Alpinia é planta com diferentes e vantajosas propriedades medicinais

Inicio » Meio Ambiente » Alpinia é planta com diferentes e vantajosas propriedades medicinais
13/10/2019 Por
Alpinia é planta com diferentes e vantajosas propriedades medicinais

Alpínia é planta conhecida pelo perfume e beleza rara

A alpinia é uma planta nativa da Indonésia, e pode ser considerada como uma prima do gengibre. Seu nome foi dado em homenagem ao botânico italiano, Prosper Alpino. Um profissional de suma importância para a Europa, pois ajudou a introduzir o café e a banana no continente.

A alpinia é utilizada tanto na ornamentação – devido a sua beleza – como para a saúde, graças as propriedades medicinais que possui.

alpiniaO que é alpinia?

A alpinia se desenvolve bem em regiões tropicais e uma curiosidade a seu respeito é que existem cerca de 400 espécies. Dentre as suas variedades se destacam nomes como Alpinia purpurata, Alpinia conchigera, Alpinia galanga, Alpinia officinarium e Alpinia zerumbet.

A flor alpinia pode ser branca com brácteas vermelhas, brancas ou rosas. As brácteas são as estruturas foliáceas que são associadas as partes da planta onde fica a flor.

As folhas desta planta são um atrativo a parte devido ao aspecto espesso e a coloração verde. Além disso, apresentam a morfologia semelhante a uma lança e bordas onduladas e seu tamanho é imponente, com cerca de 15 a 30 cm de comprimento e 8 a 15 cm de altura.

As plantas são parecidas como os gengibres, portanto preferem solos ricos em matéria orgânica e bem irrigados. Seu cultivo deve ser realizado em locais onde há presença de luz solar e de pouca sombra. Além disso, elas não se adaptam bem em regiões frias.

alpinia

Como plantar alpinia?

O primeiro passo para o seu plantio é obter a muda de alpinia. Em seguida, é hora de escolher o melhor ambiente para a planta, sendo que o indicado é que ela fique a meia-sombra. O ideal é cultivá-la em temperatura ambiente, sob umidade variando entre 60 e 80%.

A muda da planta deve ser cultivada em solos ricos em compostos orgânicos e irrigados. Para a correta irrigação do solo, a sugestão é utilizar o método por gotejamento, aspersão, infiltração ou micro-aspersão. É recomendado que a colheita da planta seja preferencialmente durante o dia. Além de fazer o plantio por meio das mudas, também é possível propagá-las pelo seu rizoma.

O rizoma se refere ao caule que pode crescer tanto por cima como por baixo da terra. Para propagar as plantas pelos rizomas, o indicado é escolher os mais pesados, com mais de três anos. Aqui, primeiramente, deve ser feita a lavagem e retirar a parte necrosada, aplicação de produtos para controle de fungos e insetos. O seu plantio pode ser realizado diretamente no solo.

Quais são as propriedades e usos da planta?

A planta alpinia se destaca por apresentar propriedades medicinais, como por exemplo, são anti-inflamatórias, antibacterianas e antissépticas. Além disso, elas ainda destacam as seguintes vantagens:

  1. Diminuem dores e espasmos do abdômen;
  2. Auxiliam no tratamento de problemas relacionas à anemia;
  3. Amenizam as dores das inflamações, como as sentidas nos dentes;
  4. Atuam na melhora do processo digestivo;
  5. Ajuda na liberação da menstruação, quando há problemas neste sentido.

Além dessas propriedades, a alpinia auxilia também a regular a produção de secreções.

alpinia

Algumas curiosidades sobre a planta

Uma curiosidade sobre a alpinia é que ela se propagou pelo mundo na década de 1920, graças a seu perfume e uso na ornamentação.

Outra curiosidade é que ela é muito importante para o Havaí, onde é conhecida como flor de corte. Inclusive, a Ilha de Samoa, localizada no estado, considera a planta como um símbolo local.

Pouco se sabe quanto a chegada da alpinia no Brasil. Porém, acredita-se que ela veio parar no país, porque foi importada pelo Jardim Botânico do Rio de Janeiro (RJ).

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo