Biocombustíveis e importância deles para o meio ambiente

Inicio » Meio Ambiente » Biocombustíveis e importância deles para o meio ambiente
11/03/2019 Por
Biocombustíveis e importância deles para o meio ambiente

Os biocombustíveis são um recurso sustentável e não agridem a natureza

O tipo de material do qual é feito o biocombustível pode ser descrito como um tipo de energia sustentável no mercado dos dias de hoje.

Os biocombustíveis são de origens naturais e biológicas. Dessa forma, permitem que o seu uso seja feito sem que isso implique em  impactos negativos para a atmosfera.

Safra de soja para produção de biocombustíveis

O que são biocombustíveis?

Como o nome já sugere, o biocombustível é um tipo de combustível produzido a partir de elementos naturais. Para a geração de energia deste produto, é feito a queima de biomassa. As biomassas mais conhecidas do mercado são biodiesel e etanol (combustíveis para automóveis), biogás e óleo vegetal. Para que estes materiais sejam criados e gerem energia, é necessário o uso de materiais orgânicos.

Além de sua fabricação não agredir o meio ambiente, também são renováveis, ou seja, sua fonte não é esgotável. Dessa forma, se diferencia dos combustíveis comuns como o petróleo, que é feito a partir de fósseis e um fonte de alto risco de esgotamento eterno.

Biocombustível no Brasil

No cenário brasileiro, o uso das biomassas ainda é não tão comum como em alguns países da Europa. Entretanto, a produção teve crescimento significativo. O uso da cana-de-açúcar como matéria prima é muito comum nas regiões do Norte e Sul do país.

Outros produtos produzidos com abundância utilizados neste ramo são a soja e o milho. Os dois produtos são os mais utilizados para gerar o etanol. Uma curiosidade é o fato de os Estados Unidos importarem safras de milho brasileiro para produção de biomassa.

Nos últimos anos, a produção de etanol no país passou dos 21,5 milhões de barris anuais. O valor aproximado para abastecer o mercado nacional e internacional é de 3,50 bilhões de litros. Por este motivo, o Brasil é referência na produção, apesar de seu uso não ser tão comum.

Além de gerar muitos empregos e fortalecer a economia do país, este dado possibilita um balanceamento no ecossistema. E consequentemente, um ar mais limpo de poluentes fósseis.

Entre as vantagens dos biocombustíveis está o fato de que eles são muito econômicos. São os mais baratos do mercado pela facilidade que sua produção requer. No setor de sustentabilidade, é importante ressaltar o fato de ser um grande auxiliar na redução de poluentes e melhorar o quadro do efeito estufa.

Estes combustíveis são comumente utilizados por agricultores e possibilitam o fim da dependência de combustíveis fósseis. Outro fator a ser ressaltado é o fato de que este combustível é renovável, portanto, não há crises em função da sua escassez – como é o caso do petróleo, por exemplo.

Produção agrícola para biocombustíveis

Tipos de biocombustíveis

Existem diversos tipos de biocombustíveis utilizados no Brasil. Cada um deles é formado por determinados produtos – naturais – que formam as biomassas. Os vegetais mais utilizado para este tipo de combustível são as plantas que possuem óleos, como o girassol por exemplo.

Os dois mais populares tipos são o etanol e o biodiesel. A grande diferença entre os dois é a potência que a cada um oferece. Enquanto o etanol está voltado para um grupo de motores mais leves, o biodiesel é utilizado para os de grande porte, incluindo caminhões, por exemplo.

Em suma, os biocombustíveis são um grande exemplo de uma melhor opção que pode ser feita no dia a dia. Além de contribuir com a sustentabilidade do planeta.

Agro20 | Portal Vida No Campo