Caipirinha, bebida brasileira, leva cachaça, limão, açúcar e gelo

Inicio » Agronegócio » Caipirinha, bebida brasileira, leva cachaça, limão, açúcar e gelo
14/10/2020 Por
Caipirinha, bebida brasileira, leva cachaça, limão, açúcar e gelo

Caipirinha foi bebida originalmente apreciada pela alta classe brasileira. Embora hoje a caipirinha seja de gosto popular em todo o Brasil, a bebida foi originalmente criada para a alta classe do país, que apreciava o coquetel que mistura ingredientes como cachaça e limão.

Para aprender mais sobre a origem da caipirinha e como prepará-la em casa de modo simples e delicioso, confira nosso artigo!

Caipirinha

O que é caipirinha?

Caipirinha consiste em uma bebida brasileira e alcoólica, também conhecida como um coquetel originado em São Paulo.

A bebida é preparada usando gelo, açúcar, limão e cachaça, sendo estes seus ingredientes característicos. No entanto, existem variações que incluem vodka ao invés de cachaça. Essa variação é chamada de caipiroska, semelhante à caipiríssima, que é preparada usando rum.

Origem da caipirinha

De fato, existem inúmeras versões que tentam remontar a origem da caipirinha.

Dentre os acadêmicos, acredita-se que a bebida foi, em tese, inventada no interior paulista. Não obstante, existem divergências no que diz respeito à motivação de sua origem, bem como a região em específico do Estado paulista em que a caipirinha teria originalmente surgido.

Por exemplo, de acordo com Luís da Câmara Cascudo, historiador, a bebida é uma criação de fazendeiros latifundiários da região de Piracicaba, no estado Paulista.

O historiador aponta que a bebida tipicamente brasileira teria sido inventada durante o século XIX na categoria de um coquetel local destinado a eventos e festas de padrão alto. Sendo assim, um forte reflexo da cultura canavieira vigente na região durante o século.

Em seus primeiros dias, a bebida era vista como uma substituição de qualidade para o vinho e uísque importados. Por isso, localmente, a bebida frequentemente era servida em drinques para a alta sociedade formada por fazendeiros paulistas.

O coquetel também era distribuído em eventos e vendas de gado de enorme notoriedade, o que progrediu sua popularidade.

Caipirinha

Caipirinha para todos os gostos

Embora tenha sido, de acordo com historiadores, voltada para as classes mais altas, a caipirinha não demorou para cair no gosto popular. Afinal de contas, como observado, ela era uma alternativa barata e de boa qualidade para vinhos e uísques importados.

Assim, em obra do preço baixo de seus ingredientes como, por exemplo, o limão e a cachaça, a bebida logo se disseminou por todo o estado. Tornou-se, assim, um símbolo de São Paulo no que se refere às bebidas do século XIX.

Já no início do século seguinte, mais especificamente na década de 30, a caipirinha já estava distribuída por outros estados, em especial o estado de Minas Gerais e no estado do Rio de Janeiro.

Segundo o Instituto Brasileiro da Cachaça, o IBRAC, a versão da história é outra. Ou seja, a caipirinha teria começado em meados do século XX, em 1918, no interior paulista.

Nessa versão, a caipirinha como hoje é conhecida teria sido inventada por meio de uma popular receita que usava como ingredientes mel, alho e limão.

A bebida, antes do divisor de águas, era indicada como remédio para aqueles contaminados com a gripe espanhola.

Na época, era comum adicionar um pouco de álcool em toda a medicação caseira, pois acreditava-se que isso acelerava o efeito terapêutico. Desse modo, a cachaça era sempre acrescentada aos demais ingredientes do até então remédio.

A receita se seguiu assim até que, em certo dia, alguém decidiu retirar o mel e o alho da receita. Em seguida, foram adicionadas no lugar algumas colheres de açúcar de modo a adoçar a bebida. O gelo, por sua vez, foi uma consequência do clima tropical do país, pois mantinha as bebidas geladas.

Difusão da caipirinha no Brasil

Ainda de acordo com o IBRAC, a caipirinha teria se difundido pelo restante do território brasileiro por meio da Semana da Arte Moderna em São Paulo, ocorrida no ano de 1922.

No evento, a iguaria teria sido muito comentada e elogiada entre os artistas presentes. Ao fim do evento, estes mesmos artistas teriam introduzido a caipirinha como símbolo da brasilidade em seus respectivos estados.

Esta versão, muito embora não coincida com a do historiador Luís Cascudo, é condizente com a versão acadêmica no que tange o ponto geográfico e o período de difusão da bebida no restante do território brasileiro. De fato, as versões divergem, em suma, na razão e na data de surgimento da caipirinha.

Existe ainda uma versão que vai de acordo àquela do IBRAC. Essa, em contrapartida, diz que o nome caipirinha foi dado em homenagem a Tarsila do Amaral, pintora natural do interior paulista.

De acordo com essa tese, Tarsila servia caipirinha às pessoas que frequentavam sua casa em Paris, antes mesmo de 1922, durante a Semana da Arte Moderna.

Outras versões citam marinheiros que adicionavam limão às suas doses de cachaça para evitar o escorbuto.

Independente da origem da caipirinha, todos concordam que a bebida é um símbolo brasileiro apreciado em todo o país.

Se você quer saber como fazer caipirinha, confira nossa receita de caipirinha abaixo e aprecie esse drink que é pura brasilidade!

Caipirinha

Receita de caipirinha

Se você adora drinques brasileiros e refrescantes, não perca a oportunidade de aprender como fazer caipirinha de limão.

Como fazer caipirinha?

Para preparar a sua caipirinha, você vai precisar de: uma dose de cachaça, cubos de gelo, rodelas de limão, duas colheres de açúcar e um limão.

Como preparar caipirinha de limão?

Para que o preparo das caipirinhas seja mais fácil, existem kits de caipirinha com todos os itens necessários para fazer essa bebida típica do Brasil. No entanto, você pode prepará-la tranquilamente em casa. Acompanhe:

  1. Em primeiro lugar, reparta um limão em quatro partes;
  2. Em seguida, retire o revestimento branco no interior do limão, para tirar seu amargor;
  3. Use um socador ou qualquer outro instrumento que você tem em casa para amassar o limão no interior do copo;
  4. Na sequência, acrescente cubos de gelo, colheres de açúcar e a quantidade de cachaça desejada;
  5. Transfira tudo para uma coqueteleira ou cubra o copo e agite a mistura por alguns instantes;
  6. Se você preferir uma caipiroska ao invés de caipirinha, basta substituir a cachaça por vodka.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo