Pimentão recheado fica bem assado, frito e até na churrasqueira

Inicio » Agronegócio » Pimentão recheado fica bem assado, frito e até na churrasqueira
10/11/2020 Por
Pimentão recheado fica bem assado, frito e até na churrasqueira

Pimentão recheado é uma iguaria apreciada em vários países ao redor do mundo. O pimentão recheado pode ser preparado com os mais diferentes ingredientes, uma vez que o seu sabor inconfundível harmoniza perfeitamente tanto com proteína animal, quanto com cereais e leguminosas.

Pimentão recheado, presente na culinária de países latino-americanos, europeus e asiáticos, traz colorido, sabor e muitos nutrientes para a mesa dos brasileiros.

Pimentão recheado

O que é pimentão?

Pimentão é uma hortaliça pertencente à família Solanaceae, de nome científico Capsicum annuum, planta arbustiva originária da América Central e do Sul e amplamente consumida não somente pelos brasileiros, mas pela população de vários países.

Por sua versatilidade na culinária, uma vez que seu sabor é único e marcante, pode ser degustado cru, cozido, assado, refogado e recheado, por exemplo. Ainda, o pimentão vermelho é a matéria-prima para o preparo da páprica, condimento utilizado na gastronomia de vários países.

O pimentão é uma hortaliça que se adaptou facilmente ao solo e condições climáticas do país. Seu cultivo é fácil, acessível e bastante lucrativo, principalmente quando voltado à agricultura familiar.

O arbusto, para que se desenvolva adequadamente, necessita ser cultivado em regiões que apresentam temperaturas elevadas, além de chuvas regulares. Não tolera frio excessivo, tampouco geadas.

Atualmente, as regiões Nordeste e Sudeste são as que mais produzem a hortaliça, totalizando, aproximadamente, 13 mil ha de área plantada.

Tipos de pimentão

No Brasil, as variedades mais consumidas são a verde, a vermelha e a amarela, embora existam híbridos roxo, branco, laranja e até preto.

A plantação desses três principais tipos de pimentão encontrados no Brasil é única. Ou seja, a produção da hortaliça é a mesma, mas o tempo de colheita é diferente. E isso influi, sobretudo, no sabor, aroma e nutrientes de cada um deles.

O verde, por exemplo, é colhido depois de 12 a 14 semanas após ser plantado, ou seja, antes de amadurecer completamente. Em virtude disso, seu sabor é bem mais intenso que o pimentão vermelho e o amarelo.

Além disso, seu preço acaba sendo bem inferior aos outros tipos, uma vez que não há necessidade de tratos culturais mais longos. De acordo com dados da CEAGESP, a cotação em 12/06/2020, do tipo verde, foi de R$ 1,74 a R$ 2,14/kg.

Já os tipos vermelho e amarelo têm um maior período de maturação, o que interfere diretamente em seu sabor, mais adocicado e suave. Entretanto, os tratos culturais devem ser redobrados, o que acaba elevando seu custo para o consumidor final.

A cotação do tipo vermelho, também em 12/06/2020, foi de R$ 3,21 a R$ 4,21/kg. O amarelo, entre R$ 5,15 a R$ 7,15/kg.

Pimentão recheado

Como fazer pimentão recheado?

Os ingredientes utilizados como recheio para os pimentões podem ser bastante variados, o que resulta em sabores bem diferenciados como, por exemplo, o pimentão recheado com queijo, que admite também uma versão vegetariana.

Outra opção deliciosa e com uma combinação fantástica de sabores, é o pimentão recheado vegano, que pode ser preparado com cogumelos e espinafre, ou arroz e lentilha, por exemplo.

Mas, além de tantos sabores, a forma de preparo também pode ser bem diversificada como pimentão recheado assado, pimentão recheado assado na churrasqueira ou pimentão recheado frito, por exemplo.

Ainda, a sua apresentação, ou seja, a maneira de cortá-lo, também pode ser bastante criativa: pela metade, no sentido do comprimento, como uma barca, ou até mesmo inteiro, retirando apenas uma parte de seu topo (onde fica o cabinho).

Seja como for, primeiramente, todas as sementes e a película branca devem ser retiradas e os pimentões muito bem higienizados. Em seguida, é importante secá-los bem antes de recheá-los para que não interfira no resultado.

Logo depois, o recheio deve ser preparado e, de acordo com a receita, utilizado quente ou frio. Por fim, basta rechear os pimentões e optar pela forma de cozimento que pode, inclusive, ser realizada na panela de pressão, outra versão bastante prática para seu preparo.

Muito sabor e alto valor nutricional

Além de ser muito saboroso e utilizado em várias preparações, o pimentão possui um alto valor nutricional e poucas calorias, o que auxilia nas dietas de emagrecimento e mesmo para manter o peso.

O pimentão é rico em fibras, minerais como cálcio, ferro e fósforo, antioxidantes e vitaminas A, C e E, embora alguns tipos possuam maior ou menor quantidade desses nutrientes.

Dessa forma, é importante que a hortaliça faça parte integrante do cardápio para quem deseja ter uma alimentação saudável.

Por isso, selecionamos uma receita de pimentão recheado para você incluir em seu cardápio e desfrutar de todos os benefícios que a hortaliça oferece, além, é claro, de muito sabor. E lembre-se: quanto mais colorido, maior o valor nutricional.

Pimentão recheado

Pimentão recheado com carne moída

Ingredientes:

  • 6 pimentões grandes (2 verdes, 2 amarelos e 2 vermelhos);
  • 500 gramas de carne moída;
  • 1 cebola grande picada;
  • ¾ xícara de chá de azeitona verde picada;
  • 1 dente de alho picado;
  • 3 colheres de sopa de azeite;
  • ½ xícara de chá de salsa picada;
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto;
  • 50 gramas de bacon cortado em cubos;
  • Azeite para regar.

Modo de preparo:

  1. Antes de mais nada, retire os cabinhos dos pimentões com uma faca de ponta fazendo um pequeno círculo de modo que as sementes e a película branca possam ser retiradas;
  2. Logo após, lave bem os pimentões, seque e reserve;
  3. Em terceiro lugar, aqueça o azeite em uma panela antiaderente, adicione o bacon e frite até ficar levemente crocante;
  4. Em seguida, acrescente a cebola, o alho, frite por 2 minutos e adicione a carne moída;
  5. Então, refogue a carne até ficar rosada, misturando com um garfo para que fique bem soltinha;
  6. Tempere com sal e pimenta, acrescente a salsa, a azeitona e, logo depois, refogue por mais 1 minuto, retire do fogo e deixe esfriar;
  7. Com o auxílio de uma colher pequena, distribua o recheio nos pimentões e, em seguida, tampe a abertura com os cabinhos que foram retirados, pressionando bem para que o recheio não escape;
  8. Disponha, então, os pimentões em uma assadeira, regue com azeite e cubra com papel alumínio;
  9. Em seguida, leve ao forno pré-aquecido 200 °C por 25 minutos;
  10. Assim que passado esse tempo, retire o papel alumínio e deixe por mais 10 minutos;
  11. Por fim, retire do forno e sirva com arroz branco e salada.

O pimentão recheado, além de ser um excelente acompanhamento, também pode se transformar em prato principal como, por exemplo, na versão que leva arroz cru, linguiça calabresa e muçarela em seu preparo.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo