Queijo canastra é delicioso e tem origem em Minas Gerais

Inicio » Agronegócio » Queijo canastra é delicioso e tem origem em Minas Gerais
17/08/2020 Por
Queijo canastra é delicioso e tem origem em Minas Gerais

Considerado um primo do tipo português de São Jorge, o queijo canastra é originário de um local que possui o mesmo nome do produto. Foi inicialmente criado para sustento próprio das famílias produtoras, no entanto, a sua produção ganhou força ao longo dos anos.

Aos poucos o queijo canastra começou a ser vendido em outros vilarejos e, dessa forma, hoje são mais de 200 anos de história. Por conta disso, o canastra foi reconhecido pela Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) como patrimônio brasileiro.

Queijo canastra

O que é queijo canastra?

Queijo canastra é conhecido visualmente pela sua firmeza e coloração amarelada. Isso porque, quando esse queijo começou a ser vendido para outros locais, precisava de uma cura de mais de 30 dias, a fim de evitar deformações na viagem.

Entretanto, no seu interior, o queijo é macio e possui um sabor marcante. Por conta disso, esse queijo é diferenciado no mercado, além de que a sua produção se utiliza de leite puro e cru e não usa o leite pasteurizado. A origem do queijo canastra é mineira de inspiração portuguesa.

Atualmente, o queijo é encontrado para venda com uma maturação menor do que os 30 dias da produção original, por isso pode ter uma coloração mais clara. A saber, isso acontece por conta das melhores condições de transporte e manuseio da atualidade.

A importância desse tipo de queijo no mercado nacional é vista com destaque, em virtude de suas características especiais. Além disso, esse queijo recebeu premiações na França em 2017, no evento chamado Salão Internacional do Queijo. Nessa ocasião, foram três medalhas de prata.

O queijo canastra premiado fez com que esse produto ganhasse mais valor e o seu preço de mercado subiu. Para melhor compreender o que é queijo canastra, veja mais informações e detalhes sobre esse importante produto do mercado nacional.

O queijo canastra

O queijo da canastra é originário da Serra do local com mesmo nome do alimento e esse local possui as suas particularidades que o colocam em posição de destaque. O solo desse local possui grandes concentrações de quartzito, minério que já foi extraído ilegalmente da Serra da Canastra.

Além disso, a força da natureza é refletida na quantidade de nascentes que existem no local, visto que o rio São Francisco também tem a sua nascente na Serra da Canastra. Esse é o maior rio inteiramente brasileiro, conhecido popularmente por Velho Chico.

A Serra da Canastra possui também o Parque Nacional da Serra da Canastra, que possui uma vasta fauna e flora. A serra também conta com os seus maciços que marcam a transição do Cerrado para a Mata Atlântica.

Assim sendo, a região possui as condições específicas para a produção, como as condições ambientais que garantem o padrão desse produto. A procedência pode ser identificada através da etiqueta, garantindo assim as condições originais de produção.

Veja agora quais são as condições específicas necessárias para a autenticidade do queijo:

  • Produção com leite cru;
  • O solo específico, garantindo a alimentação do animal que produz o leite;
  • O clima específico, garantindo a fauna bacteriana do ambiente;
  • O processo artesanal feito conforme o método original.

Para entender como conservar esse queijo é simples, e depende de como se pretende conservá-lo. E para deixá-lo maturar mais um pouco, basta deixar a peça em local ventilado e virar todos os dias, lavando-a uma vez entre três a quatro dias.

Para conservá-lo e suspender a maturação, basta embalar a peça de queijo e colocar em resfriamento na geladeira. Dessa forma, o processo de maturação é pausado e o queijo se mantém no ponto em que está.

Queijo canastra

A produção do queijo canastra

Devido ao seu modo de produção, as calorias do queijo canastra são consideradas medianas, conforme os queijos amarelos em geral. Cem gramas desse queijo podem possuir entre 240 até 310 gramas, variando conforme o lote e o produtor.

Compreender como fazer queijo canastra é bem simples. Assim sendo, o leite usado para a produção é um leite puro e cru. Esse leite é produzido por vacas que se alimentam de forma natural e que são criadas em campo aberto.

Quando é feita a produção com o leite cru, o produtor se utiliza também, e apenas, do sal grosso para temperar o produto. Depois que esse processo é feito, as peças são lixadas externamente para dar acabamento, e isso é chamado de “grosagem”.

Outro fator importante de como é feito o queijo canastra é incluir o “pingo”. O pingo nada mais é do que um fermento natural que é extraído dos queijos que já estão em produção, ou seja, e soro que escorre dos queijos que estão em repouso é o pingo usado na fermentação dos novos queijos.

Diversas receitas com queijo canastra podem ser feitas como bolos, sopas e risotos. Tais receitas são facilmente encontradas na internet.

Queijo canastra

Considerações finais

Quando a pergunta é onde encontrar queijo canastra, ela pode ser facilmente respondida. Isso porque esse produto pode ser encontrado nos diversos produtores da Serra da Canastra, em estabelecimentos especializados em queijos e até mesmo para compras via internet.

O preço do queijo canastra normalmente gira em torno de 40 a 80 reais por quilo, sendo que o valor pode variar conforme o produtor e o tempo de cura. Dessa forma, o produto pode ser encontrado como sendo fresco, meia cura ou curado.

O queijo canastra derrete normalmente, mas o seu derretimento varia conforme a sua maturação. Quando está em sua cura completa, ele se torna menos suscetível ao derretimento, já o queijo canastra meia cura possui um derretimento mais uniforme.

Já se as dúvidas são quanto a se o queijo canastra engorda, isso pode variar. O ideal é não consumir em excesso, além de que as calorias podem variar igualmente conforme a maturação. O queijo canastra fresco pode possuir uma quantidade menor de calorias.

O queijo canastra meia cura possui uma textura mais consistente, embora não esteja completamente maturado. Assim sendo, possui mais calorias que o queijo fresco, e o seu sabor também se torna mais forte e um pouco picante.

O queijo canastra mofado pode demonstrar um aspecto de estragado, mas normalmente não é o caso. Em geral, o fungo branco que aparece nesse queijo não denota decomposição. Esse fungo branco protege o queijo de outros fungos, mas cada caso deve ser visto individualmente.

Em geral, o queijo canastra não apresenta fungos diferentes, além do comumente encontrado fungo branco mencionado acima.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo