Ave-do-paraíso é ave encantadora com belo ritual de acasalamento

Inicio » Meio Ambiente » Ave-do-paraíso é ave encantadora com belo ritual de acasalamento
04/10/2020 Por
Ave-do-paraíso é ave encantadora com belo ritual de acasalamento

No momento, existem 43 espécies de ave-do-paraíso registradas no mundo. Ave difícil de avaliar a quantidade exata de seu número e alguns de seus comportamentos, a ave-do-paraíso tem temperamento arredio, avesso à socialização, preferindo pousar em regiões ermas, como montanhas, e faz questão do convívio com outras aves somente quando deseja acasalar.

Sem dúvida, a plumagem desse tipo de pássaro é um de seus destaques, mas outra característica tão ou mais marcante da ave-do-paraíso, macho, é a dança exótica que realiza para tentar seduzir a fêmea. Esse ritual requer do pássaro muito preparo e persistência, além de cuidados redobrados para não ser vítima de ataques de seus predadores.

Ave-do-paraíso

O que é ave-do-paraíso?

Ave-do-paraíso é uma ave da família Paradisaeidae, difícil de ser avistada, catalogada e estudada, principalmente em relação aos seus comportamentos, isto porque prefere habitar regiões ermas, como as montanhosas, porque tem comportamento pouco sociável.

Não chega a ser agressiva, até pelo seu porte ser pequeno, mas gosta de ficar sozinha e se dispõe ao convício social somente quando deseja se acasalar.

Além de erma, a ave-do-paraíso prefere regiões tropicais. Um dos locais em que mais se encontra espécies dessa ave é na Nova Guiné. É uma ilha extremamente montanhosa e com clima tropical em suas praias.

Algumas espécies da ave-do-paraíso podem ser encontradas na Austrália. As espécies chegaram no país por meio do comércio de animais, peles e objetos exóticos.

No entanto, é na Nova Guiné que se encontra a maior variedade de espécies e espécies únicas, pelo fato da ilha contar com características climáticas únicas.

Como informado, as praias têm clima tropical, no entanto, as regiões mais elevadas da ilha são frias, proporcionando ambiente muito particular e diverso.

A ave-do-paraíso durante séculos fascina a humanidade com a beleza rara de sua plumagem e de suas características aparentemente únicas em comparação com outras aves. Ela foi avistada pela primeira vez na Europa, no século XVI, em viagem de exploração de Fernão de Magalhães.

Características físicas da ave-do-paraíso

Os tons da ave-do-paraíso variam conforme a região geográfica em que habitam. No entanto, as cores mais comuns são amarelo, azul, verde ou escarlate.

Independente da cor, esteja certo de uma coisa: sua plumagem tem cores vibrantes, brilhantes, que encantam pela beleza e pela capacidade de destaque. Por isso é chamada de ave-do-paraíso, pois sua beleza é incomparável.

Contudo, há uma diferença nesse aspecto entre macho e fêmea.

O macho apresenta penas mais alongadas e vibrantes, penas conhecidas como serpentinas. O macho, além das flâmulas, conta também com plumas bem marcantes no peito e na cabeça.

Por isso, acaba se destacando mais do que as fêmeas, que têm cores vibrantes, mas não essa qualidade e abundância de penas tão chamativas.

No entanto, há uma explicação evolutiva sobre o porquê dos machos contarem com plumagem mais vistosa: como precisam atrair a atenção das fêmeas para concretizar o ritual de acasalamento, os pássaros com plumagem mais vistosa acabaram obtendo melhor sorte para reproduzirem antes de perecerem pelas mãos de seus predadores ou pela simples passagem do tempo.

O porte dessa ave é pequeno, variando de 15 a 60 cm e com cauda longa.

Ave-do-paraíso

Alimentação da ave-do-paraíso

O principal alimento de uma ave-do-paraíso são frutas e bagas. Contudo, na falta da alimentação ideal, não faz cerimônia para recorrer a outro tipo de dieta. Em casos de aperto, acaba caçando pequenos insetos, como aranhas.

Apesar de seu porte pequeno, uma ave-do-paraíso pode ingerir muito mais comida do que o necessário para manter-se nutrida.

Isso ocorre pelo fato de demorar muitas horas para conseguir encontrar a alimentação que deseja. Quando a encontra, e em farta quantidade, prefere consumir tudo o que pode para garantir que fique nutrida pelo máximo de tempo possível.

Hábitos da ave-do-paraíso

Não gosta de ficar em bando ou em regiões habitadas por outros seres. Apesar disso, alguns pesquisadores acreditam que tem gênio divertido, pois costumam fazer acrobacias como, por exemplo, ficar de cabeça para baixo ou balançar em uma perna.

Como são difíceis de serem observadas devido ao comportamento antissocial, entender qual seria a utilidade desse comportamento para o seu dia a dia torna-se mais complicado.

Isso leva algumas pessoas a palpitarem que as acrobacias se tratam apenas de matreirice da ave. Contudo, se esse lado “travesso” chama a atenção, certamente acaba ficando suplantado ao ritual de acasalamento.

O macho, para tentar conquistar a fêmea, precisa dançar na sua frente. Para isso, faz preparativos, como limpar o local em que fará a dança, deixá-lo com a grama a mostra, além de uma camada de folhas.

Essa dança é feita de modo a exibir o máximo possível à bela plumagem do pássaro e esse ritual pode durar horas.

Ave-do-paraíso

Predadores da ave-do-paraíso

Os maiores predadores da ave-do-paraíso são o homem e as aves maiores.

Os homens, por motivos de caça. A bela plumagem do pássaro certamente é um belo atrativo para colecionadores e vale pequenas fortunas.

Já as aves maiores veem na ave-do-paraíso uma presa fácil devido ao seu porte pequeno. Além disso, a sua plumagem chamativa acaba facilitando o trabalho de identificá-la, mesmo a longas distâncias.

O momento mais vulnerável da ave-do-paraíso é no ritual de acasalamento. Como precisa ficar, às vezes, longas horas dançando na frente de seu interesse romântico, fica exposta e desatenta.

Passeriformes

A ave-do-paraíso é classificada como passeriforme, classe que compreende a maior quantidade de ordens de pássaros da natureza, incluindo quase 6 mil espécies, número que representa mais da metade das aves existentes.

Tamanha escala proporciona enorme diversidade biológica, morfológica, ecológica e comportamental de espécies.

Aves-do-paraíso

Dentro da espécie ave-do-paraíso, existem vários pássaros. Abaixo, listamos algumas das aves-do-paraíso mais famosas.

Paradisaea rudolphi

É a espécie de ave-do-paraíso considerada a mais bela, por isso, cada vez mais rara de se encontrar, pois é alvo constante dos caçadores que trabalham com tráfico ilegal de animais.

A plumagem do macho é de violeta azul. A fêmea tem coloração castanha clara. Mede aproximadamente 30 cm.

O ritual de acasalamento dessa ave é diferente das suas irmãs. Fica pendurada de cabeça para baixo e faz movimentos incríveis com o rabo enquanto canta para seu interesse romântico.

Parotia sefilata

Tem tamanho médio. Mede 33 cm.

Sua plumagem é negra com faixa horizontal amarela sob a boca. Seus olhos são azuis e, na dança do acasalamento, costuma abrir bem as pernas, formando uma espécie de saia com suas penas, ficando muito parecida com uma bailarina ao dançar.

As fêmeas dessa espécie de ave-do-paraíso não têm adornos e suas plumagens são na cor marrom.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo