Cacatua é tipo de ave psitaciforme que tem várias espécies

Inicio » Meio Ambiente » Cacatua é tipo de ave psitaciforme que tem várias espécies
21/10/2020 Por
Cacatua é tipo de ave psitaciforme que tem várias espécies

A cacatua é carismática e alegre. Uma ave doméstica que possui destaque entre os amantes desses animais, que consegue envolver as pessoas com sua atividade, vivacidade e beleza. Dessa forma, esse animal possui uma personalidade marcante e costuma se apegar aos donos.

Gosta de brincar e interagir bastante e isso faz com que a cacatua marque presença nos lares, alegrando o ambiente e contagiando com sua beleza única. São animais inconfundíveis, visto que as penas de sua cabeça aparentam um penteado ousado como a própria personalidade.

Cacatua

O que é cacatua?

Cacatua é uma ave psitaciforme, que se assemelha um pouco com a aparência de um papagaio, por causa de seu bico e do formato dos seus pés. Originária da Oceania, existem registros de cerca de vinte espécies desse animal.

As cacatuas são geralmente muito barulhentas e costumam interagir frequentemente com o ambiente em que habitam. Dessa forma, essas aves possuem uma personalidade marcante e são conhecidas por alegrarem o meio em que se encontram.

Outro ponto interessante desses animais é a sua inteligência aguçada e a facilidade de aprendizado para pequenos movimentos. Dessa maneira, as cacatuas aprendem facilmente a abrir gaiolas e a manipular pequenos objetos. Isso deve ser observado de modo a evitar acidentes.

A vida dessas aves pode variar de 30 anos até 75 anos. Assim como os papagaios, elas podem aprender a falar e até mesmo cantar, além de que a crista de penas pode mudar conforme o humor que ela estiver. As penas podem abaixar ou levantar de acordo com o estado emocional.

São normalmente alegres e carismáticas e gostam de brincar com objetos e de quebrar nozes para comer e para diversão. Em contrapartida, quando se sentirem muito tristes e excluídas, costumam agir de forma agressiva destruindo e bagunçando tudo à sua volta.

Para melhor entender o que é cacatua, é preciso conhecer melhor cada uma das suas espécies e também saber mais de suas características.

Características da cacatua

Essa ave possui diferentes características, além de existirem diferentes tipos de cacatua. Assim sendo, esses animais costumam se apresentar na natureza com espécies mais comuns e também espécies mais raras.

O preço da cacatua está diretamente ligado à raridade do tipo em questão. Dessa forma, animais mais comumente encontrados possuem preços mais acessíveis, e animais raros costumam ter preços muito mais agregados.

Os tipos mais comuns de cacatua podem ser:

  • Cacatua galerita, ou cacatua de crista amarela;
  • A Cacatua corella, ou de olhos nus;
  • Cacatua alba, ou branca.

Além desses tipos mais comuns da ave, existem espécies mais raras como a Cacatua Preta, a Cacatua Azul, a Cacatua Citron, a Cacatua Sufurea que também possui crista amarela, a Cacatua Moluca, a Cacatua Inca ou cacatua rosa, e a Cacatua Goffini.

O preço das aves mais comuns devidamente regulamentadas pelo IBAMA variam entre R$ 8 mil até R$ 15 mil. Assim sendo, o preço das aves consideradas raras podem ser bem superiores aos preços das comuns, ultrapassando o valor de R$ 30 mil.

Esses animais costumam ter um bom voo, e em habitat natural podem voar em duplas ou até mesmo em numerosos bandos. Dessa forma, os bandos de cacatuas na natureza podem ser facilmente identificados pelo grande volume de barulho que as aves emitem.

Elas costumam, igualmente aos papagaios, utilizar seus pés para agarrar comida e até mesmo objetos diversos. O formato dos dedos dessas aves faz com que elas possam manipular com habilidade coisas como canetas, isqueiros, chaves, entre outros.

Cacatua

A criação de aves

Para poder compreender como criar cacatua, é preciso compreender o comportamento, a alimentação e a procriação do animal. Primeiramente, as condições básicas precisam ser observadas, como o espaço físico e a estrutura para tal.

É igualmente indispensável para a criação dessas aves que o criador seja um amante de aves, que possua uma família numerosa e que as aves raramente fiquem sozinhas. Isto porque a solidão prolongada pode afetar o emocional das aves que adoram companhia.

Elas gostam de espaço e colocá-las em gaiolas ou viveiros apertados certamente impactará de forma negativa no humor dos bichos. Dessa forma, sempre que possível e com segurança, deixe o animal passear pelo ambiente para que ele possa se divertir e relaxar um pouco.

A alimentação da cacatua é muito similar à dos papagaios. Assim sendo, procure sempre dar uma ração específica que contenha sementes. Essas aves também gostam de nozes e frutas. O acompanhamento de um veterinário é aconselhado.

Devido ao seu habitat natural, as cacatuas gostam de clima quente e úmido. Não é aconselhado expor as suas aves ao vento e, principalmente, em dias quentes e secos, aconselha-se borrifar levemente água nas penas do animal. Com o devido cuidado, claro.

O criador de cacatua precisa também levar em conta que essas aves são ativas e adoram brincar. É importante que o tutor interaja com a ave, a fim de evitar que ela fique triste. No caso de ausência por longos períodos, é aconselhado deixar brinquedos para as cacatuas.

Cacatua

A procriação da cacatua

Normalmente, as cacatuas costumam ter postura de 2 a 5 ovos por vez. A cacatua filhote leva cerca de quatro meses para começar a se alimentar sozinha. Dessa forma, desde o choco até esse período, o filhote precisa de ajuda para se alimentar.

A ave começa a sua reprodução depois de quatro anos de idade. Assim sendo, o animal pode chegar a realizar até quatro posturas anuais. O macho costuma ajudar a fêmea a chocar os ovos e também a alimentar os filhotes até que esses consigam se alimentar sozinhos.

Para procriar sem maiores problemas, é indicado que os casais sejam separados para evitar briga por território. Igualmente, os filhotes precisam ser afastados dos pais para serem amansados, isso com cerca de 15 a 25 dias de vida.

Lembrando que para criar esses animais em cativeiro é necessário obter uma autorização do Órgão Estadual de Meio Ambiente, a fim de evitar maiores problemas.

O uso de chocadeiras é indicado para criações comerciais. Dessa forma, a procriação das aves pode até triplicar a sua quantidade. Os viveiros precisam também de um amplo espaço nestes casos, visto que isso pode impactar no emocional da cacatua.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo