Conheça interessantes tipos de cobras venenosas e não-venenosas

Inicio » Meio Ambiente » Conheça interessantes tipos de cobras venenosas e não-venenosas
31/10/2020 Por
Conheça interessantes tipos de cobras venenosas e não-venenosas

Tipos de cobras podem apresentar similaridades. As cobras estão presentes entre os animais mais antigos do mundo e também entre os mais evoluídos. Conhecidas por sua inteligência e instinto aguçados, as cobras se reproduzem rapidamente e por conta disso é possível encontrar diversos tipos de cobras.

Além disso, os tipos de cobras são muito diversificados e muitas espécies possuem algumas semelhanças entre si. Algumas vezes se torna difícil identificar as cobras venenosas e as não venenosas.

tipos de cobras

Quais são tipos de cobras?

Tipos de cobras são cobras que se diferenciam entre si, ou seja, são serpentes diferentes. A diferença entre cobra e serpente se deve ao fato de que serpente se refere à espécie, e cobra se refere ao animal. Entretanto, podem existir tipos de cobras muito semelhantes entre si e que causam confusão.

Afinal, para quem não tem grande conhecimento sobre as cobras, pode achá-las muito semelhantes e isso é um grave risco. O motivo é que, com essa semelhança, umas podem ter veneno e outras não. Logo, se torna quase impossível saber quais possuem e quais não possuem letalidade.

Cobras não venenosas

As cobras não venenosas são aquelas conhecidas por não possuírem venenos que podem causar reações nocivas à presa, seja um animal ou um ser humano. No entanto, acabam adquirindo outras formas de atacar.

Logo, uma das características mais presentes em cobras que não possuem veneno é o ataque utilizando a constrição. Dessa forma, utilizam da força para desmaiar a vítima e, dessa forma, se alimentar. Porém, essas cobras ainda podem atacar com a picada.

Entretanto, a picada serve somente como uma espécie de defesa. Um exemplo disso são pessoas que são atacadas por cobras que não são peçonhentas por, talvez, terem pisado sem querer em cima delas ou simplesmente retirá-las de seu habitat.

Os maiores exemplos de cobras sem veneno são:

  • Falsa coral;
  • Jiboia;
  • Sucuri;
  • Cobra dormideira.

Em geral, a coral falsificada é uma cobra que diferente da verdadeira, não possui veneno e muito menos peçonha. Ainda assim, por ser um animal extremamente inteligente, pode triangular sua cabeça e fazer sinais de que vai atacar.

Em contrapartida, a jiboia é uma das cobras mais conhecidas e que felizmente também não possui veneno. Entretanto, pode atacar quando se sente ameaçada. É um animal de hábitos noturnos e geralmente se apresenta inofensiva ao ser humano.

A sucuri, conhecida como anaconda, tem a má fama de ser sanguinária e agressiva à presença do ser humano. Porém, é um animal até mesmo dócil quando não incomodado e se mostra indiferente à presença de pessoas.

A dormideira é considerada uma das cobras mais dóceis do mundo. Ela se alimenta somente de lesmas e possui hábitos noturnos. É muito confundida com espécies venenosas, mas é uma cobra de temperamento muito tranquilo e um tanto quanto tímida na presença de pessoas. É muito confundida com a jararaca.

tipos de cobras

Cobras venenosas

As cobras venenosas são cobras com as quais realmente devemos nos preocupar. Os venenos dessas cobras podem ser letais e apresentar uma série de complicações à saúde caso seja uma pessoa ou, por exemplo, um animal doméstico que foi atacado.

Além disso, caso não leve a vítima a óbito, o veneno pode causar uma série de complicações que podem envolver problemas renais, convulsões, edemas, inchaços, febre, coagulação sanguínea, falta de ar, entre outros. Logo, são cobras que precisam ser cuidadosamente evitadas.

São elas:

  • Cobra coral;
  • Naja;
  • Mamba negra;
  • Surucucu;
  • Jararacuçu;
  • Cobra caiçara.

A coral verdadeira, como também é conhecida a cobra coral, é um tipo de cobra que não ataca com botes a não ser que se sinta ameaçada e invadida. O seu veneno contém uma grande quantidade de peçonha e pode ser prejudicial para quem quer que seja.

Além dela, a naja é muito famosa e uma das mais temidas cobras. A grande diferença dessa cobra é justamente o fato de cuspir veneno a partir do momento em que ataca. Além disso, é considerada uma das cobras mais letais do mundo inteiro.

Em contrapartida, a mamba negra também é muito temida. Ao contrário do que muitos pensam, a sua cor não é negra. Ela recebe esse nome por conta do interior de sua boca ser completamente escuro. Assim, para mostrar que vai atacar, ela começa um movimento de abrir e fechar a boca na intenção de produzir veneno.

Entretanto, a surucucu também é muito venenosa e considerada, até mesmo, a cobra mais venenosa da América do Sul. Por mais que seu veneno seja leve, é considerado instantâneo e causa perda da pressão arterial e dormência por todo o corpo.

Diferença entre peçonha e veneno

O que muitas pessoas não sabem é que há diferença entre cobras que são venenosas e cobras peçonhentas. Em geral, a diferença entre as duas é o mecanismo utilizado para injetar o veneno. Assim, exemplos de cobras peçonhentas são:

  • Cobra cotiara;
  • Surucucu;
  • Jararaca.

tipos de cobras

Algumas cobras citadas anteriormente, como a coral e a mamba, também se encaixam entre as cobras peçonhentas. Além disso, as cobras peçonhentas possuem os dentes por onde passam o veneno e costumam ter um rastejar mais lento.

Em contrapartida, as cobras venenosas não possuem o dente oco para a saída do veneno e seus olhos são grandes e com pupilas circulares. O olho das cobras peçonhentas são pequenos e com as pupilas verticais.

Logo, a jiboia e a sucuri, por exemplo, podem ser consideradas cobras venenosas por possuírem veneno em seu corpo. A diferença é que elas não o expelem e por isso são consideradas sem veneno.

Além disso, todas as cobras que possuem a peçonha são conhecidas por picar a presa. Já as cobras que possuem veneno, mas não liberam, são conhecidas por capturar as presas através da constrição.

Outro fato interessante e diferente é que as cobras que não produzem veneno acabam se tornando indiferentes à presença humana.

As pítons, por exemplo, são um tipo de cobra de comportamento tecnicamente tranquilo, que possuem veneno no corpo, mas não o liberam. Logo, ela também se caracteriza como uma cobra sem veneno e que não demonstra interesse em morder ou atacar caso esteja sem fome ou não se sinta ameaçada.

As cobras peçonhentas já mostram maior curiosidade. Mesmo que às vezes fujam ou não ataquem, estão sempre observando e prontas para liberar a peçonha. Por isso, são tipos de cobras mais propensas ao ataque.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo