Bayer é gigante do mercado do agronegócio e dos defensivos agrícolas

Inicio » Agronegócio » Bayer é gigante do mercado do agronegócio e dos defensivos agrícolas
09/08/2019 Por
Bayer é gigante do mercado do agronegócio e dos defensivos agrícolas

Bayer tem mais de 150 anos de atuação e o famoso slogan “Se é Bayer, é bom”

Bayer é uma empresa alemã especializada nos setores químico e farmacêutico. A empresa foi fundada em Wuppertal, localizada no estado mais populoso da Alemanha, chamado de Renânia do Norte-Vestfália.

A fundação da companhia se deu através de uma parceria entre Friedrich Bayer e Johann Weskott, no longínquo ano de 1863. Em 2013, a empresa Bayer completou cento e cinquenta anos de existência.

Bayer

Grupo Bayer

Bayer é uma firma alemã de atuação globalizada no que tange ao ramo do agronegócio e da saúde. A princípio, segundo os registros do Annual Report 2013, a companhia é responsável por gerar 113.200 empregos.

Empresa Bayer durante a Segunda Guerra

Durante a década de trinta, a companhia estava entre os membros da mais poderosa corporação da Alemanha, conhecida como IG Farben. Fazendo companhia no pódio, estavam outras empresas alemãs dos setores químicos e farmacêuticos, como as renomadas BASF e Hoechst AG.

De fato, a Bayer teve um papel ativo durante os eventos da década seguinte. Estima-se que quatrocentos mil marcos teriam sido doados à campanha que alavancou Adolf Hitler ao posto de chanceler. A quantia foi obtida através de investimentos em tecnologias estratégicas e contrapartidas de apoio à expansão.

Além disso, a companhia ficou encarregada da produção do combustível de alta performance utilizado pelas Forças Armadas. Outros produtos Bayer também foram desenvolvidos, tais como o óleo combustível, a borracha sintética e até mesmo o gás utilizado durante a Segunda Guerra.

História da Bayer

A empresa Bayer foi fundada no longínquo ano de 1863, com surgimento inicial voltado à fabricação de corantes. O primeiro e mais popular produto Bayer na área farmacêutica foi a aspirina.

Anos mais tarde, em 1898, a Bayer registrou o nome “heroína” para a droga e comercializou o produto como um supressor da tosse. À época, era comum vender diacetilmorfina na farmácia. Além disso, vale ressaltar que a droga foi considerada uma substituta não viciante para a morfina até o ano de 1910.

A Bayer também introduziu o fenobarbital prontosil, o primeiro antibiótico amplamente utilizado. De fato, o medicamento foi ganhador do Prêmio Nobel de Medicina em 1939. A companhia também distribuiu drospirenona, as pílulas anticoncepcionais que revolucionaram a história.

Como citado, no ano de 1925 a companhia Bayer foi uma das seis empresas químicas a se unirem para formar a IG Farben, isto é, a maior das empresas químicas e farmacêuticas do mundo. Contudo, a fusão seria confiscada após a Segunda Guerra Mundial.

Desse modo, IG Farben foi dividida em suas seis empresas constituintes no ano de 1951. Em seguida, passou por uma segunda divisão, dessa vez em três partes reputadas: BASF, Bayer e Hoechst.

Sem dúvida, a Bayer desempenhou um papel fundamental no Wirtschaftswunder na Alemanha Ocidental do pós-guerra. Sua recuperação foi rápida e logo a empresa retomava seu posto entre as maiores corporações químicas e farmacêuticas do mundo.

Bayer

Bayer no Brasil

Em contrapartida, ao que se refere ao Brasil, a companhia soma atualmente cento e dezoito anos de existência. A Bayer Brasil iniciou sua trajetória no século retrasado, especificamente no ano de 1896. A instalação em território brasileiro ocorreu a partir da iniciativa de dois consultores técnicos da companhia.

Os profissionais desembarcaram na cidade do Rio de Janeiro com uma missão em mãos: promover o levantamento das possibilidades comerciais do Brasil – à época, uma recém república.

O levantamento agradou os olhos e preencheu os requisitos da empresa. Afinal de contas, no mesmo ano de 1896, a primeira representante brasileira dos produtos Bayer foi estabelecida.

Atualmente, a companhia conta com cerca de quatro mil e quinhentos colaboradores distribuídos por todo Brasil.  No ranking do grupo Bayer, a representante brasileira se encontra entre as cinco maiores operações no mundo. Além disso, estão localizadas na cidade paulista duas das mais importantes fábricas Bayer. É também em São Paulo que está sua sede, especificamente no bairro Socorro, na Zona Sul.

Aquisições  da empresa

No ano de 2006, a empresa adquiriu a marca Schering. Já em 2014, foi feita a aquisição dos negócios de consumo da Merck & Co., com marcas como Claritin, Coppertone e Dr. Scholl’s.

No mês de setembro de 2016, a empresa fechou a aquisição da marca Monsanto, conhecida empresa multinacional líder em produção de culturas geneticamente modificadas. A compra foi realizada pelo valor de US$ 66 bilhões.

A fusão Bayer e Monsanto

A fusão com a marca Monsanto foi aprovada, contudo, sofreu restrições. As autoridades regulatórias da Comissão Europeia e da China recomendaram a venda de alguns ativos da multinacional alemã. A companhia, por sua vez, acatou a condição.

Isto é, a empresa alemã vendeu sua divisão de sementes à conhecida empresa Basf pelo valor de € 5,9 bilhões. Exceto pela África do Sul e Índia, a multinacional repassou seu negócio global de sementes de algodão. Além disso, foram também repassadas as unidades de sementes de soja e canola da Europa e dos Estados Unidos.

Bayer

Agricultura Bayer

No Brasil, as principais atividades da divisão agrícola da Bayer estão concentradas em defensivos, tecnologia e sementes. Os defensivos agrícolas, por sua vez, sobretudo os fungicidas de soja, são considerados o carro-chefe da divisão. Afinal de contas, eles correspondem a estimadamente 50% do faturamento da unidade.

Contudo, devido ao nível elevado de estoque nos centros brasileiros de distribuição, uma queda de vendas ocorreu em 2018. Mas a companhia já tem planos para impulsionar novamente o crescimento.

Agora, a multinacional não limita suas apostas somente às condições de negócios. A empresa está focada na promoção de novidades e inovações, investindo 10% do faturamento global em Pesquisa e Desenvolvimento.

Segundo o presidente brasileiro do grupo Bayer, até 2050 haverá mais de nove bilhões de pessoas no mundo todo. Para que a crescente demanda alimentícia seja suprida, é imprescindível que haja cada vez mais inovação no campo. Afinal de contas, há limitações nas terras aráveis.

Desse modo, o objetivo maior da divisão agrícola da empresa Bayer é auxiliar o agricultor. Para terminar, o CEO afirma que o auxílio é um promotor para a maior produtividade – sem, para tanto, deixar de lado o respeito pelo meio ambiente, assunto com o qual a empresa se preocupa bastante.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo