O pistache e os seus muitos benefícios para a saúde

Inicio » Agricultura » O pistache e os seus muitos benefícios para a saúde
12/04/2019 Por
O pistache e os seus muitos benefícios para a saúde

O pistache é uma semente rica em proteínas e vitaminas importantes para o bom funcionamento do organismo

Originário da Ásia, o pistache é uma semente apreciada no mundo todo. Por conta dos diferentes benefícios que oferece à saúde, ele é recomendado para diversos tipos de tratamentos; incluindo a diabetes, problemas cardíacos e fluxo irregular da flora intestinal, entre outros. Além dos benefícios para a saúde, a semente é também bastante usada no ramo dos cosméticos, como para uso nos cabelos e hidratação da pele.

A produção de pistache é realizada nas regiões mais frias do mundo, pois vem de uma planta que demanda baixa temperatura em seu desenvolvimento. No entanto, mesmo no Brasil – um país tipicamente tropical – já existem, hoje, tecnologias que permitem sua produção. A safra do pistache é farta e lucrativa para o produtor rural que deseja investir neste comércio.

Pistache

O que é pistache?

O pistache é uma semente da árvore pistácia, originária da Ásia Central, e seu consumo é mundial. É classificado como um tipo de castanha oleaginosa, ou seja, um vegetal que contém óleos e gorduras que podem ser extraídos do frutos. Este fruto é muito rico em nutrientes e minerais como proteínas, fibras, vitamina K e E, entre outros. A sua cor é um verde misturado com roxo, e este fenômeno é causado pela ação das propriedades denominadas de antocianina e luteína na semente.

A árvore do pistache pode chegar a até 7 metros de altura e produz folhas caducas e pequenas. Ela é nativa do sudoeste asiático que conta com Ásia Menor, Palestina, Irã, Síria e Israel. Anos mais tarde, seu cultivo se estendeu a regiões do mediterrâneo e também para a Califórnia (EUA) – segundo maior produtor de pistache do mundo, perdendo apenas para o Irã.

Cultivo do pistache

Para ingressar no ramo do cultivo do pistache é necessário clima frio e seco; por isso o fruto é tão famoso na Europa, na Ásia e na América do Norte. Ainda assim, sua produção no Brasil – em especial no Sul – é promessa de sucesso para os agricultores. O investimento em tecnologias no país, a fim de criar um ambiente frio o ano todo, é procurado por produtores como forma de ter um cultivo mais farto e com qualidade.

O consumo desta castanha pode ser feito de várias formas: inteiro (fresco), torrado e salgado – assim como os amendoins. No momento de escolher o melhor tipo de pistache, optar pelo consumo sem a casca externa e mais dura é a melhor forma de consumir o maior número de nutrientes do alimento.

O sorvete de pistache é uma das formas preferidas dos consumidores para saborear esta castanha. Além disso, ele também é utilizado na fabricação de doces como a baklava – tipo de pastel com nozes, típico da Turquia. Nos Estados Unidos é muito comum que os americanos também utilizem o pistache como complemento na salada, assim como para dar um gosto a mais no pudim.

Pistache

Benefícios do pistache

Os benefícios do pistache estão ligados com as suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Assim como é o caso de muitas castanhas, ele também auxilia no controle glicêmico e na função endotelial – que ajuda a recobrir os vasos sanguíneos e o coração.

Ele é também pode servir como auxiliar no processo de emagrecimento, pois provoca saciedade a quem o consome. Além disso, é também capaz de aumentar os níveis de glicose no sangue; por isso, é procurado como forma de prevenir ou regular a diabetes no organismo.

Os agentes antioxidantes, auxiliam na proteção do corpo contra os radicais livres – moléculas do organismo que em excesso podem ser tóxicas e são produzidas naturalmente pelo corpo humano. Outra vantagem do pistache, é que ele ajuda com a proteção e uma melhora significativa da visão. Os antioxidantes preservam as células e fornecem uma melhor saúde para os olhos.

O alto teor de fibras que esta semente contém também faz com que a flora intestinal funcione melhor. Além disso, diminui a taxa de colesterol ruim, denominado de LDL, no organismo.

O fruto não é apenas multifuncional para o organismo, e seu uso cosmético para pele e cabelo também carrega muitos benefícios. Aplicar uma máscara capilar de pistache tem o poder de nutrir e hidratar os fios profundamente, assim como dar mais força para as fibras capilares e estimular o crescimento. Do mesmo modo, utilizar um creme facial derivado do pistache auxilia no fortalecimento e na saúde da pele. O alto teor de vitamina E se comporta da mesma forma que o antioxidante nos poros do rosto.

Consumo do pistache com moderação

Apesar de o pistache ser uma semente muito rica em proteínas e minerais, seu consumo em excesso pode ser prejudicial. Assim como as outras castanhas, o pistache contém alto teor de gordura e calorias; por isso, pode ser controverso na ajuda para a perda de peso. Cada 100 g desta castanha contêm cerca de 517 calorias, então é recomendável que seu consumo seja feito antes das refeições. Deste modo, as gorduras não são digeridas pelo organismo tão rapidamente.

Pistache

Cultivo do pistache no Brasil

O cultivo do pistache no Brasil não é tão comum como os demais frutos que o país tropical está acostumado. Este tipo de castanha demanda baixos níveis de temperatura e clima seco para o plantio; pois é deste modo que ele se desenvolve com maior facilidade. Contudo, sua produção no país ainda é possível – especialmente no Sul e em alguns locais do Sudeste brasileiro, que são regiões mais frias. Deste modo, a maior safra de produção é derivada do Rio Grande do Sul e alguns locais de São Paulo.

Para que o cultivo do pistache seja rico e produtivo, é possível que o agricultor precise de um investimento em tecnologias. A maior parte dos agricultores utiliza câmaras frias para criar o ambiente ideal. Deste modo, o fruto é capaz de ser mais mais farto no plantio e com melhor qualidade de mercado. Embora o alto custo possa afastar investidores, seu custo benefício para o produtor agrícola é compensado, pois a procura no Brasil é alta em todas as épocas do ano.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo