Alporquia tem forte influência na produtividade do plantio

Inicio » Agricultura » Alporquia tem forte influência na produtividade do plantio
12/02/2019 Por
Alporquia tem forte influência na produtividade do plantio

Como a alporquia influencia no setor da agricultura

Há diversas estratégias já reconhecidas para aumento de produção e frutos. A alporquia é um dos procedimentos vistos como uma oportunidade de melhoria e contribuição para maiores cultivos.

Por estimular o crescimento de uma nova vegetação, a alporquia é um método utilizado e reconhecido por muitos agricultores. É importante para terras onde são feitas constantes cultivos e para garantir o alto cultivo de produções futuras.

A magnólia também pode usufruir da alporquia.

O que é alporquia?

Alporquia – ou alporque – é uma técnica utilizada para a multiplicação de plantas. Visto como um método de reprodução assexuada, auxilia no estímulo e desenvolvimento de raízes. O processo de alporquia é realizado pela mão de obra dos próprios agricultores. Após a retirada de uma pequena parte do galho da planta que se deseja reproduzir, é necessária uma injeção de seiva e hormônios vegetais para a formação de novas raízes.

Normalmente são utilizados sacos ou sacolas plásticas para cobrir a área mexida até que esteja pronta para a plantação final. Deve-se acompanhar diariamente para que as raízes cresçam de maneira saudável e mantendo sua produção natural.

Algumas plantas que podem se beneficiar com a técnica da alporquia são:

  • Jabuticabeira;
  • Azaléia;
  • Cerejeira;
  • Pitangueira;
  • Laranjeira;
  • Pinheiros;
  • Macieira;
  • Magnólia;
  • Roseiras.

A alporquia de jabuticaba, por exemplo, deve ser realizada entre o início do período de primavera até o verão. Entretanto, é uma plantação demorada para chegar a fase final; o crescimento da jabuticabeira dura, normalmente, de um a dois anos, enquanto outros duram poucos meses. Dessa forma, não segue um padrão de plantação. A alporquia de jabuticaba pode enraizar ou não.

Como fazer a alporquia

Para realizar a alporquia, é necessário o uso de galhos adultos de até três centímetros de largura. Com a ajuda de canivetes ou facas afiadas, deve-se fazer a retirada, de ponta a ponta, de até cinco centímetros da parte do galho escolhida para aplicação de substâncias que favorecerão para o futuro crescimento.

Por isso, a parte cortada do galho deve ser protegida com esterco ou materiais que conservem a água – como esterco – encontrados em lojas próprias para agricultura e floristas. Cubra com um plástico toda a parte retirada e mantida com os materiais; assim, o local cortado se manterá enraizado como previsto.

A alporquia pode ser de grande auxílio à jabuticabeira.

Alguns agricultores optam pelo uso da técnica de alporquia com garrafa pet. Utilizada para substituir sacolas ou plásticos, a garrafa pet encobre todo o galho escolhido para reprodução até o final do processo do enraizador.

O enraizador é uma substância produzida na própria planta. Entretanto, é comum o uso de enraizadores modificados para acelerar o desenvolvimento das raízes.

Passado os meses necessários para cada espécie de planta escolhida, é importante que a nova muda seja mantida em um local adequado à sua momentânea sensibilidade. Dessa forma, é essencial mantê-la longe de sol forte, com as necessárias quantidades de água ao dia até que se torne uma planta resistente.

Por fim, a alporquia tem o grande intuito, junto ao agricultor, de elaborar multiplicações vegetativas para melhor reprodução de espécies e vegetação local. Os trabalhadores que optarem pela técnica devem estar atentos aos cuidados necessários para sustentabilidade da planta e sua duração.

Agro20 | Portal Vida No Campo