Conheça a Amazônia legal e sua grande importância para o país

Inicio » Meio Ambiente » Conheça a Amazônia legal e sua grande importância para o país
11/09/2019 Por
Conheça a Amazônia legal e sua grande importância para o país

Amazônia legal abrange mais da metade do território brasileiro nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste

Amazônia legal é um projeto pouco conhecido do grande público, mas que teve um papel decisivo no desenvolvimento de boa parte do território brasileiro.

No entanto, o progresso trouxe graves consequências ao meio ambiente, que mesmo mais de 50 anos depois ainda sente esses problemas. Continue lendo para saber mais sobre a Amazônia legal.

Amazônia legal

O que é Amazônia legal?

Amazônia legal é um conceito elaborado em 1953, com o objetivo de planejar e promover a região. Basicamente, trata-se de uma área de proteção que abrange um conjunto de estados e que ocupa a maior parte do território nacional.

Qual é o objetivo da Amazônia legal?

O grande objetivo desse projeto na época de sua criação era criar condições para que o governo pudesse trabalhar no planejamento do desenvolvimento de toda aquela região do país.

Afinal, as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste ainda estavam anos atrás dos principais centros do país, como Rio de Janeiro e São Paulo.

Para garantir que o planejamento fosse executado, o governo da época criou órgãos como a Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia.

Esse órgão, até hoje, é responsável por coordenar as ações de outros órgãos federais em todo o território que forma a Amazônia legal.

Estados da Amazônia legal

A Amazônia legal é formada por 9 estados:

  • Amazonas;
  • Acre;
  • Roraima;
  • Rondônia;
  • Amapá;
  • Pará;
  • Maranhão;
  • Tocantins;
  • Mato Grosso.

Amazônia legal

Isso significa que quase 60% de todo o território nacional faz parte da Amazônia legal, numa área de 5 milhões de quilômetros quadrados.

No entanto, ao longo dos anos, os limites dessa área de proteção foram alterados diversas vezes. Essas mudanças foram motivadas principalmente por alterações na divisão política do país que ocorreram nesse período.

O que são as unidades de conservação?

Por definição, as unidades de conservação são áreas criadas pelo Poder Público federal ou estadual.

Essas áreas têm como principal finalidade tornar viável tanto a conservação dos recursos naturais de uma região, quanto a exploração de parte desses recursos para o desenvolvimento regional.

Na Amazônia legal brasileira, atualmente, existem unidades de conservação tanto de responsabilidade da federação quanto do governo estadual.

Afinal, as unidades de conservação que se encontram dentro da Amazônia legal estão presentes em mais de 330 municípios.

Existem basicamente 4 áreas protegidas que ficam sob supervisão das unidades de conservação:

  • Terras indígenas;
  • Unidades de proteção estaduais;
  • Unidades de proteção federais;
  • Amazônia.

Amazônia legal

Qual a diferença entre Amazônia continental e Amazônia legal?

A Amazônia legal diz respeito apenas ao território brasileiro e os estados onde ela está localizada.

No entanto, a Amazônia continental, ou pan-amazônia, é muito mais abrangente, formada por outros países da América do Sul, como:

  • Bolívia;
  • Peru;
  • Venezuela;
  • Equador;
  • Colômbia.

Mesmo assim, diante de várias tentativas de controle do desmatamento, a Amazônia sofre com a exploração predatória há décadas.

Segundo estudos realizados pelo INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), somente entre 2017 e 2018 o desmatamento na Amazônia legal atingiu uma área de mais de 7.000 km² de extensão. Por isso, a expectativa é de que esse número continue aumentando em 2019.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo