Vinhaça é popular no país por ser um bom substituto do fertilizante

Inicio » Agricultura » Vinhaça é popular no país por ser um bom substituto do fertilizante
11/03/2019 Por
Vinhaça é popular no país por ser um bom substituto do fertilizante

Vinhaça é um produto em forma líquida que é extraído diretamente do álcool e da cana de açúcar

A vinhaça tornou-se popular no país por conta de ser ótima alternativa para substituir os fertilizantes. Além disso, o resíduo do produto não agride o solo, e é considerado ecologicamente correto.

A vinhaça é um resíduo que se origina diretamente do álcool. Por isso, com a alta produção no Brasil, o uso de vinhaças também se expandiu. Para cada litro de álcool produzido no país, cerca de 13 litros de vinhaça são gerados.

Vinhaça sendo aplicada

O que é vinhaça?

Vinhaça é um produto em forma líquida que surge após a produção de produtos como o álcool e a cana-de-açúcar. Mesmo contendo alto valor poluente, o fragmento é muito utilizado nas fazendas brasileiras, e é popular por ser considerado um produto que não agride o solo.

Dentro do campo, a vinhaça é aproveitada das seguintes maneiras:

  • Adubo: Fazendeiros usam resquício como principal substituto do fertilizante. Desse modo, o produto é aplicado da mesma forma que se rega o solo.
  • Alimento animal: Mesmo com poluentes, o produto possui algumas propriedades que de certo modo alteram a vida a produtividade do gado. É um ótimo custo benefício para o fazendeiro, pois pode ser comprado em grandes quantidades, sem risco de estragar.
  • Substituto da água: É comum ser consumido por gados que bebam aproximadamente 20 litros de água por dia. Pois o seu baixo custo faz com que o fazendeiro não utilize da água mineral para o animal.

Vinhaça concentrada

A vinhaça concentrada é um resíduo que agride o meio ambiente, seja pelo solo ou por meio da sua mistura com água. Seu uso a longo prazo, além de prejudicar o equilíbrio do ecossistema, pode atrapalhar o desenvolvimento dos animais. De modo que eles podem chegar a óbito por conta do contato excessivo com a vinhaça.

O descarte incorreto do produto também pode trazer sérias consequências para os animais, mesmo fora do âmbito da fazenda. Isso porque peixes e outros bichos que bebem água das margens dos rios podem ser afetados pela substância.

Embora o produto possa causar consequências prejudiciais ao ecossistema, seu uso continua eminente no Brasil. Isso porque a eficiência do uso da substância pode chegar, até mesmo, a ajudar a população de diferentes maneiras. E um bom exemplo disso é a sua utilização na geração de energia elétrica.

Segundo informações da Universidade de São Paulo – USP, a vinhaça tem propriedades suficientes para gerar energia para grandes regiões do Brasil.

Local onde é feita a extração da vinhaça

Dentro de alguns territórios da América do Sul, o uso de vinhaça é proibido por conta do alto teor poluente. O produto é considerado grande inimigo da aquicultura, já que seu uso pode chegar a comprometer os lençóis freáticos.

É preciso entender que todo uso em excesso tem suas consequências. Dessa forma, é preciso viabilizar maneiras de entender como o uso do produto pode ser menos prejudicial ao meio ambiente, de tal forma que não venha a fazer mal a gerações futuras.

Por fim, o uso de vinhaça têm suas vantagens – e elas merecem ser reconhecidas – mas também há desvantagens que devem ser observadas com atenção. Dessa forma, possibilitando o uso do produto de forma que ajude as produções e evolução do setor, mas sem que isso afete o meio ambiente de maneira negativa.

Agro20 | Portal Vida No Campo