiga, sal e suco de limão
20/10/2020 Por
Molho holandês leva gemas, manteiga, sal e suco de limão

Considerado um clássico, o molho holandês é um dos mais saborosos da gastronomia. Sem dúvidas, os molhos são os principais responsáveis por trazer cremosidade para qualquer receita. Acima de tudo, esse item tão importante da culinária representa um dos principais acompanhamentos de qualquer iguaria gastronômica bem feito. O preparo de um molho pode ser primordial para trazer mais sabor e realce a outro ingrediente, e ao mesmo ser simples e prático de ser realizado, mesmo em casa.

Dentre os destaques dos melhores molhos, está o molho holandês, que fica ótimo até mesmo com pratos simples, como a batata frita. Se você deseja aprender um pouco mais sobre essa receita e também como fazer molho holandês, continue lendo o texto a seguir. Nele você vai ver uma incrível receita do molho e conhecer um pouco mais sobre a sua história.

Molho holandês

O que é molho holandês?

Molho holandês, também conhecido como molho holandaise, é uma receita clássica de origem francesa e é considerado como um dos mais saborosos da culinária internacional. Apesar da simplicidade de seu preparo, é uma receita apreciada e enaltecida nos mais variados tipos de restaurantes e cozinhas ao redor do mundo.

Sobretudo, o molho é um ótimo acompanhamento para pratos com carnes e peixes, mas sua utilização é admitida de modo geral. Por isso, pode incrementar pratos com frituras e petiscos, como batatas fritas, bem como saladas, vegetais e ovos.

Outro destaque em relação ao preparo do molho holandês é que leva ingredientes básicos da cozinha, sendo primordialmente a manteiga, suco de limão, gema de ovo e sal. Em resumo, para preparar o molho, é feita uma emulsão entre a gordura da manteiga e água, com estabilização através da gema.

Nesse contexto, o preparo deve ser visto como sofisticado e capaz de trazer bastante cremosidade e delicadeza ao prato.

Dentre as principais receitas realizadas com o molho, pode-se citar os ovos Benedict, preparo norte-americano que leva muffin inglês, ovo escaldado e bacon. Esse prato é comumente feito para consumo no período da manhã, o que mostra também a versatilidade do molho holandês para acompanhar até mesmo essa refeição.

Origem do molho holandês

Com certeza, esse é um dos molhos mais conhecidos por qualquer aspirante a chef de cozinha. Mas como se deu a sua origem?

Acerca do tema, a história diz que o preparo do molho holandês teve sua primeira publicação no ano de 1651 no livro do cozinheiro François Varenne (Le Cuisiner François). A receita seria primordialmente para servir de acompanhamento aos aspargos, ingrediente comum do país na época.

Ou seja, apesar do nome, o molho não teve origem na Holanda, mas sim na França. Outra curiosidade é que esse molho é também conhecido como Isigny, em homenagem à cidade de Isigny-sur-Mer, localizada na região da Normandia e que tem fama em razão de sua manteiga, uma das estrelas para o preparo do molho.

Molho holandês

Receita de molho holandês

Sem dúvidas, vale a pena saber como preparar o molho holandês em casa. Com efeito, é perfeitamente possível fazer a receita e alcançar um excelente resultado.

Ficou interessado nesse molho encorpado, cremoso e com muito sabor? Veja abaixo uma ótima receita de molho holandês.

Os ingredientes necessários para a receita são os seguintes:

  • 200g de manteiga ou margarina;
  • 2 gemas de ovo;
  • Caldo de um limão;
  • 2 colheres de sopa de água;
  • 1 colher de sopa de vinagre de maçã;
  • Sal a gosto;
  • Pimenta do reino.

Modo de preparo do molho holandês

Para realizar o preparo do molho, é preciso saber inicialmente que ele é feito em banho-maria. Por isso, coloque água até a metade de uma panela grande e deposite nela outro recipiente, como uma tigela. Deixe a panela sob fogo alto.

Em outra panela pequena, proceda ao derretimento da manteiga até que ela esteja completamente líquida. Quando chegar nesse ponto, retire do fogo e reserve.

Numa tigela, misture o vinagre, as gemas de ovo e a água e vá batendo com um batedor de arame ou fouet por cerca de quatro minutos. Faça isso até que a mistura adquira uma textura mais aerada.

Assim que a água do banho-maria estiver quente, retire do fogo e despeje a mistura de vinagre e gemas de ovo na tigela, que deve estar encaixada na panela grande.

Logo em seguida, prossiga com o batimento dos ingredientes, de forma vigorosa, utilizando também o fouet. Faça isso de forma contínua enquanto vai acrescentando, lentamente, a manteiga que foi derretida no início.

Prossiga misturando bem, a fim de que a mistura de gemas e manteiga alcance uma textura mais encorpada. Fique atento para não deixar que a água do banho-maria fique quente demais ou ferva, pois o vapor é suficiente para cozinhar o molho na forma correta.

Assim que o molho estiver mais cremoso e vistoso, remova a tigela do banho-maria. Por fim, adicione o caldo do limão, bem como os temperos a gosto, como sal e pimenta-do-reino. O molho deve ser servido imediatamente após o preparo.

Molho holandês

Holandaise

Achou interessante? Como visto, o preparo do molho holandês pode ser realizado em casa de forma simples e prática, valendo a pena essa experiência. Ter o conhecimento de como preparar esse molho pode ser um aspecto relevante para agregar sabor a qualquer prato simples.

O molho holandês, ou holandaise, na língua original, pode ser definido principalmente por consistir numa emulsão de gordura (manteiga) e gema de ovo. Além disso, outra característica marcante do seu gosto é o toque cítrico, trazido pelo suco de limão, que é um ingrediente que não pode faltar para esse preparo. Outrossim, cabe mencionar que embora tenha essa base em um item gorduroso como a manteiga, o molho possui textura leve e delicada.

Conforme pôde ser explicado, o molho holandês é um dos molhos mais clássicos da gastronomia francesa. Por isso, ele pode ser visto perfeitamente como o acompanhamento adequado para os mais variados tipos de prato. Ele é responsável por trazer enorme cremosidade e sofisticação às receitas em que é utilizado. Não deixe de fazer essa receita que leva ingredientes básicos e pode mudar todo o sabor de um prato.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo