C. Vale: da compra e venda de grãos à expansão internacional

Inicio » Agronegócio » C. Vale: da compra e venda de grãos à expansão internacional
14/08/2019 Por
C. Vale: da compra e venda de grãos à expansão internacional

Mais que fertilidade e rendimento na terra roxa, a C. Vale investe nas melhores técnicas para suas culturas renderem sustentabilidade

Um dos grandes motivos para tanto sucesso é que a C. Vale investe sempre na valorização das suas áreas de fertilidade do solo. Toda a equipe é capacitada nos mais altos padrões e leva seu know-how a todas as regiões do Brasil, com produtividade e qualidade dos produtos.

Visando maior rentabilidade aos associados, informações e muita pesquisa também fazem toda a diferença nos setores de atuação da C. Vale. Afinal, tudo é baseado nas melhorias de produção e qualidade dos insumos agrícolas que agregam mais valor no mercado.

C. Vale

O que é C. Vale?

C. Vale é uma cooperativa nacional de ação industrial, especializada no financiamento de produção agrícola, garantindo crédito a pequenos produtores. A empresa é referência na comercialização de peças, insumos e acessórios, além de revendas de máquinas agrícolas.

Para assegurar melhores preços aos seus associados, ela ainda diversifica as atividades com a soja, comercializando o produto por todo o Brasil. Além do mais, ela tem uma rede de supermercados distribuídos por diversos estados brasileiros.

Essa rede abrange atuação nos estados de Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Rio Grande do Sul e até no Paraguai. Sem contar as dezenas de unidades empresariais da C. Vale Cooperativa Agroindustrial, que dispõem de mais de dez mil funcionários e vinte mil associados.

Seu sucesso vem da ampla produção nos setores de:

  • Suínos;
  • Milho;
  • Mandioca;
  • Trigo;
  • Leite;
  • Peixe;
  • Frango;
  • Soja.

Investimentos no negócio

Para prestar os melhores serviços, a C. Vale conta com quase trezentos profissionais para manter uma assistência veterinária e agronômica de alto nível aos seus associados. Dessa forma, ela investe em cooperados sempre atualizados e ligados às técnicas mais modernas, além de apostar em palestras, cursos e treinamentos.

Como destaque na área industrial, a C. Vale produz rações e amido de mandioca. Com isso, a cooperativa apresenta um complexo avícola de respeito, abatendo mais de quinhentas mil aves por dia. Com isso, a empresa garantiu o primeiro sistema, em escala comercial, de aves do Brasil, utilizando automatização para controle ambiental.

Devido à falta de local para armazenamento da produção e escoamento das safras, um seleto grupo de agricultores fundou, em 1963, a Cooperativa Agrícola Mista de Palotina, conhecida como Campal. Embora o início das atividades relacionadas ao trigo tenha acontecido apenas poucos anos depois, em 1970 surgiu o primeiro armazém da empresa.

C. Vale

A estruturação estratégica da C. Vale

Com esse rápido crescimento, a Campal levou sua produção à fase da estruturação física total, ou seja, a construção de unidades adequadas para receber de cereais. Dessa forma, a divisão entre as cooperativas levou a companhia a expandir suas fronteiras e influência no agronegócio mundial.

Assim, a razão social da companhia virou Coopervale, ganhando fôlego para atuar nos estados de Santa Catarina e Mato Grosso. Contudo, ao iniciar os anos 1990, a empresa criou um projeto de modernização relativo a milhares de associados.

A partir de então, a Coopervale passou a executar planos estratégicos para deixar a companhia mais competitiva e agregar mais valor a produtos primários. Sendo assim, ela definiu uma nova etapa para a cooperativa.

O grande passo para essa fase teve início na inauguração da unidade avícola C. Vale. Esse projeto garantiu a cada associado a oportunidade de criar frangos em quantidade industrial. Nesse sentido, um aspecto vital de sua atividade foi a rastreabilidade de toda a cadeia produtiva.

Afinal, uma cooperativa modernizada e que mantém seu sistema informatizado e atualizado garante acesso rápido a procedimentos dentro da produção e de sua matéria-prima. Sendo assim, a meta clara da C. Vale foi a de garantir mais segurança alimentar a quem consome carne de frango.

Do ar para a água

Mesmo após duas décadas produzindo aves para mercados de alto nível no mundo todo, a exigência fez a C. Vale olhar além de tudo. Isso porque a empresa começou a investir numa outra área de alta rentabilidade: a C. Vale Peixes.

Com esse abatedouro, a tradição do seu pioneirismo ficou marcada novamente. Afinal, ele também envolve o uso de novas tecnologias, já marca de progresso da empresa. Sendo assim, entre funcionários e associados, a geração de renda atingiu centenas de indivíduos.

Responsabilidade social

É assim que a C. Vale pensa sobre o futuro: investindo no presente. Dessa forma, ela cria iniciativas para dar continuidade às novas gerações. A C. Vale tem programas que orientam estudantes sobre a filosofia do cooperativismo e benefícios do sistema para comunidades.

Entre milhares de participantes, jovens ainda recebem qualificação para aprimorar atividades e ideias para, no futuro, darem vida aos projetos da empresa. Informação e qualificação são fundamentais para todo o desenvolvimento do projeto.

Sendo assim, a C. Vale aposta nas iniciativas que garantem acesso a tecnologias e crescimento profissional e pessoal de familiares e associados. Para isso, são criados seminários, treinamentos e cursos, como ferramentas para a cooperativa garantir sua responsabilidade social.

Nesses casos, a meta da empresa é industrializar, visando agregar mais valor à sua produção. Ela cria  oportunidades de trabalho para que jovens busquem uma melhor colocação no mercado. Dessa forma, a atuação econômica da cooperativa tem uma função vital de agente social, onde a C. Vale presta assistência às comunidades e regiões onde atua.

C. Vale

Responsabilidade ambiental

Para concluir, sua produção industrial e agrícola é racionalmente pensada para manter recursos naturais ao longo do tempo. Sendo assim, a C. Vale, junto aos associados e a armazenagem entre pequenos agricultores, planeja ações como a recuperação de matas ciliares, plantio de árvores visando a geração de energia renovável e limpa e o recolhimento de embalagens agrotóxicas.

Além do mais, a companhia conta com um programa que conscientiza estudantes sobre a manutenção do meio ambiente. Para isso, as unidades e indústrias de produção da C. Vale apresentam grandes estruturas para tratar dejetos, acompanhados por órgãos ambientais e técnicos.

Nesse ínterim, a C. Vale cuida de um programa para uso racional da água em todas as unidades industriais. Afinal, para ela, a natureza é sempre um compromisso permanente. Com isso, todos saem ganhando!

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo