Abobrinha é hortaliça rica em vitaminas e minerais

Inicio » Agricultura » Abobrinha é hortaliça rica em vitaminas e minerais
10/05/2019 Por
Abobrinha é hortaliça rica em vitaminas e minerais

A abobrinha é uma hortaliça muito rica em nutrientes e minerais benéficos para o organismo

A abobrinha é um tipo de legume muito conhecido no Brasil e cultivado em quase todas as regiões. Esta hortaliça é muito adaptável ao clima e solo brasileiro e, por isso, sua cultura pode ser feita em quase todas as épocas do ano. Além disso, é um fruto de crescimento acelerado e de manejo simplificado para o produtor. Os dois tipos mais comuns no país são as italianas e brasileiras, e elas podem ser preparadas de diversas formas.

O consumo da abobrinha é muito benéfico para o organismo humano. A hortaliça pode ser um grande auxiliar no combate de doenças por carência de ferro e vitaminas. Da mesma maneira, também é um grande auxiliar para o bom funcionamento do organismo, pois ajuda a regular o trato intestinal.

A abobrinha é um alimento muito rico em vitaminas

Características da abobrinha

A abobrinha, também conhecida como abóbora de moita e abobrinha italiana, é um tipo de hortaliça de valor econômico muito importante para o país. Ela é consumida em todas as regiões do Brasil e o estado produtor de maior destaque é São Paulo. A hortaliça pertence à família Cucurbitaceae – que é a família das abóboras, da melancia, do melão, do pepino e do chuchu.

A planta da abobrinha é de florescimento anual e tem um caule herbáceo, além de folhas recortadas com manchas brancas. As flores são de coloração amarela e contém flores femininas e masculinas. Além disso, as flores da planta são polinizadas pelas abelhas.

A hortaliça é mais conhecida pelo seu fruto, que é comercializado ainda em estado imaturo. É caracterizado pelo formato cilíndrico e uma coloração verde clara, com alguns traços mais escuros. Esta planta é nativa de regiões de um clima mais seco, de temperatura entre 18ºC até 35ºC.

A umidade do ar ideal é média, entre 40% e 50%, para que a planta se desenvolva em melhores condições. O cultivo da hortaliça acontece entre as estações de verão e primavera, e também pode ser cultivada no outono e no inverno em ambientes protegidos de geadas. A colheita acontece após cerca de 60 dias do plantio.

Para cada região brasileira, existem determinadas épocas para iniciar a plantação de abobrinha. No Sul, por exemplo, o ideal é começar entre setembro e maio. Já no Sudeste, o período entre agosto e maio é a melhor época. No Nordeste, março e outubro podem ser estações de menor índice de sol. Na região do Centro-Oeste, os agricultores têm vantagem e o plantio é recomendado em todas as estações. E, por fim, no Norte, podem ser plantadas entre abril e agosto.

Quais são os tipos de abobrinha

Existem quatro principais tipos de abobrinha em todo o país. Contudo, apenas dois tipos são produzidos em massa no Brasil: abobrinha italiana e abobrinha brasileira. Já em Portugal – país responsável pela introdução da hortaliça nas plantações brasileiras – é possível encontrar em maior quantidade todos os tipos de abobrinhas.

A melhor maneira de escolher a abobrinha ideal para o consumo é se atentar para alguns sinais da hortaliça. É importante verificar se o vegetal está firme e se a casca está lisa, sem a presença de manchas no fruto.

  • Abobrinha italiana

A abobrinha do tipo italiana está presente na variedade da família cucurbita pepo. Ela é caracterizada pelo seu formato alongado e uma casca verde clara, com a presença de listras mais escuras. É o tipo de abobrinha mais comum do mercado e pode ser encontrada com muita facilidade em diversos estados brasileiros. O uso na culinária é amplo e pode ser voltado para receitas assadas, como lasanhas, ou mesmo recheada.

  • Abobrinha libanesa

Este tipo de abobrinha é também conhecido como curgete verde ou diamante. A abobrinha libanesa, assim como a italiana, faz parte da família cucurbita pepo. O seu formato é semelhante à anterior, entretanto, a sua coloração é apenas uma: verde escuro e brilhante. Não é tão comum de ser encontrada no Brasil, mas existem plantações da espécie em São Paulo.

  • Abobrinha amarela

A abobrinha amarela, ou também curgete golden, pertence à mesma família das anteriores. O seu formato é alongado e a hortaliça é caracterizada por uma casca amarela e brilhante. O sabor deste tipo é mais adocicado que o das outras de coloração verde.

Ela é explorada no âmbito da culinária para decoração em pratos, por conta da beleza e de suas cores vibrantes. Assim como as anteriores, não é muito comum de encontrar em feiras livres, pois a sua produção nacional é muito pequena.

  • Abobrinha menina brasileira

A abobrinha brasileira, diferente das outras, pertence à família da cucurbita moschata. A principal característica que a difere das outras é o seu formato. Ela apresenta um pescoço alongado e suas extremidades são largas e arredondadas.

A coloração varia entre verde escuro, claro e amarelo, e é possível perceber algumas manchas brancas no corpo da hortaliça. Ela é bastante presente nos mercados brasileiros e em feiras livres, e um prato muito comum com este tipo de hortaliça é a abobrinha recheada.

Como iniciar uma plantação de abobrinha

A plantação da abobrinha não é complicada. Isso porque esta hortaliça se adapta muito bem ao clima tropical brasileiro, e pode ser plantada em quase todas as estações do ano em toda a extensão territorial. Para iniciar o plantio desta hortaliça, é necessário um terreno com solo do tipo argiloso e um pH entre 6 e 6,5.

Além disso, é importante que a terra seja profunda, permitindo que as raízes sejam capazes de se desenvolver com facilidade. Ao produtor que deseja iniciar uma grande produção, 5 kg de sementes são suficiente para um hectare de terreno. As espécies de abobrinha mais comuns no Brasil são italiana e brasileira, pois se adaptam melhor ao clima e solo.

A abobrinha é conhecida como uma hortaliça muito benéfica para o organismo humano

A temperatura ideal do plantio é entre 20ºC e 35ºC. Porém, uma forte exposição ao sol pode fazer mal à planta e, por isso, é importante que o produtor providencie uma sombra provisória. A colheita depende do tipo de abobrinha cultivada, e os tipos mais comuns no Brasil se desenvolvem rapidamente.

A irrigação deve acontecer regularmente nos períodos sem chuvas, de 4 até 8 litros por metro de sulco diariamente. Entretanto, é importante que a plantação não fique encharcada, apenas úmida. Quando a planta já estiver em sua fase adulta, o produtor pode realizar o processo de irrigação em intervalos mais demorados. No caso da italiana, isso acontece após 40 dias de plantio; e no caso da brasileira, entre 75 até 80 dias.

Os cuidados na plantação

Os cuidados com a plantação são contra as doenças mais comuns nos plantios como, por exemplo, oídio, virose e apodrecimento dos frutos. Entre as principais pragas agrícolas comuns nessa cultura podemos citar as brocas e as vaquinhas.

Como forma de prevenir e tratar uma plantação infestada o agricultor pode investir em defensivos agrícolas. Outra forma de manter a plantação saudável é deixar as ervas danosas fora do plantio e realizar o controle de matos, por meio de capinas.

Quais são os benefícios da abobrinha

A hortaliça se destaca por ser uma fonte muito importante de fibras e sais minerais como, por exemplo, cálcio, ferro e fósforo. Além disso, também apresenta uma série de vitaminas essenciais para um bom funcionamento do organismo, como a vitamina A, vitamina B e niacina (B3).

Estes compostos são grandes auxiliares para uma redução dos níveis de colesterol e triglicérides. Deste modo, são auxiliares do sistema nervoso e imune. Outro ponto importante sobre esta hortaliça é a sua fácil digestão e metabolização pelo organismo, ajudando em um melhor funcionamento do intestino.

Além disso, as sementes da abobrinha apresentam uma alta taxa de zinco em sua composição e podem ajudar no tratamento e na prevenção da hiperplasia benigna de próstata. Da mesma forma, elas também são auxiliares e funcionam como suplemento proteico.

A hortaliça conta com antioxidantes que tem a função de combater os radicais livres em excesso no organismo. Além disso, esta propriedade também ajuda no combate do envelhecimento precoce e estimula a renovação de células.

A abobrinha é um alimento super versátil

Para aqueles que sofrem a diabetes, a abobrinha pode ser também um auxiliar, pois a hortaliça ajuda a regular as taxas de colesterol e açúcar no sangue. As vitaminas do complexo B presentes no fruto são responsáveis por metabolizar parte da glicose presente no organismo.

Outro benefício importante é a função anti-inflamatória da hortaliça. Ela contém uma grande quantidade de ômega 3 e carotenoides em sua composição e, por isso, promove o combate de inflamações no trato gastrointestinal e no sistema cardiovascular.

Um fato muito interesse sobre o consumo deste alimento é relacionado às mulheres grávidas. Isso porque a abobrinha contém ácido fólico entre as suas propriedades, o que pode ajudar na divisão celular do feto.

A abobrinha emagrece

É muito comum observar a abobrinha alinhada à dietas alimentares com o objetivo de emagrecimento. Isso acontece porque a hortaliça é rica em nutrientes e proteínas muito importantes para o bom funcionamento do organismo. Além disso, as fibras que ela apresenta são responsáveis por saciar a fome. Dessa forma, ela reduz o apetite e, consequentemente, a quantidade de comida ingerida por refeição. Outro ponto importante são os baixos níveis de calorias e a abundância em propriedades benéficas.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo