Aves e seus variados tipos movimentam o mercado da agropecuária

Inicio » Pecuária » Aves e seus variados tipos movimentam o mercado da agropecuária
18/07/2019 Por
Aves e seus variados tipos movimentam o mercado da agropecuária

Entenda a origem e características das aves

As aves, conforme as pesquisas paleontológicas atuais, fazendo uso de fósseis, originam-se do período jurássico. Houve, então, a evolução dos terópodes, há 150 milhões de anos. Trata-se de um tipo de animal vertebrado e bípedes. Além disso, são da classe ovípara e homeotérmica. Isso quer dizer que eles têm desenvolvimento dentro de ovos e que a temperatura do corpo permanece contínua, sem alteração, ainda que a temperatura ambiente oscile.

São animais que apresentam penas pelo corpo todo. As aves também têm asas e um bico apurado para se alimentar, furar, quebrar e, inclusive, fazer o transporte de determinados itens. Eles contam com ossos pneumáticos e não apresentam capacidade de eliminar urina, porque não apresentam bexiga para o armazenamento da mesma.

Aves

Ao consumir líquido, portanto, este conteúdo segue até a região intestinal. Todas as impurezas têm transformação em urato (ácido úrico) que é eliminado juntamente das fezes. De forma diferente de grande parte desses animais, elas não têm dentes.

Características das aves

Bastante particulares, as aves destacam uma série de características únicas; que envolvem desde o seu modo de digerir alimentos até a forma de respirar.

  • Sistema digestório das aves

Trata-se de uma sistema completo, que termina na região da cloaca. Este é o fragmento final da região intestinal em que se faz a abertura do sistema responsável pela excreção e reprodução. Ainda, conta com uma área de estrutura chamada “papo”, que tem o papel de armazenamento e amolecimento de todos os alimentos consumidos.

Esse sistema digestório apresenta um estômago químico, denominado por “proventrículo”, bem como uma área em que acontece a digestão de forma mecanizada, chamada “moela”. Na parte interna ocorre o acúmulo de pequenas pedras que são consumidas para o auxílio da trituração dos alimentos.

  • Respiração das aves

Ela é realizada por meio dos pulmões. Os órgão apresentam projeção que agem transformo o organismo dos animais mais leves e fazendo o controle de toda a temperatura. A estrutura não é capaz de fazer trocas gasosas.

Tipos de Aves

Não são todos que voam. Os avestruzes, quivis e pinguins, por exemplo, não voam. Isto porque toda a parte anatômica dos seus organismos não permitem que possam deixar o solo. Por isso, ao tipificar estes animais, separamos os que são capazes de voar e o que não voam.

Classificação das Aves

Elas fazem parte do reino animalia, do sub-reino metazoa, filo chordata, sub-filo vertebrata, infrafilo gnathostomata, superclasse tetrapoda. Dentre elas, pode-se mencionar as espécies de:

  • arara;
  • águia;
  • beija-flor;
  • avestruz;
  • canários;
  • cisnes;
  • coruja;
  • cegonha;
  • galinha;
  • ema;
  • galinha;
  • gavião;
  • garça;
  • pinguim;
  • pato;
  • marreco;
  • peru;
  • papagaio;
  • sabiá;
  • pombo;
  • urubu;
  • tucanos.

Criação de Aves

Há diversos tipos de criação de aves que podem ser interessantes ao agricultor. Confira algumas das especificações a seguir.

Ave Caipira

O sistema dessa criação é simplificado. Estes animais necessitam de uma dieta mista, constituída por uma ração balanceada, com complemento de produtos da área e pasto de qualidade boa para que, então, possam ter direcionamento como uma alimentação de caráter suplementar. Isto porque a tradicional representa, atualmente, uma média de 90% de custos produtivos.

Elas devem, portanto, ter a soltura ao longo do dia para poderem ciscar, banhar-se de sol, fazer exercícios e apresentar uma boa saúde. Os alimentos vegetais podem fazer o suprimento de até 25 % dos requisitos nutricionais desses animais. Os vegetais recebem toda a energia solar que é repleta de carotenos e elementos vitamínicos vitais.

Aves

O consumo de gramíneas, legumes e demais vegetais promovem o fornecimento de minerais e vitaminas. Estes auxiliam a manter o organismo resistente a patologias e gerando melhor qualidade aos ovos. As gemas ganham tom mais avermelhado e são fontes de vitamina A.

Ovos

Para dar início a criação de aves para que produzam ovos, os produtores precisam fazer a seleção da ave específica para atuar no trabalho do aviário. É preciso, também, associar à preferência dos consumidores.

Faz-se necessário, então, que o animal tenha baixa mortalidade; que seja resistente a patologias, que tenha uma relação baixa de consumo de ração e a postagem dos ovos. É preciso que seja capaz de uma postura de 250 ovos por ano, apresentando qualidade.

A etapa de início ou etapa de cria é a mais sensibilizada da criação. Ela vaira desde a primeira data até a sexta semana de vida. Essa etapa de recriação varia de sétima até a décima oitava semana, em que acontece a evolução desse animais para uma poedeira de qualidade.

Alimentação das Aves

Para quem cria galinhas, a nutrição é um dos aspectos mais importantes para um bom resultado da produção e uma das características das aves. Toda a alimentação aviária tem como base a idade, a funcionalidade e o peso dos animais. Dessa forma, é preciso realizar o oferecimento de uma ração determinada para cada temporada do desenvolvimento dos aviários.

Aproveitar os resíduos de hortas e as cascas de frutas para a dieta das galinhas é uma boa recomendação. Mas é preciso que tais restos sejam apenas complementos e não a alimentação principal.

Determinadas aves consomem insetos pequenos, mas também peixes, frutas, néctar de flores, mamíferos pequenos, carniças e até outras aves. Elas também podem acabar brigando por comida em algumas ocasiões.

Como as aves consomem os alimentos

O que acontece é que a falta dos dentes não deixa que estes animais façam a tritura do alimento antes do consumo. Tal funcionalidade se assume a partir da moela, uma área estomacal com paredes que tem musculatura fortíssima. Na região da moela das aves, a alimentação é triturada e esmagada. Isso quer dizer que acontece um tipo de digestão de caráter mecânico.

Aves

Determinadas espécies, portanto, promovem o armazenamento de pedrinhas na área da moela, com o aumento de atrito e ajudam a triturar o que comem.

Já o papo destes animais correspondem a uma área dilatada de fragmento posterior à região esofagal e atua no armazenamento, de forma temporário, do que se foi consumido ou coletado. Ao se reproduzirem, estes animais, inclusive, podem fazer o transporte dessa alimentação das aves até o seu ninho para os filhotes.

Este animais podem, ainda, oferecer produção leiteira ou ser parte da classe das aves de corte. O produtor, portanto, precisa oferecer toda a dinâmica alimentícia da nutrição de qualidade para atingir bons resultados dos seus produtos. É importante ressaltar, inclusive, o processo de abate para melhor sabor da carne produzida.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo