Uva destaca benefícios para a saúde e variedade de tipos cultivados

Inicio » Agricultura » Uva destaca benefícios para a saúde e variedade de tipos cultivados
10/08/2020 Por
Uva destaca benefícios para a saúde e variedade de tipos cultivados

Fruto da videira e responsável por diversos subprodutos, o cultivo da uva é rústico pela sua fácil adaptação a diferentes climas

Ela pode apresentar diversas tonalidades e um grande número de espécies com milhares de variedades. Entretanto, são os inúmeros benefícios da uva apreciada in natura, responsável pela conquista de milhões de consumidores de todos os países e idades.

Já pelo lado do agronegócio brasileiro, a cultura da uva tem especial importância econômica em várias regiões do país. Até porque envolve um grande volume de negócios visando mercados externos e internos. Sem contar com seu destaque entre as lavouras que apresentam uma alta geração de empregos.

uva

O que é uva?

Uva é simplesmente uma das frutas mais consumidas no mundo. Apesar das origens asiáticas, ela é colhida a partir dos pés da videira, tendo se tornado um dos mais antigos alimentos empregados em nossa alimentação.

Vale mencionar que, ao todo, existem mais de sessenta mil tipos de uva, apresentando sabores, tamanhos e cores de acordo com cada variedade. Por outro lado, como forma de definição entre eles, ela ainda pode ser classificada em relação ao destino de produção: para a mesa ou vinicultura.

Aqui no Brasil, a uva teve o cultivo iniciado no começo do século XVI, com a expedição de Martim Afonso Pena. Ou seja, há milhares de anos, ela é uma das frutas mais exportadas e importadas.

De qualquer forma, sua ingestão pode ser realizada das mais diversas formas. Sem dúvidas, seu consumo in natura é tão comum e popular quanto o preparo de produtos como:

  • Sucos;
  • Vinhos;
  • Doces;
  • Gelatinas;
  • Mousses;
  • Passas;
  • Tortas;
  • Geleias;
  • Bolos;
  • Cremes;
  • Uva passa.

Além de sabor e doçura, ela ainda é rica em carboidratos. Por isso, é fruta muito ingerida como fonte de energia, apresentando ainda altos níveis de minerais e vitaminas, como os destacados em seguida:

  • Vitamina E;
  • Iodo;
  • Vitamina C;
  • Fósforo;
  • Cálcio;
  • Vitamina A;
  • Cobre;
  • Vitamina K;
  • Magnésio.

Enfim, com diversos nutrientes, a uva também tem propriedades contra doenças que podem atacar o intestino. Ainda, atua como laxante, estimula funções cardíacas e protege o fígado.

Vale lembrar que, para a economia, seu maior período de safra ocorre nos meses de janeiro e fevereiro.

uva

Os benefícios da uva

Mesmo com pouco tamanho, a fruta é poderosa ao ajudar nossa saúde de várias maneiras. Aliás, quem conhece suas vantagens para o organismo passa a adicioná-la ao cardápio regularmente.

Assim, agora que você sabe dos principais nutrientes contidos nas uvas, mude sua dieta! Para isso, confira logo abaixo alguns dos benefícios da uva para a sua saúde:

  • Melhora do sistema digestório: evita o ressecamento das fezes, que dificulta a evacuação e causa lesões, além de suprir com fibras e água o organismo, mantendo o equilíbrio da digestão;
  • Melhora da saúde da visão: segundo estudos, a uva pode reduzir o envelhecimento das retinas, ainda mais em pacientes com hipertensão ou diabéticos;
  • Equilibra a glicose sanguínea: embora sejam adocicadas, as uvas não elevam o açúcar no sangue, evitando casos de diabetes, inclusive gestacional. Aliás, ela ajuda no equilíbrio entre glicose e insulina em diabéticos;
  • Diminui riscos de cânceres: é certo que a uva tem componentes que ajudam na manutenção celular, ainda mais pela presença de antioxidantes para combater radicais livres nocivos para as células;
  • Previne doenças cardíacas: devido aos seus nutrientes, a fruta é ideal para manter a saúde do coração e todo o sistema circulatório, pois também auxilia na coagulação sanguínea e fortalecimento de artérias;
  • Controla a pressão arterial: graças à presença de potássio, o mineral da fruta ajuda a combater o aumento do sódio, um dos inimigos de quem é hipertenso.

Os tipos de uva

Basicamente, existem apenas três tipos de uva: europeias, muscadines e americanas.

No caso das americanas, elas costumam se adaptar melhor a climas ensolarados e quentes, como o semiárido nordestino e a região da Califórnia. Já as europeias são comuns tanto na Europa quanto em alguns locais frios dos Estados Unidos. Enfim, a muscadine é encontrada mais ao sul dos Estados Unidos. Aqui no Brasil, essa variedade costuma ser utilizada unicamente para melhoramento genético de videiras.

Por falar no assunto, dentro de cada variedade de videira, existem diversas espécies para escolher. Ademais, essas espécies podem variar de textura, cor, sabor e até mesmo tamanho. Ou seja, umas são indicadas para doces, outras para consumo in natura e outras para a produção de vinhos, geleias e sucos.

Contudo, uvas para vinho costumam ser do tipo europeia, embora as principais variedades cultivadas por aqui sejam:

  • Syrah;
  • Zinfandel;
  • Cabernet Sauvignon;
  • Pinot Noir;
  • Merlot;
  • Tannat;
  • Chardonnay;
  • Nebbiolo;
  • Malbec;
  • Sauvignon Blanc;
  • Carmenére.

Por outro lado, além dessas variedades acima, o Brasil apresenta demais tipos com patente para cultivo. Quer dizer, só é possível plantar essas videiras com permissão da empresa responsável pela sua patente e desenvolvimento.

No caso das geleias e suco, as melhores variedades são:

  • Bordô;
  • Niágara Branca;
  • Concord;
  • Brs Magna;
  • Isabel;
  • Violeta;
  • Brs Cora.

uva

Rio Grande do Sul é destaque na viticultura nacional

Um levantamento feito pelo Embrapa, em 2017, mostrou que o Brasil contou com uma área cultivada com videiras de 77.786 ha no ano de 2016.

Em nosso país, ano após ano, o estado do Rio Grande do Sul é o que mais produz uvas, com cerca de 64% da área vitícola nacional.

Sucos, vinhos e derivados também são produzidos em larga escala no Brasil. Em 2016, por exemplo, apenas o Rio Grande do Sul produziu quase 245 milhões de litros – isto entre vinhos, sucos e demais derivados líquidos.

Sem sementes: conheça a curiosa uva Thompson

Por ser fabricada, a uva Thompson é uma variedade que não possui sementes. Como origem econômica, ela teve sua produção iniciada nos Estados Unidos, mas acabou conquistando o mundo tanto pela praticidade quanto pelo seu sabor.

Entretanto, mesmo adaptada ao nosso clima quente, essa variedade é de origem grega ou turca. Ao ser trazida para o Brasil, ela se mostrou resistente ao suportar muitas mudanças entre chuvas e sol.

De qualquer forma, além de ser um fato curioso, ela costuma estar presente em quase todos os tipos de solo. Até porque a Thompson faz o maior sucesso e diferença quando percebem que uma fruta pode ser consumida sem a presença de sementes.

Em primeiro lugar, isso é possível graças a processos modernos de modificação genética. Para isso, temos duas maneiras distintas: o aborto após a produção de novos cachos ou a esterilização do fruto.

De qualquer forma, nos dois processos, a produção da fruta resulta em uma uva sem semente. Esse procedimento costuma ser realizado nos tipos verde e vermelha. No entanto, a Thompson verde costume tem maior concentração de calorias.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo