Abacate e os principais benefícios da fruta para o organismo

Inicio » Agricultura » Abacate e os principais benefícios da fruta para o organismo
09/05/2019 Por
Abacate e os principais benefícios da fruta para o organismo

O abacate é um superalimento e muito recomendado em diversos tipos de tratamentos médicos

O abacate é um fruto de origem mexicana e com uma grande produção no Brasil. A árvore que gera este fruto é conhecida como abacateiro, pode atingir até 20 metros de altura e floresce uma vez por ano. O fruto é muito popular no mundo inteiro e pode ser consumido de diversas formas em todas as refeições. Além disso, é considerado um superalimento por conta das propriedades benéficas que contém.

A produção do abacate no Brasil teve um crescimento significativo por conta da alta procura da fruta. O país é o quarto maior produtor do fruto no mundo, e consegue abastecer o mercado nacional e parte do internacional com a sua produção. A planta é nativa de clima subtropical e pode ser cultivada em todas as épocas do ano; se desenvolvendo melhor nas épocas do ano que são mais chuvosas.

O abacate é um superalimento

Características do abacate

O abacate é uma fruta da família dos Lauraceae e apresenta três variedades principais: artilhana, guatemalense e mexicana. Além disso, ela é uma planta de origem da América Central, em especial do Peru e do México. Além disso, existem registros de cultivo que evidenciam mais de 10 mil anos da cultura do abacate. Ele foi trazido para o Brasil no início do século XVIII.

A sua introdução de cultivo nacional aconteceu primeiro no Rio de Janeiro, e depois em outros estados. Hoje, o país é o quarto maior produtor do fruto no mundo inteiro. A fruta é considerada um dos alimentos tropicais mais valiosos, principalmente, por conta da grande quantidade de elementos benéficos para o organismo que contém.

O abacateiro é uma planta nativa de climas tropicais e subtropicais. O período de florescimento acontece apenas uma vez por ano, mas é sempre em grande quantidade. Além disso, o fruto cai do pé ainda verde, e só começa a ficar maduro quando está no chão. Ela pode ser encontrada no México e em grande parte da América Central, assim como na América do Sul, em Israel, no Havaí e nas Índias Ocidentais.

Embora seja uma planta de climas quentes, ela é sensível à luz do sol por longas horas. Por isso, o seu cultivo deve ser feito em áreas com disponibilidade de sombra; como, por exemplo, abaixo de outra árvore que ofereça uma sombra provisória natural.

O cultivo pode ser feito em locais com solo profundo e com adição de adubo. O plantio é feito em especial nas  estações do ano com maior incidência de chuvas, a fim de frutificar mais rapidamente a árvore. Além disso, não é necessário uma grande plantação para produzir este fruto tão rico em propriedades; existem maneiras caseiras de fazer o cultivo do abacate em menores quantidades.

Abacate avocado

Um dos mais conhecidos tipos de abacate da atualidade é o chamado de avocado. Embora seja muito semelhante ao abacate tradicional e mais conhecido, o avocado é mais magro; e conta com 10% menos calorias que a fruta mais conhecida.

Juntando isso ao fato de que ambos contém uma quantidade enorme de nutrientes benéficos para o corpo humano, fica claro o motivo pelo qual tantas pessoas preocupadas em manter a boa forma vem adotando o avocado como um complemento constante da dieta.

Abacateiro

A árvore responsável pelo fruto é denominada de abacateiro e pode ter um porte de médio até alto; variando entre 7 e 20 metros. As folhas da árvore são verdes escuras e de formato simples, com pequenas flores verdes e amareladas que são perfumadas. Este fruto é de formato semelhante ao da pera e a sua polpa é carnosa, de cor verde amarelada. O abacate pode chegar a pesar até 1 kg e possui apenas uma única e grande semente.

Um fato interessante sobre o abacate é que ele tem flores macho e fêmea na mesma florescência. Como forma de garantir a fecundação das flores, é preciso ter o cultivo dos dois tipos da planta: a feminina e a masculina. Do cruzamento entre as flores é que o fruto nasce.

O alimento pode variar muito de tamanho, cor e formato; e é possível que existam mais de 500 tipos de abacates no mundo. Como forma de conservar o fruto depois de cortado e evitar que ele escureça, é recomendado pingar gotas de limão e mante-lo na geladeira com papel filme.

O uso do abacate

O fruto não se limita a pequenas porções ou apenas como um lanche da tarde. O abacate é um dos alimentos mais versáteis e pode ser introduzidos em todas as refeições. No momento do café da manhã, pode ser servido junto com uma torrada aquecida; já no almoço, ele pode estar presente na salada, junto com alface e tomate. Por fim, no jantar pode servir como complemento de molho para alguma entrada, junto com o arroz e o feijão.

Os nutricionistas recomendam o consumo do abacate no meio da tarde, entre o almoço e o jantar, pela sensação de saciedade que ele proporciona. Além de versátil, ele é também muito nutritivo e pode ajudar no combate de doenças e fortalecimento de diversos sistemas do corpo humano.

Em cada região do mundo o abacate é consumido de uma maneira diferente. No formato de purê, saladas, temperos com sal, pimenta, vinagre e até mesmo em pratos doces com adição de mel e açúcar. Outra forma bastante popular de consumo da fruta é na famosa receita da guacamole, popular na culinária mexicana.

Além de ser muito explorado na indústria dos alimentos, este fruto tem também aplicação no campo dos cosméticos. O uso do fruto na fabricação de óleos essenciais é muito procurado por conta dos benefícios. Por isso, não é incomum encontrar pessoas que usem o fruto para hidratar a pele ou passem o abacate no cabelo.

As vitaminas que compõem o alimento são muito importantes e oferecem benefícios em muitos aspectos; podendo servir de auxiliar para peles ressecadas ou na hidratação dos fios de cabelo, por exemplo.

É muito comum dizer que o consumo do abacate não é indicado para quem sofre com problemas nos rins. No entanto, esta afirmação popular é falsa, e a fruta pode ser consumida normalmente mesmo por quem tem problemas renais. Inclusive, de algumas formas, o alimento pode ser muito benéfico para estes indivíduos.

O consumo do abacate pode ser feito de muitas formas

Quais são os benefícios do abacate

Os benefícios do abacate são muitos e, assim como dito anteriormente, ele não serve apenas para consumo. A maior parte dos seus compostos está associada com ações anti-inflamatórias. Sendo assim, o fruto é um prato cheio para a saúde e pode ser aproveitado em todas as suas partes; da casca até o caroço.

O fruto é fonte rica de vitamina E, que auxilia em um melhor funcionamento do sistema imune. Ele também contém glutationa e manganês; elemento que são classificados como tipos de antioxidantes produzidos pelo nosso organismo e que funcionam no prevenção de doenças por baixa resistência.

O fruto também é rico em beta-sitoterol; substância que é um tipo de fitoquímico que pode proteger o organismo contra manifestações de câncer, por exemplo. Além disso, um fato muito curioso sobre o alimento é que muitos dos seus benefícios estão diretamente associados à sua casca e folhas. O chá de folha de abacate pode, inclusive, ajudar a garantir um melhor funcionamento do sistema nervoso.

Além disso, o caroço do abacate pode ser consumido quando é ralado, aquecido e depois acrescentado em outros alimentos. Entre as suas propriedades nutricionais, a semente do abacate pode conter até 70% mais nutrientes que a própria polpa do fruto.

O abacate também é rico em ômega 3, 6 e 9; que são recomendados para quem está passando por tratamentos relacionados ao funcionamento do coração. Isso acontece porque ele contém componentes que reduzem os níveis de LDL – colesterol ruim. Portanto, pode ser consumido por quem sofre de problemas com alto taxa de glicemia no sangue; e, por conseguinte, reduz a chance de doenças cardiovasculares.

Para os indivíduos que sofrem de diabetes, o abacate também pode ajudar. Isso porque o alimento conta com propriedades que ajudam no controle dos níveis de açúcar no sangue.

Como plantar abacate

Apesar de o abacateiro ser uma árvore que pode atingir 20 metros de altura, é possível cultivar pequenas mudas do fruto em casa. A plantação pode ser iniciada a partir do fruto orgânico, com a retirada da sua semente. Em seguida, é preciso encher um copo com água e colocar a semente em cima, com alguns palitos perfurando seu interior. A semente deve ficar desta maneira e sem nenhuma interferência por até quatro semanas. Assim, começa a brotar a sua raiz.

No segundo mês, a semente do abacate já se desenvolveu mais e pode apresenta um caule curto e com algumas folhas por cima. Assim que atingir esta fase, a planta está pronta para passar para a próxima fase de plantação; e deve ser transportada para um jardim ou um vaso alto. A tendência é que os frutos aparecem depois de cerca de seis meses.

A produção de abacate no Brasil é muito alta em Minas Gerais

A produção do abacate no Brasil

Atualmente, os estados brasileiros responsáveis pelo abastecimento do fruto em âmbito nacional estão na região Sudeste, nos estados de Minas Gerais e São Paulo. Sendo assim, hoje o país é o quarto maior produtor do fruto no mundo, e o segundo da América Latina.

Na plantação de abacate, o uso de pesticidas ou insumos agrícolas para ajudar e fortalecer a planta em seu desenvolvimento são dispensados. O fruto é muito resistente contra pragas agrícolas e não exige condições de solo específicas.

A colheita do abacate acontece no momento em que o produtor observa os alimentos caindo da árvore, ainda verdes. Como forma de saber se o fruto já está pronto para consumo, a maneira ideal não é chacoalhar, mas sim apertar a fruta para certificar-se da sua maciez.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo