Psitacídeos são aves muito inteligentes e desenvolvidas

Inicio » Meio Ambiente » Psitacídeos são aves muito inteligentes e desenvolvidas
13/10/2020 Por
Psitacídeos são aves muito inteligentes e desenvolvidas

Rica em espécies, família dos psitacídeos é bela pela diversidade. Embora muitas pessoas ainda não tenham todo o conhecimento científico adequado, os psitacídeos possuem representantes famosos em quase todas as espécies. A exemplo de papagaios, araras e periquitos, a família ainda apresenta espécies exóticas, como as cacatuas, e comuns, como as maitacas.

Além de contar com quase noventa tipos diferentes, os psitacídeos ainda são uma família de aves que é reconhecida pela inteligência. Sem contar a sua capacidade de aprender truques e imitar outros sons e palavras. Dito isso, para você que quer investir em criações ou conhecer o mercado desses belos animais, acompanhe nosso artigo a seguir.

Psitacídeos

O que são psitacídeos?

Psitacídeos são uma família de aves tanto engraçadas quanto muito inteligentes, pois apresentam um cérebro muito bem desenvolvido. Como resultado, elas costumam apresentar a capacidade de imitar inúmeros tipos de som com facilidade, inclusive frases, palavras e até nossas risadas.

Um fator interessante sobre essas aves é que elas costumam viver até oitenta anos. No entanto, são poucas as famílias de aves que podem ser reconhecidas de imediato com a dos psitacídeos. Em relação à sua beleza, elas estão entre as belas e exóticas do mundo.

Seja das cacatuas e calopsitas da Austrália até as coloridas araras que ocorrem na América do Sul, esses psitacídeos costumam ter muita coisa em comum.

Prova disso é que eles formam, em sua maioria, um grupo de aves que costumam ser popularmente chamadas de papagaios. Isso devido a esse tipo ser o que apresenta o maior número de espécies entres os psitacídeos.

Enfim, hoje em dia sua presença é tão comum que eles podem ocorrer até mesmo em áreas da América Central e em todos os biomas brasileiros.

Espécies de psitacídeos

Em relação às espécies de psitacídeos, no geral essas aves costumam apresentar várias características em comum de acordo com sua classificação. Aliás, um dos traços mais marcantes no aspecto dos psitacídeos é seu bico alto, curvo e bem forte. Sem contar que sua parte superior costuma ser maior que a inferior.

Por outro lado, outra característica presente em espécies como o periquito é apresentar o cérebro mais desenvolvido que demais classes de aves. Ainda assim, alguns tipos de psitacídeos também podem ter apenas quatro dedos, facilitando as ações de prender alimentos e agarrar ramos e frutos.

Já pelo seu temperamento, essas aves conquistam criadores pelo toque romântico da natureza. Ou seja, no geral, os psitacídeos são monogâmicos, pois escolhem apenas um par para conviver toda a vida.

De qualquer forma, para você investir na criação ou cuidar de um pet na sua casa, veja abaixo algumas das espécies mais comuns no Brasil:

  • Arara;
  • Ararajuba;
  • Papagaios;
  • Jandaia;
  • Periquitos;
  • Tuim;
  • Cacatuas;
  • Maitaca;
  • Curica.

Psitacídeos

Criação de psitacídeos

Nem sempre criar e vender animais foi um bom negócio. Até porque as exigências do IBAMA atrapalham os investimentos. Aliás, tanto para o criador de psitacídeos quanto para a criação de animais silvestres em cativeiro no Brasil, tudo costuma depender das práticas e tradições regionais.

Em outras palavras, apesar de todos apresentarmos admiração pela beleza das espécies de psitacídeos como araras e papagaios, a questão cultural também pode influir na decisão de investir em aves. Afinal, existe e sempre existirá um mercado cheio de oportunidades.

Isso porque pessoas de grandes ou médios centros urbanos tendem a valorizar cada vez mais a aproximação com a natureza e os animais do campo. Seja por hobby ou até mesmo para relaxar e fugir da rotina, nas horas vagas é sempre bom viver perto de uma bela e astuta ave artista.

Por isso que a criação de aves silvestres ou ornamentais pode ser uma alternativa e até um nicho de mercado interessante para você. Entretanto, é preciso seguir algumas normas e aspectos relacionados a criações e cuidados.

Sem falar que autorizações e licenças estão mais evoluídas. Não apenas para a proteção de psitacídeos e demais animais silvestres, mas para que órgãos como o IBAMA possam ter um controle da criação e estimativa de estudo de animais exóticos.

O mercado de psitacídeos e o tráfico de aves

Se, antigamente, a venda e compra de aves tinha uma relação imaginaria com o tráfico ilegal, hoje o mercado já começa a dar sinais de que ele pode ser bem lucrativo. Isso porque, segundo a Cobrap, a Confederação Brasileira de Criadores de Pássaros, hoje esse setor já deixa sua marca no agronegócio brasileiro.

Em números, o mercado de animais dessa família e demais aves já está gerando cerca de duzentos mil empregos diretos e movimentando quase um bilhão de reais ao ano. Embora ainda haja uma atuação de contrabandistas em solo nacional e até internacional, a venda de aves e pássaros no mercado promete crescer muito mais nos próximos anos.

Aliás, até mesmo para a sua saúde essas aves podem fazer bem. Isso porque, de acordo com terapeutas de renome, essas criações e a convivência são uma forma sadia e segura para as pessoas manterem um melhor equilíbrio mental e físico. Até porque elas ainda diminuem riscos e casos de depressão e stress.

Enfim, para você apostar na criação de psitacídeos, procure mais informações em instituições oficiais para empreender com segurança na criação dessas aves.

Psitacídeos

A espécie de aves Psittacidae

Chamadas cientificamente de Psittacidae, essas aves então entre as mais inteligentes da fauna terrestre. Além do mais, são espécies que podem chegar a viver mais de cinquenta anos. São, sem dúvida, um grupo de aves distintas das demais, tendo uma série de características específicas.

Além dos bicos marcantes, conforme já citamos acima, sua mandíbula as diferem de outras aves. Isso porque a superior não é bem fixa ao crânio e ainda é maior que a inferior, permitindo uma movimentação para baixo e para cima.

Sem contar que ela é um instrumento adequado para agarrar alimentos com firmeza. Além desse detalhe da mandíbula, o bico dos psitacídeos é eficiente para a alimentação por possuírem uma língua ágil e carnuda, atuando como uma escova até para retirar pólen e néctar de flores.

Em relação à sua plumagem, essas aves são um show à parte pelas cores belas e variadas presentes na maioria das espécies. No caso da alimentação, a dieta dos psitacídeos costuma ter origem vegetal, mas alguns tipos de insetos também entram em seu cardápio.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo