Sunomono é famosa salada japonesa de pepino agridoce

Inicio » Agronegócio » Sunomono é famosa salada japonesa de pepino agridoce
13/10/2020 Por
Sunomono é famosa salada japonesa de pepino agridoce

O sunomono representa a alegria culinária dos pepinos agridoces japoneses. Como destacado no título, o sunomono é oriundo da culinária oriental e, geralmente, servido como entrada. Os ingredientes mais tradicionais são gergelim, açúcar, vinagre e, obviamente, pepino japonês.

A combinação entre os sabores é de tal forma harmônica que o sunomono conquistará tanto você quanto seus convidados devido ao seu sabor marcante. Afinal, trata-se de uma refeição fresquinha, funcionando muito bem ao ser servida nos dias mais quentes.

sunomono

O que é sunomono?

Sunomono (ou “coisas avinagradas”, em tradução livre) é um dos pratos mais típicos da culinária nipônica. Assim, ele é servido, geralmente, em pequenas porções. Tido como uma espécie de salada, o sunomono é utilizado como complemento aos pratos principais.

Entre as inúmeras variações possíveis, destacam-se as preparações que agregam frutos do mar e/ou peixes (tanto crus quanto levemente cozidos – a fim de preservar as texturas e cores naturais) e vegetais, misturados com molhos feitos à base de vinagres de arroz.

Há, inclusive receitas mais complexas que incluem, ao sunomono, harussame (macarrão transparente e fino, à base do feijão moyashi), kani-kama (isto é, um kamaboko de caranguejo) e algas wakame.

A culinária japonesa no Brasil

Ao chegarem em nosso país no início do século XX, os imigrantes japoneses trouxeram a sua culinária na bagagem. A princípio, vista somente como algo exótico, a alimentação dos orientais rompeu limites geográficos e, seguindo os costumes e tradições milenares desse povo, suas receitas passaram a ser cultivadas e transmitidas de geração a geração.

A partir de adaptações e singelas concessões aos costumes ocidentais, a culinária japonesa foi, paulatinamente, obtendo prestígio e respeito, deixando de ser encarada com estranheza para ser vista como uma opção alimentícia saudável.

Sendo assim, a comida nipônica conquistou apreciadores e adeptos no mundo inteiro e, no Brasil, isso não foi diferente. O exotismo das receitas e a forma pela qual elas são apresentadas atraem a atenção pela beleza das cores, variedades de sabores, equilíbrio e as características benéficas de cada elemento.

sunomono

O processo de adaptação

A cidade de São Paulo oferece um bom exemplo do processo de adaptação dos imigrantes e os impactos que essas mudanças geraram à sua culinária. Quando se mudaram das fazendas (sobretudo, de café) para a capital paulista, concentraram-se no célebre bairro da Liberdade.

A rua Conde de Sarzedas, mais especificamente, pela proximidade do centro e a oferta de aluguéis mais baratos, recebeu uma enorme quantidade de japoneses e seus descendentes.

Com efeito, muitas destas residências possuíam porões completamente independentes do restante da casa. Logo, foram nesses locais que surgiram as primeiras casas de comida japonesa.

De fato, os japoneses trouxeram ao Brasil vegetais, legumes e frutas que não existiam em nossa culinária. Criaram verdadeiros cinturões verdes, cultivando áreas que, anteriormente, eram tidas como inférteis, além de provocarem uma profunda alteração nos hábitos alimentares do povo brasileiro.

A popularidade da cozinha nipônica se consolidou a partir dos anos de 1980. Apenas na cidade de São Paulo, por exemplo, residem mais de 400 mil japoneses e descendentes.

Entretanto, foi somente nos anos 1990 que passou a existir uma grande adesão dos brasileiros aos preceitos culinários japoneses, principalmente,por se basearem em itens saborosos, equilibrados e saudáveis, como é o caso do sunomono.

Receitas de sunomono

Selecionamos, para você, as mais deliciosas receitas de sunomono para fazer em casa, para sua família e para os seus amigos. Confira!

Sunomono simples

Aqui, o sunomono é feito de um modo bastante simples. Basta cortar o pepino em rodelas fininhas e combiná-las com sal. Em seguida, você deve esquentar, na panela, açúcar e vinagre de arroz. Essa mistura será combinada com as rodelas de pepino.

O preparo deve ser levado à geladeira até o momento de servir, quando é preciso adicionar gergelim branco e preto.

Salada sunomono com óleo de gergelim

Nessa receita, o pepino japonês deve ser cortado em lâminas bem finas. O molho agridoce será feito em uma panela com açúcar e vinagre de arroz. Depois, o legume deve ser combinado ao sal e escorrido.

A sua finalização deverá ser feita regando a preparação com esse molho e o acréscimo de gergelim (de preferência, torrado) e seu óleo.

sunomono

Sunomono com gergelim torrado

Essa receita de sunomono leva, além do pepino japonês, gergelim, vinagre branco, água, açúcar e sal. O pepino deve ser cortado e, então, regado pelo molho.

Sua finalização deve ser realizada com o gergelim torrado. Trata-se, certamente, de uma ótima pedida para o verão e pode ser comido em vários dias, desde que devidamente conservado na geladeira.

Sunomono com kani

O preparo dessa receita traz um delicioso ingrediente para agregar ao sunomono. O pepino deve ser cortado e deixado para “descansar” em salmoura (ou seja, sal com água).

Escolha um bom vinagre de arroz e o leve à panela com açúcar. A seguir, você deverá misturar o pepino com o kani, o gergelim e o molho. Nossa sugestão é servir com molho shoyu.

Com gergelim branco e preto

Essa preparação deve ser iniciada com o fatiamento do pepino japonês e sua combinação com uma mistura feita a partir de açúcar, sal e vinagre branco. A finalização do prato deve ser realizada com gergelim branco e preto.

O seu prato deverá ser mantido em geladeira até servir. Se decidir fazer essa receita, temos certeza que se surpreenderá com uma versão diferenciada e saborosa, capaz de deixá-lo salivando!

Com limão siciliano

Aqui, o limão siciliano será o ingrediente responsável por deixar o seu sunomono com um sabor todo especial. A receita leva, ainda, açúcar, sal, vinagre de arroz e, é claro, pepino japonês. O molho deve ser fervido em panela.

Esse prato pode ser consumido dentro de até 5 dias, quando devidamente conservado em geladeira.

Com vinagres de maçã

A utilização de vinagres de maçã é capaz de deixar o seu preparo com um sabor único e o seu toque especial. Para tanto, o pepino deverá ser desidratado (utilize sal) e, depois, combinado com açúcar e o vinagre de maçã de sua preferência.

Essa mistura deve ir à geladeira e, posteriormente, finalizada com gergelim. O resultado desse sunomono é muito gostoso e surpreendente!

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo