Caatinga é bioma de destaque na região Nordeste do Brasil

Inicio » Meio Ambiente » Caatinga é bioma de destaque na região Nordeste do Brasil
02/07/2019 Por
Caatinga é bioma de destaque na região Nordeste do Brasil

Caatinga se destaca como bioma brasileiro de características únicas

Caatinga é uma vegetação composta por diversas árvores de porte pequeno, plantas com cactos e arbustos tortuosos. Geralmente, essas plantas presentes neste bioma apresentam muitos espinhos. É um tipo de vegetação do Brasil, que não apresenta surgimento em outros locais. O ecossistema se caracteriza, portanto, depredado como consequência da utilização da lenha para uso combustível, bem como das caças e da seca contínua na área.

A caatinga é um tipo de bioma dos climas semiáridos. Ou seja, clima quente que tem umidade baixa, com quase nenhuma chuva em época de inverno e que tem extensão em muitas áreas do nordeste do Brasil. As partes destes ambientes são: o sul do Maranhão, sul do Piauí, e extensões maiores do Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas. Essa região também tem prolongamento na área sudeste, ao norte de Minas Gerais.

Caatinga

O que é caatinga?

A nomenclatura de “caatinga” quer dizer “mata branca” em tupi. Essa é a cor que predomina na vegetação ao longo do período de seca, em que há a perda das folhas de todas a vegetação da caatinga, diminuindo evaporações e também se perde a água que teve armazenamento pelos galhos.

Determinadas plantas do ecossistema da caatinga apresentam um tipo de película impermeável, responsável pelo controle da perda da água. Dentre as árvores de pequeno porte presentes na região, podemos citar:

Em relação à região do solo pedregoso, portanto, o bioma que é quente e seco, faz a apresentação de arbustos tortuosos, baixos, fazendo com que solo fique descoberto. Em regiões de maiores secas surgem os cactos, portanto, o mandacaru e demais, que servem como alimentação para os bichos, em temporada de seca que se prolonga. Surgem ainda bromeliáceas, como a chamada macambira.

Características da caatinga

Essa área revela muitas especificidades, ainda mais quando relacionado a adaptação do clima da caatinga entre animais e plantas. O bioma é prejudicado pelas extremas secas e prazos em que a estiagem ocorre – são características do clima semiárido. Em razão disso, toda a vegetação necessita de desenvolvimento de mecanismo de sobrevivência, em virtude de água escassa.

Essa fauna da caatinga tem diversificação e marca-se por um clima adaptado, como a migração recorrente em prazos de estio. Essa vegetação é capaz de apresentar determinadas características adaptáveis na seca e diversos vegetais endêmicos. A área conta com 3 estratos. São eles:

  • estrato arbustivo que conta com espécies variantes de dois a cinco metros de altura;
  • estrato arbóreo que conta com espécies variantes de oito a doze metros de altura;
  • estrato herbáceo que conta com espécies menores, com menos de 2m de altura.

Dentre as principais características dessa vegetação estão as árvores baixas, bem como seus troncos tortos com folhas e espinhos. Em relação às folhas que caem, trata-se de um mecanismo para que se evite a a perda da água em excesso, bem como para fazer a redução de acontecimentos fotossintéticos, economizando energias.

O que marca toda a característica dessa vegetação é a raiz das plantas que fazem a cobertura do solo, possibilitando o armazenamento da água em temporadas da chuva.

Determinadas plantas cactáceas também têm característica específica. As folhas dessa planta têm modificação em espinhos para que se evite perder o processo responsável pela transpiração. Estes espinhos se caracterizam como um tipo de mecanismo defensor, para que demais animais não possam se alimentar da planta.

Caatinga

Quais são os animais da caatinga?

Dentre as características da Caatinga, a fauna é cheia de diversidades, mas não é tão famosa. Ela disponibiliza inúmeras espécies de animais que só existem nessa região.

Eles estão disponíveis na área que abrange o bioma, apresentando características adaptáveis ao fator climático, bem como plantas que desenvolvem hábitos noturnos e migrações. De acordo com os dados do Ministério do Meio Ambiente, esse bioma apresenta o quantitativo de:

  • 591 tipos de aves;
  • 178 tipos de mamíferos;
  • 79 tipos de anfíbios;
  • 117 tipos de répteis;
  • 241 tipos de peixes;
  • 221 tipos de abelhas.

Vegetação e clima da caatinga

Esse clima é o tropical semiárido. Tem marca por períodos prolongados de estio. Possui temperatura elevada entre 27º C que podem ter o alcance de níveis maiores, ultrapassando a 32º C. Em relação à vegetação, ela é composta por um tipo árido do solo e escasso. A depender das situações naturais das regiões em que se localizam, há a apresentação de características diferenciadas.

O solo é favorável e semelhante à mata, em que há o encontro de árvores como juazeiros e aroeira. Nas regiões de maior seca, o solo é pedregoso e raso, com plantas e arbustos tortuosos. Existem plantas que apresentam um mecanismo da fisiologia, chamado xeromorfismo.

Essa produtividade corresponde a cera que faz o revestimento de folhas para a perda menor da água ao transpirar. A “árvore da vida”, ou carnaubeira, por exemplo, pode aproveitar tudo em relação a esse processo vital.

Curiosidades sobre a Caatinga

A região da caatinga apresenta uma média de 327 tipos endêmicos de plantas e animais. Isso significa que são espécies que só podem se adaptar a este ambiente, e que não podem ser encontradas em outros lugares; já que o clima e as características deste bioma são os mais adequados para a sua vida.

Caatinga

Há uma média de 50% de toda essa paisagem que teve deterioração pelas ações do homem. A estimativa é que entre 15 a 20% deste bioma caatinga estejam em nível altíssimo de degradação. Os riscos de se tornarem desertos são grandes.

A ave que apresenta um risco maior de extinção no país é a ararinha-azul, que reside na região da Caatinga. Encontrou-se apenas um macho, em toda a natureza, da espécie desse pássaro. Em períodos de seca, as temperaturas do solo deste bioma são capazes de alcançar a até 60º C. Esta é uma temperatura que se aproxima efetivamente das regiões desérticas.

A caatinga era território de cangaceiros que transitavam em fim do séc XIX e início do XX, para realizar o percurso que faziam. Esses homens faziam uso de vestuário de couro, bem como chapéus para a proteção de toda a vegetação espinhosa e o clima específico do bioma.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo