Adubo foliar pode ajudar no melhor desenvolvimento da planta

Inicio » Agronegócio » Adubo foliar pode ajudar no melhor desenvolvimento da planta
24/06/2020 Por
Adubo foliar pode ajudar no melhor desenvolvimento da planta

O adubo foliar tem boa absorção e pode ser um complemento a adubação do solo

A adubação é um manejo necessário para o bom desenvolvimento das plantas, fornecendo nutrientes. Essa adubação pode ser feita via solo ou com adubo foliar.

Com o adubo foliar, a intenção é que a planta absorva os nutrientes pelas folhas, ou seja, pela parte aérea.

Adubo foliar aplicado na lavoura

A adubação de uma lavoura pode ser feita através do solo, que é a mais comum, e também via adubo foliar.
Quando o adubo é distribuído pelo solo, a absorção dos nutrientes é pelas raízes. Na adubação foliar, a distribuição dos nutrientes é absorvida na parte aérea, pelas folhas, através de estômatos.

Os estômatos são parte da estrutura da epiderme da planta, que fica nas folhas. Assim, os estômatos são responsáveis pela transpiração da planta. Com isso, quando esses estômatos se abrem para uma evapotranspiração, ou seja, para saída de água, a água que está na raiz é absorvida em seguida, num processo constante.

Nesse processo, quando as folhas se abrem, elas absorvem os nutrientes disponibilizados pela adubação foliar.
Com a adubação via solo, as plantas recebem os principais macronutrientes como NPK (nitrogênio, fósforo e potássio) de forma eficiente.

Porém, ao longo do ciclo, as plantas podem ficar com deficiência de alguns micronutrientes como cálcio, boro, manganês, selênio e cobalto, que podem ser adicionados com nutrição específica.
Assim, os adubos distribuídos sobre as folhas são assimilados de forma mais rápida do que através do solo. Entretanto, seu aproveitamento tem um prazo menor.

Assim, os nutrientes devem, preferencialmente, ser aplicados nas fases fenológicas, onde as plantas conseguem responder rapidamente e assim aumentar a produtividade.

Fertilizante foliar

O adubo ou fertilizante foliar não deve ser aplicado sozinho. Ou seja, deve ser aplicado de forma consorciada com a aplicação normal pelo solo. Assim, a adubação foliar vem de forma complementar para suprir a demanda por nutrientes.

Porém, assim como toda aplicação de defensivos, a adubação foliar exige alguns cuidados.

  • atenção quando a molhabilidade da superfície foliar. É preciso que o produto atinja as folhas. Assim, é preciso estar atento no método de aplicação, com bicos específicos e uso de espalhantes;
  • temperatura e umidade relativa do ar: as recomendações para aplicação da adubação foliar seriam pela manhã e final da tarde. A umidade do ar alta e temperatura mais amena são favoráveis; até mesmo porque a melhor absorção se dá a luz do dia, quando as plantas abrem seus estômatos e fecham no escuro.

Adubo foliar aplicado com avião agrícola

Tipos de fertilizantes

Existem diversos tipos de fertilizantes para cada etapa de preparação e instalação da lavoura. Seja para tratar sementes ou fornecer nutrientes para o solo e plantas, os fertilizantes têm várias composições.

  • Fosfitos: esses fertilizantes têm boa absorção pela raiz e folhas por ser altamente solúvel em água. Sua principal característica é a resistência a doenças e pragas;
  • Formulações simples: geralmente esses são os mais utilizados por serem de fácil aplicação;
  • Formulações Binárias: com fertilizantes simples e compostos, possibilita uma boa absorção foliar;
  • Mix: é um complexo de micronutrientes importantes para as plantas atingirem maior produtividade;
  • Organominerais: são fertilizantes orgânicos, com nutrientes minerais e orgânicos;

Assim, o adubo foliar tem se tornado mais comum como forma de potencializar a nutrição e, posteriormente, os resultados na lavoura.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo