Peixes de água doce por trás de suas particularidades

Inicio » Pecuária » Peixes de água doce por trás de suas particularidades
09/04/2019 Por
Peixes de água doce por trás de suas particularidades

Peixes de água doce e suas características particulares

Os peixes de água doce são encontrados em todas em regiões do Brasil. Existem milhares de espécies espalhadas pelo território brasileiro, cada uma com suas características e particularidades, seja em relação ao habitat, à alimentação ou reprodução.

Esses peixes de água doce diferem-se dos peixes de água salgada, principalmente, por conta do meio em que vivem. A água influencia diretamente em suas caraterísticas e na qualidade da carne e, por isso, significa uma enorme diferença entre as mais variadas espécies de peixes.

Peixes de água doce: cardume

O que são peixes de água doce?

Os peixes de água doce são inúmeros e possuem grande variedade de habitats e formas. Todas as espécies englobam características diferentes entre si, principalmente em relação ao comportamento variado. Alguns destes peixes possuem hábitos noturnos e pouco se movimentam durante o dia. Além disso, alguns necessitam de menos oxigênio que outros.

Os peixes, no geral, são classificados como recursos de grande importância, principalmente pelo fato de servirem como alimento e por, ao serem capturados por pescadores recreativos, servirem como animais de estimação, expostos em aquários públicos ou até mesmo criados por aquaristas. Por muitos anos estes animais tiveram papel essencial dentro das culturas, sendo usados como símbolos religiosos, divindades, e até como temas de livros, filmes e de arte.

Há algumas espécies de peixes mais conhecidas do que outras. Confira, a seguir, os principais tipos de peixes de água doce.

Peixe saicanga

O saicanga é também conhecido como peixe cachorra. Esta espécie pode ser encontrada nas regiões de Araguaia Tocantins, Bacia Amazônica, São Francisco e Prata. Ele habita principalmente lagoas e represas, porções e estirões com proximidade à pedras, pedreiras, paus e galhadas. Em outras palavras, geralmente vive em água parada ou com pouca correnteza.

Este é um tipo de peixe carnívoro, agressivo ao entardecer e nas primeiras horas do dia. Sua alimentação baseia-se em pequenos peixes, insetos terrestres e aquáticos e, muito raramente, em raízes de vegetais. O ataque é realizado em cardume. Após isso, eles voltam depressa para algum local que os sirva de abrigo.

Sua reprodução é feita praticamente no verão, entre o mês de novembro a maio. A desova é realizada somente em planícies alagadas, resultantes de alguma enchente.

Suas principais características são:

  • Corpo com escamas pequenas;
  • Agressividade;
  • Valentia;
  • Corpo comprimido nas laterais e alongado;
  • Coloração prateada, com muito brilho e uniformemente intensa;
  • Metade posterior do corpo é onde as nadadeiras dorsais são encontradas;
  • Nadadeiras caudais com raios medianos prolongados e filamento avermelhado ou amarelado, com uma parte mais escura;
  • Boca diagonal e grande;
  • Focinho longo;
  • Dentes para fora da mandíbula, muito afiados e grandes;
  • Comprimento máximo de 20 cm;
  • Peso aproximado de 500 gramas.

No entanto, este tipo de peixe tem pouca importância – tanto para a comercialização quanto para as atividades de pesca esportiva.

Peixe tabarana

Peixes de água doce: peixe dourado

O tabarana – também conhecido como dourado branco – pode ser encontrado nas regiões da Bacia Amazônica, Tocantins Araguaia, Prata, São Francisco e nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil.

É um peixe ósseo de escamas, muito parecido com o parente dourado. No entanto, esta espécie possui coloração prateada, pesa cerca de 1 kg e mede aproximadamente 35 centímetros.

Suas características de maior destaque são as linhas pretas longitudinais, a boca rasgada, maxilar firme e dentes grandes e fortes. As nadadeiras possuem coloração vermelha alaranjada. Além disso, é um peixe predador compulsivo, saltador, valente e muito esportivo.

Seu habitat natural são as águas cristalinas e rasas, com mais ou menos 1 m de profundidade. Entretanto, essa espécie só é localizada em rios preservados com matas ciliares intactas protegendo-o. Pode ser encontrado facilmente antes do período de chuva, em épocas com águas claras, principalmente durante o verão.

Geralmente o Tabarana alimenta-se de pequenos peixes, sendo o lambari sua isca principal. Já em relação a sua reprodução, ela é realizada em migrações reprodutivas com demais peixes.

Peixe jurupoca

O jurupoca é também conhecido como jiripoca ou jerupoca. Esta espécie pode ser encontrada nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil, além dos Estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.

Seu habitat natural são as bocas das lagoas, as partes com maior profundidade dos rios e a vegetação aquática que desenvolve-se nas margens. É um peixe carnívoro, ou melhor, piscívoro, pois alimenta-se de outros vários peixes. Já a reprodução desta espécie é realizada em grandes migrações e ele apresenta características de hábitos noturnos.

Suas principais características são:

  • Carne com qualidade e muito saborosa;
  • Peixe de couro, ou seja, não possuem escamas;
  • Possui coloração castanha esverdeada ou amarelada, com parte branca no ventre;
  • Manchas pretas em toda a extensão do corpo, com formato oval e tamanhos variáveis;
  • Boca voltada para cima;
  • Mandíbula maior que o maxilar superior;
  • Médio porte;
  • Comprimento com no máximo 60 cm;
  • Peso aproximado de 3 kg.

Peixe tucunaré

O tucunaré é também conhecido como tucunaré amarelo. Esta espécie pode ser encontrada na Amazonas e nas regiões nordeste, sudeste e centro oeste do país.

Ele é conhecido como um dos peixes de rio, portanto costuma habitar represas, rios, açudes e tanques de piscicultura. O tucunaré é um peixe carnívoro, alimenta-se principalmente de camarões e  de outros peixes. Costuma perseguir sua presa e, ao iniciar o ataque, não desiste até que a tenha pego.

Sua reprodução acontece por meio da formação de casais entre si, reproduzindo-se em ambientes com águas paradas. Assim, nesses locais eles costumam construir seus ninhos e cuidar de toda a prole.

Suas principais características são, por exemplo:

  • Possui escamas;
  • Corpo pouco comprimido e muito alongado;
  • Coloração amarelada;
  • Manchas de cor preta e verticais em algumas partes do corpo;
  • Na região mais comprimido do corpo, há a presença de uma mancha redondo (ocelo);
  • Rápido;
  • Forte;
  • Agressivo;
  • Não realiza migrações, por isso é muito sedentário;
  • Hábitos diurnos;
  • Comprimento com no máximo 30 cm ou um pouco mais de 1 m.

Peixe piraputanga

A espécie de peixe piraputanga é geralmente encontrada na Bacia do Paraná ao Paraguai e na região Centro-Oeste do Brasil. Além disso, ele costuma habitar beira dos rios, poços, pequenas correntezas e embaixo de árvores que dão fruto.

É também um peixe carnívoro, que alimenta-se de outros peixes menores, de insetos, de frutos e de flores. Em relação a sua reprodução, ela é realizada em migração reprodutiva, ocorrendo entre os meses de novembro a dezembro, podendo estender-se à janeiro.

Suas características são, entre outras:

  • Peixe de escamas;
  • Carne com alta qualidade;
  • Dentes dispostos em três fileiras no pré maxilar;
  • Corpo pouco comprimido e bem alongado;
  • Coloração amarelada fora da água;
  • Nadadeira caudal de cor vermelha com uma faixa preta;
  • Demais nadadeiras com coloração alaranjada;
  • Comprimento de até 50 cm;
  • Peso aproximado de 3 kg.

Peixe piraíba

O piraíba é também conhecido como filhote e pode ser encontrado nas Bacias Amazônicas e em Tocantins, Araguaia. Seu habitat natural costuma ser nas calhas profundas que estão nos grandes rios.

Este é um tipo de peixe carnívoro e também piscívoro, alimentando-se de outros peixes. É uma espécie que realiza a piracema – período de reprodução dos peixes. Eles são capazes de percorrer mais de 4 mil quilômetros com o intuito de encontrar o lugar certo para a desova.

Suas principais características são, por exemplo:

  • Peixe de couro;
  • 3m de comprimento;
  • Peso de 150 kg;
  • Cabeça baixa;
  • Corpo arredondado;
  • Olhos pequenos;
  • Boca sub inferior;
  • Os peixes jovens possuem coloração mais clara, com manchas escuras e arredondadas;
  • Os adultos têm coloração cinza escura amarronzada na parte do dorso e mais clara na parte do ventre.

Diferença entre peixes de água doce e salgada

Peixes de água doce: peixes de rios

Os peixes de água salgada são maiores, mais coloridos e mais ativos. Sua carne é mais salgada, porém é mais leve e tem menos gordura. Suas características são bem particulares, já que o teor de sal no mar é mais intenso e isso acaba impactando na vida dos animais.

Já os peixes de água doce são menores e realizam a reprodução em rios e lagos. Assim, eles costumam absorver mais água do meio e são capazes de eliminar maior quantidade através da urina. Suas características são bem diferentes das espécies de água salgada, pois seus líquidos corporais são muito mais concentrados.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo