Agronomia influencia setor que representa grande parcela do PIB nacional

Inicio » Agronegócio » Agronomia influencia setor que representa grande parcela do PIB nacional
20/06/2019 Por
Agronomia influencia setor que representa grande parcela do PIB nacional

Entenda porquê a agronomia é tão importante para o ser humano e o agronegócio

Um dilema complicado e que todos passam na vida é decidir qual carreira seguir, não é mesmo? Existe uma diversidade enorme de opções, e entre elas está o curso de agronomia.

Trata-se de um curso bastante popular. E não é a toa que a agronomia se encontra neste patamar. O agronegócio é responsável por parcela considerável do PIB e das exportações de nosso país.

Agronomia representa parcela considerável do PIB nacional

O que é agronomia?

Agronomia é uma ciência que tem como principal objetivo encontrar maneiras de melhorar tanto a qualidade quanto a produtividade de plantações, produtos industriais e rebanhos. Dessa forma, ela auxilia o mundo da agropecuária das mais diversas formas, sendo indispensável para quem busca o sucesso no mundo agro.

Contexto histórico da agronomia

Para compreender sobre o que é agronomia, nada melhor do que começar entendendo um pouco sobre o contexto histórico dessa ciência tão importante.

Inicialmente os seres humanos se caracterizavam como nômades, ou seja, não possuíam uma residência fixa, se assim podemos dizer. Com isso, eles acabavam se locomovendo para qualquer local onde houvesse alimento. Com isso, não desenvolviam nenhuma técnica de cultivo de alimentos, tanto para animais como para frutas, legumes e vegetais.

Com o passar do tempo, o homem evoluiu, desenvolvendo alguns métodos de cultivo. Assim, ele parou de ir atrás do alimento, passando a produzi-los em um local fixo. Para muitos especialistas, este pode ser considerado o início da agronomia.

É verdade que durante o período as técnicas ainda eram extremamente rudimentares quando comparamos com o panorama atual. Entretanto, é nossa obrigação dizer que este passo inicial foi importantíssimo para o desenvolvimento dessa ciência.

A agronomia e o engenheiro agrônomo

A agronomia tem passado por uma super valorização nos últimos anos. Assim, muitas pessoas possuem o sonho de se tornarem um engenheiro agrônomo.

E para isso, é necessário possuir um perfil específico. O indivíduo interessado no curso deve possuir bastante contato com plantas e animais, já que eles serão bastante recorrentes em seu dia a dia.

Além disso, o profissional da área precisa conseguir resolver problemas de forma veloz e eficaz, além de se adaptar a diversas situações.

Por fim, devemos dizer que, como engenheiro, é necessário saber interpretar uma série de dados e estatísticas sobre o seu negócio, conhecer tudo sobre cálculos e sempre ficar atento às novas tecnologias do mercado.

Agronomia representa parcela considerável do PIB nacional

Faculdade de agronomia

Geralmente, caso não haja nenhum imprevisto, a faculdade de agronomia possui duração de 5 anos. Como em qualquer curso, no início as matérias são mais básicas.

Entretanto, com o passar do tempo as coisas vão se complicando. Assim, é comum que o estudante encontre matérias mais específicas e, consequentemente, que apresentam um maior grau de dificuldade.

Mas você deve estar se perguntando: Caso eu decida me tornar um engenheiro agrícola, quais matérias vou enfrentar no decorrer do curso?

É por isso que nós separamos uma listinha com as principais matérias de agronomia. São elas:

  • Fisiologia Vegetal e Animal;
  • Genética e Melhoramento;
  • Construções Rurais;
  • Topografia e Cartografia;
  • Manejo e Conservação do Solo e da Água;
  • Agrometeorologia e Climatologia;
  • Ecologia Vegetal;
  • Máquinas, Mecanização Agrícola e Logística;
  • Georreferenciamento e Geoprocessamento;
  • Hidráulica, Hidrologia e Manejo de Bacias Hidrográficas;
  • Zootecnia e Fitotecnia;
  • Produção e Sanidade Vegetal e Animal;
  • Economia e Administração Rural;
  • Extensão e Sociologia Rural;
  • Pesquisa Mercadológica e Agronegócio;
  • Paisagismo;
  • Biotecnologia;
  • Tecnologia de Produtos Vegetais e Animais;
  • Manejo e Produção Florestal;
  • Política e Desenvolvimento Rural;
  • Matemática;
  • Física;
  • Química;
  • Ética e Meio Ambiente;
  • Ergonomia e Segurança do Trabalho;
  • Relações Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS).

Ainda é interessante ressaltar que para se formar o aluno precisa, obrigatoriamente, realizar um estágio e o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

O que faz um engenheiro agrônomo?

Você já entendeu como é a faculdade de agronomia. Agora iremos explicar o que faz um engenheiro agrônomo formado, após 5 anos suados de estudo.

E para isso, separamos algumas das principais áreas nas quais o profissional pode atuar, explicando cada uma delas. Portanto, trate de acompanhar com muita atenção.

  • Ensino – O engenheiro agrônomo também pode seguir carreira como professor. Assim, ele pode dar aulas em escolas profissionais ou até mesmo nas universidades. Entretanto, caso opte por exercer a função acadêmica, é necessária a realização de uma pós graduação;
  • Indústria e venda de alimentos- O profissional, nessa área, vai supervisionar a industrialização e comercialização de produtos alimentícios de origem animal ou vegetal;
  • Manejo ambiental- Aqui, o engenheiro irá atuar em atividades de preservação ambiental, como descarte de resíduos, sistemas de esgoto, recuperação de solo, por exemplo;
  • Solos- Nessa área, o engenheiro agrônomo fica responsável por manter o solo fértil, dizendo o que deve e não dever ser feito e fazendo o controle das propriedades do solo;
  • Produção agroindustrial- O objetivo aqui é gerenciar a parte de industrialização dos produtos. Além de controlar a qualidade, o profissional ainda pesquisa novas tecnologias para usar em sua empresa;
  • Engenharia rural/Engenharia agrícola- Trata-se de uma área voltada para as obras nas propriedades agropecuárias. O profissional vai projetar melhorias na infraestrutura da propriedade. Ele fica encarregado do sistema de irrigação e armazenagem, por exemplo.

Quanto ganha um agrônomo?

A grande verdade é que muito difícil estabelecer precisamente qual é o salário do engenheiro agrônomo. Ele pode variar bastante, de acordo com a área de atuação do profissional. E como vimos, elas não são poucas. Portanto, pode haver uma diferença considerável entre uma e outra.

Mas o importante é saber que com uma formação de qualidade e muita força de vontade você pode se tornar um agrônomo de muito sucesso.

Agronomia

Como já dissemos anteriormente, a agronomia vem em uma crescente constante nos últimos anos. Ela corresponde a metade da receita de exportações do Brasil.

Entretanto, por estar em evidência, acaba sendo uma área com muita concorrência. Assim, é necessário se diferenciar dos demais profissionais para conseguir o seu espaço.

Nosso país vem cada vez se destacando no cenário internacional. Isso se deve ao seu tamanho extenso, sustentabilidade e enorme diversidade de produtos.

Assim, a agronomia se mostra uma área de sucesso e perspectiva para inúmeras pessoas. Agora você já conhece um pouco mais sobre esta ciência tão importante e que movimenta o nosso país.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo