Sódio, abundante na natureza, é importante para os neurônios

Inicio » Agronegócio » Sódio, abundante na natureza, é importante para os neurônios
10/11/2020 Por
Sódio, abundante na natureza, é importante para os neurônios

O sódio já foi alvo de estudos dos mais variados tipos, por isso, hoje em dia é comprovado que a utilização correta pode auxiliar na saúde. Afinal, esse mineral é um importante componente para oferecer equilíbrio hídrico ao nosso corpo.

Dessa forma, o sódio pode ser tanto um vilão, quanto um auxiliador na saúde humana. O grande consumo desse produto, também pode refletir de forma vantajosa na economia do país. Confira e descubra mais sobre o assunto!

Sódio

O que é sódio?

Sódio é um mineral natural que é encontrado sempre acompanhado junto do cloreto. Dessa forma, tem-se o cloreto de sódio, muito utilizado e conhecido como sal de cozinha. Esse componente possui até 40% de sódio em cada grama.

Assim, a função do sódio é justamente equilibrar a água presente no organismo, junto ao potássio. Dessa forma, enquanto o sódio retém os líquidos, o potássio age provocando a excreção. Essa ação tem como objetivo, garantir que as células se mantenham com a quantidade certa de água.

Além disso, o sódio e o potássio, no corpo humano, também participam das contrações musculares e do fornecimento de energia para o corpo, a fim de garantir ótima disposição, vontade e demais características ligadas a essa característica.

O sódio é algo muito presente na vida de pessoas do mundo inteiro, já que é uma fonte de inesgotável necessidade, seja para cozinhar, fazer banhos e chás, ou outras finalidades. Por conta disso, há sempre um consumo acelerado do produto, já que é altamente importante.

Por conta da grande variedade de utilidades para que serve o sódio, é muito difícil não ter esse mineral em casa. A boa notícia é que ele pode ser encontrada em diversas variações, o que colabora para continuar usando o tempero, mas de uma forma mais segura.

Alimentos com sódio

Nos dias de hoje, há uma grande dificuldade em se esquivar de alimentos ricos em sódio. Isso porque muitas pessoas não se preocupam com aquilo que estão consumindo e menos ainda se interessam em ler os rótulos para saber quais as informações nutricionais do alimento.

Como o sódio serve como um equilibrador no corpo humano, é muito fácil ultrapassar a linha tênue entre os benefícios que ele oferece e os malefícios que pode causar. Por conta disso, é preciso frisar muito bem de que o sódio deve ser consumido em quantidades moderadas.

No entanto, é muito comum encontrar alimentos com sódio em grande quantidade. A situação se torna preocupante, a partir do momento em que se sabe que tais alimentos são consumidos frequentemente.

São eles, exatamente nessa ordem:

  • Macarrão instantâneo (ou o famoso “miojo”);
  • Carnes processadas;
  • Queijos ultraprocessados;
  • Temperos prontos;
  • Salgadinhos industrializados;
  • Margarina;
  • Fast food em geral.

Como a recomendação é consumir somente 5g de sal por dia, todos esses alimentos extrapolam o indicado e se tornam altamente prejudiciais para a saúde. A melhor alternativa é sempre optar por alimentos frescos e o que sejam o mais natural possível.

Sódio

Maiores benefícios do sódio

O sódio faz bem a partir do momento em que é consumido corretamente. Portanto, há, sim, benefícios mais que comprovados que ele pode alterar positivamente o funcionamento do corpo de forma benéfica.

Um dos maiores exemplos dos benefícios do sódio, é justamente o fato de ser um super aliado ao funcionamento adequado do coração. Afinal, como está sempre acompanhado do potássio, que também é essencial para auxiliar nas contrações musculares, o sódio colabora para evitar a arritmia cardíaca.

Em suma, a partir do momento em que colabora para o funcionamento adequado do corpo como um geral, também ajuda a evitar o cansaço. Isso porque o sódio é ótimo para fornecer energia e atua também proporcionando sentimento de alegria e satisfação.

O sódio no organismo também atua como um ótimo remédio para crises de vômitos ou diarreias. É muito comum que em meio às viroses ou problemas emocionais, diarreias e vômitos ocorram de forma incessante e muito incomodativa.

Logo, pode ser ingerido a partir do soro caseiro, que nutre, hidrata, dá força e energia para que as vitaminas sejam repostas no corpo, a fim de melhorar os sintomas e amenizá-los.

Sódio

Malefícios do sódio

Como tudo que é em excesso, o sódio faz mal, é muito perigoso ser vítima dos seus malefícios. Afinal, quando consumido em excesso, faz mal e pode resultar em uma série de sintomas desconfortáveis e extremamente prejudiciais ao corpo.

Um deles, sem dúvida, é o inchaço que causa nas mãos e nos pés. O motivo disso tudo é que, como tem a função de equilibrar a retenção de líquido, o seu consumo em excesso força o corpo a entender que algo está desequilibrado.

Com isso, o sódio que seria responsável por reter o líquido do corpo, faz com que o organismo segure o líquido a fim de protegê-lo. Dessa forma, causa um desequilíbrio enorme e pode ser o real vilão de pessoas que sofrem com mãos e pés inchados.

Além disso, quando consumido em excesso pode fazer com que o coração enfrente sérios problemas, já que precisa trabalhar de forma muito acelerada para conseguir dar conta da grande confusão que está ocorrendo internamente.

No entanto, outro grande problema é em relação aos vasos sanguíneos. O motivo é que, com o coração bombeando de forma muito maior, os vasos sanguíneos se estreitam para evitar a passagem exacerbada de sangue.

Ao se contraírem, corre o risco de haver entupimento ou rompimento, causas muito comuns de derrame, infarto e outras doenças vasculares.

Como consumir o sódio?

Para que o efeito seja de fato eficaz e benéfico para o corpo, é necessário consumir a quantidade máxima de 5g por dia, que é o equivalente a uma colher de chá. Dessa forma, o corpo age conforme o previsto e desejado, a fim de garantir os efeitos corretos.

Além disso, caso o desejo seja consumir uma quantidade maior de sódio, ainda é possível optar pelo sal do himalaia rosa ou preto. São duas alternativas em que é possível ficar dentro da quantidade indicada de sódio e evitar possíveis problemas, muitos que não podem ser revertidos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo