Adensamento de animais e de plantação destaca prós e contras

Inicio » Agronegócio » Adensamento de animais e de plantação destaca prós e contras
28/02/2019 Por
Adensamento de animais e de plantação destaca prós e contras

Adensamento é uma forma de otimizar o uso da área cultivada e tem o objetivo de aumentar a produção

Já pensou em manter seu cultivo em uma área menor para aumentar a produção? Com o uso da técnica de adensamento hoje isso é possível.

No Paraná, por exemplo, o cultivo do café adensado reduziu um problema entre agricultores do estado: geadas que destruíam cafezais. Com isso, o adensamento também garantiu renda aos produtores.

Cafezal pode produzir ainda mais com a técnica do adensamento

O que é adensamento?

Adensamento é um conceito que pode ser aplicado em diferentes setores, desde arquitetura e engenharia até o agronegócio. Pode ser urbano, no caso de prédios que possibilitam que várias pessoas ocupem um espaço, de animais ou de plantação.

É caracterizado pelo aumento da densidade de um povoamento, por meio da introdução de novos exemplares da mesma espécie no mesmo local. Assim sendo, além do plantio, é uma técnica que pode ser usada para a criação de aves, bovinos e suínos.

Como acontece o adensamento de animais?

O adensamento de animais acontece quando o criador insere apenas um tipo ou espécie na mesma área.

Enquanto eleva a produtividade de um lado, de outro exige alimentação artificial e balanceada para que possam alcançar máximo desenvolvimento. Em alguns casos, como na piscicultura, também são usados filtros biológicos para manter a qualidade da água e facilitar a manutenção do oxigênio.

Em números, na avicultura brasileira, por exemplo, o padrão de adensamento é de 8 a 10 aves por metro quadrado. Um processo que exige cuidado com a queda do peso médio do animal, consequência do estresse e competição entre a espécie. E também de doenças metabólicas e respiratórias devido à escassez de oxigênio no ambiente.

Em instalações adequadas, a técnica de adensamento pode aumentar de 60% a 80% a produtividade. Gerando, assim, interessantes resultados econômicos.

Piscicultura também pode promover a técnica do adensamento

Adensamento de plantação

O adensamento de uma plantação exige apenas algumas adaptações no sistema de produção e no maquinário usado para plantio e colheita. Acontece quando a população varia entre cinco mil e 10 mil plantas por hectare.

A produtividade é menor por planta, mas maior por área. Então, o retorno financeiro é antecipado. Já um ponto negativo é a necessidade de podas regulares e sistemáticas, que devem ser contornadas com o manejo.

Na cafeicultura, as principais vantagens são o aumento da produção por área em curto prazo e melhor aproveitamento de água e nutrientes. Por outro lado, exige maiores investimentos no plantio e formação de lavouras, além de uso intensivo de mão de obra.

No cultivo de melancia, mais que duplica a produtividade da fruta. No caso de árvores de citros, aumenta a produção de safras iniciais em até 89% em comparação com áreas tradicionais de cultivo. Um meio de prevenir a colheita de males como o huanglongbing (HLB).

No plantio de algodão, aumenta a produtividade e também a qualidade da fibra, além de melhorar o controle de plantas daninhas.

O adensamento pode, ainda, ser usado como estratégia de recuperação para espaços com falhas de regeneração natural. Assim, a cobertura do solo é acelerada por meio de espécies nativas.

Agro20 | Portal Vida No Campo