Aves de rapina, predadoras e carnívoras, têm características em comum

Inicio » Meio Ambiente » Aves de rapina, predadoras e carnívoras, têm características em comum
07/10/2020 Por
Aves de rapina, predadoras e carnívoras, têm características em comum

O significado de aves de rapina está vinculado ao ato que elas realizam de capturar suas presas. Existe uma grande diversidade de aves de rapina. Esses animais possuem hábitos alimentares carnívoros e são grandes predadores dos ares. Também são conhecidas por aves rapinantes.

São animais exuberantes, com uma beleza peculiar. Assim, as aves de rapina costumam ser ágeis e ter uma visão muito boa para identificar suas presas. Assim como outras aves, alguns destes animais são comuns no território brasileiro.

Aves de rapina

O que são aves de rapina?

Aves de rapina são aves predadoras que capturam as suas presas com agilidade e destreza. Dentro do grupo de quais são as aves de rapina, existem diversos tipos de aves de rapina conhecidos.

As características comuns a esses pássaros são a agilidade, garras afiadas e visão aguçada. Suas presas podem ser pequenos animais mamíferos, peixes, anfíbios e até mesmo outras aves.

São classificadas como aves de rapina as espécies das ordens:

  • Accipitridae: engloba as águias, gaviões, abutres;
  • Cathartidae: engloba condores, urubus;
  • Falconiformes: engloba cerca de 250 espécies de falcões;
  • Pandionidae: engloba aves pescadoras;
  • Strigidae: engloba algumas espécies de corujas de hábitos noturnos, as strigiformes;
  • Tytonidae: engloba as espécies de corujas de grande porte.

Características das aves de rapina

Todos esses animais constituem a classe das aves de rapina. Por este motivo, existem inúmeras espécies de aves de rapina em todo o mundo e também no Brasil.

Dessa forma, algumas curiosidades a respeito desses animais é a capacidade de identificar as suas presas mesmo a 3 km de distância, calculando com precisão o momento exato de capturá-las.

Essas espécies possuem olhos voltados para frente, tendo uma visão muito mais precisa com noções de dimensões e profundidade. O animal com a melhor visão do mundo é a águia.

Os bicos destas espécies são quase sempre curvos e afiados, possuindo grande força em suas mandíbulas. Assim, eles utilizam para despedaçar as suas presas com a ajuda de suas garras afiadas.

Quanto maior o tamanho dos bicos, maior a presa que estes animais são capazes de capturar. Os voos são ágeis devido à sua anatomia, mas algumas características podem variar de espécie para espécie.

Entre as maiores aves de rapina, no Brasil temos o Gavião Real, também conhecido como Harpia.

Entre as maiores aves de rapina do mundo está o Condor Andino, que pode pesar até 15 kg e possuir até 3 metros de envergadura. Além disso, outra espécie com a mesma envergadura é o Condor da Califórnia.

Vamos conhecer mais sobre os principais  exemplares de espécies de aves de rapina do Brasil.

Falcão

O falcão é o nome dado a diversas aves do grupo dos falconiformes. São as menores aves de rapina do mundo. Possuem até 60 centímetros de comprimento e alguns podem ter a apenas 15 centímetros. Do mesmo modo, não ultrapassam os 2 kg, sendo animais bastante leves.

São especializados em voos com velocidade com suas asas finas e grande aerodinâmica, reduzindo a resistência do ar. Outrossim, seu habitat inclui montanhas e desertos, ambientes com vegetações mais rasteiras e lugares abertos.

Aves de rapina

Gavião

Os gaviões também são aves falconiformes como os falcões. Existem diferentes tipos conhecidos de gaviões, os quais se diferenciam por hábitos, estratégias de voo e caça. Podem ser planadores, milanos, açores ou tartaranhões.

Os gaviões que vivem em áreas de florestas e bosques são os açores, estes possuem pescoços mais curtos e caudas mais compridas que facilitam a sua locomoção entre árvores.

Já os tartaranhões vivem em áreas alagadas, sobrevoando em baixas altitudes e caçando pequenos animais de biomas como o pantanal e o mangue.

O gavião carcará é um dos mais conhecidos representantes dos gaviões. Além disso, apesar de seu porte médio, são exímios caçadores.

Águia

Estas são representantes dos accipitriformes. São aves carnívoras, caçadoras, de grande porte. Suas presas incluem coelhos, esquilos, cobras, peixes e até outras aves de menor porte.

Na América Latina, uma das principais representantes das águias pode pesar até 8 kg e possuir um metro de envergadura.

Capazes de atingir velocidades superiores a 100 km por hora, esses animais podem viver até 50 anos. Além disso, eles são utilizados em diferentes culturas como símbolos por serem imponentes, fortes e muito astutos, além de predadores.

A águia também é representante dos pandionídeos, sendo excelente pescadora.

Corujas

Existem corujas de diferentes tamanhos. Assim, existem dois grupos para diferenciar os strigidaes, cujo termo engloba algumas espécies de corujas pequenas, e os tytonidae, cujo termo engloba as espécies de corujas de grande porte.

As representantes das corujas brasileiras mais conhecidas são as corujas-buraqueiras que medem cerca de 60 centímetros.

A coruja de igreja é uma espécie urbana que é conhecida por ser vista em cima de prédios altos. A coruja mais bela considerada é a de nome científico Tytos alba, com coloração branca e dourado. Dessa forma, são de porte grande e caçam animais maiores.

As corujas pequenas podem ter colorações de mimetismo para se defender de predadores. Nas culturas antigas e até mesmo nos dias de hoje, esses animais representam sabedoria e mistério.

Aves de rapina

Urubu

O urubu de cabeça preta é um representante da ordem cathartiformes. Estes animais costumam ter as cabeças livres de penas. Além disso, se alimentam de pequenos animais roedores e são conhecidos por comer carne de animais mortos já em decomposição. São comparados aos abutres, porém, são animais diferentes.

Esse animais têm uma grande capacidade de voo, atingindo as maiores alturas entre as espécies de aves. São aves diurnas e fazem ninhos longe da presença de movimento de outras espécies animais, e até mesmo competindo com outras aves de grande porte.

Assim, o comportamento necrófago desses animais é, com certeza, a sua característica mais marcante, e também de grande importância para os ecossistemas.

Condor

O condor é o nome dado a apenas duas espécies representantes da ordem cathartiformes. Assim, possui um colar branco no pescoço, podendo ser facilmente identificado.

O Condor da Califórnia e o Condor dos Andes são as espécies conhecidas, e são os maiores entre as aves de rapina. Além disso, são como os urubus, que se alimentam de restos de animais mortos e frutas podres. A cabeça também é livre de penas e possui coloração preta.

Essas aves de rapina são belíssimas e, além disso, são muito importantes na cadeia alimentar.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo