Câmara fria e as suas diferentes finalidades na indústria brasileira

Inicio » Agronegócio » Câmara fria e as suas diferentes finalidades na indústria brasileira
19/03/2019 Por
Câmara fria e as suas diferentes finalidades na indústria brasileira

A câmara fria é essencial para a indústria da carne e seu uso requer cuidados

O uso da câmara fria facilitou e vem melhorando a qualidade da carne que é comercializada na indústria, de maneira geral. Tanto no armazenamento como na preservação dos nutrientes.

A câmara fria é indispensável quando pensamos em qualidade na indústria alimentícia. Por isso, é amplamente utilizada em diferentes etapas do processo de produção e armazenamento pecuário.

termostato de câmara fria

O que é câmara fria?

A câmara fria é um equipamento construído para otimizar o processo de armazenamento de alimentos por meio da refrigeração. Esta ferramenta é similar à um frigorífico, contudo, numa proporção consideravelmente maior. A temperatura ambiente de uma câmara fria varia entre 0°C e 18°C, ou até mesmo em temperatura de congelamento – abaixo de 0°C – como forma de manter alimentos conservados por um período maior de tempo.

Um exemplo de câmara fria que provavelmente muitas pessoas já viram é a dos supermercados. Ela é justamente a parte do estabelecimento em que os funcionários devem utilizar roupas específicas para transitar. Por isso, é muito comum observar os funcionários relacionados ao trabalho nas câmaras frias com grandes roupas brancas ou até máscaras – pois isso os ajuda a proteger o rosto e o corpo das temperaturas baixas.

Este tipo de máquina trabalha como uma espécie de estufa, ou seja, não realiza troca de calor com o ambiente. Em sua construção não deve haver meios em que a temperatura exterior entre em contato com a interior, para que não ocorra um  choque térmico e, consequentemente, a perda dos alimentos.

Para o que serve a câmara fria?

A principal finalidade de uma câmara fria de carne é a manutenção de alimentos por um longo período de tempo. Isso deve ser feito para que o processo de degradação do alimento seja retardado. Os alimentos que necessitam desse cuidado são os de caráter perecível, ou seja, estragam com facilidade.

Este cuidado também é importante para que seja feita a manutenção das características do alimento. Empresas que trabalham com a fabricação de gelo, por exemplo,  podem perder seus produtos caso não sejam mantidos com determinada temperatura.

Com o avanço das tecnologias, a função designada às câmaras frias se expandiu, envolvendo as mais diversas logísticas de um cenário dinâmico. Além disso, o uso de softwares com inteligência para controlar a temperatura de acordo com o tipo de alimento armazenado foi determinante para a otimização do armazenamento de diferentes tipos de produto.

Entre os tipos de indústrias que mais procuram câmaras frias, uma pouco conhecida é a de bancos de sangue. Em hospitais e postos de saúde, a necessidade de dispor de sacos de sangue para pacientes é grande. Através de doações, é feito o recolhimento de bolsas. Contudo, o sangue é um produto perecível, e que precisa de resfriamento para manutenção.

Câmara fria

Funcionamento da câmara fria

Para que o equipamento funcione com toda efetividade, é necessário conhecimento total da máquina. Apesar de parecer muito complexo de início, devido às várias funções, é um sistema de fácil entendimento. O básico que se deve ter em mente para manejo com a máquina é o seu processo de refrigeração. É sempre importante que se tenha cuidado para não dispor de trocas térmicas entre a temperatura exterior e interior.

Portanto, é fundamental que se tenha completo conhecimento do funcionamento da máquina para que se possa tirar total proveito de suas funções. Entre os principais componentes do sistema, podemos listar:

  1. Compressor;
  2. Condensador;
  3. Evaporador;
  4. Válvula de expansão;
  5. Ventilador

Diferenças entre os tipos de câmara fria

Há diversos tipos de câmaras frias para segmentos específicos da indústria, envolvendo desde o universo da pecuária até o da medicina. As mais comuns são as de resfriamento e congelamento, conforme exposto a seguir:

  • Câmara fria de resfriamento

Apesar da nomenclatura semelhante, ambos os termos estão associados à diferentes funções. Uma câmara fria industrial de resfriamento, por exemplo, geralmente está encarregada de produtos que necessitam de uma temperatura próxima à 0°C. Este tipo de câmara é similar a uma geladeira, pois sua função é de apenas manter o alimento em um estado pronto para consumo. Entre os principais produtos armazenados neste tipo de câmara, podemos citar bebidas, frutas e verduras, iogurte, alguns tipos de grãos e frios (presunto, queijo etc), entre outros.

  • Câmara fria de congelamento

Por outro lado, a câmara fria de congelamento atinge temperaturas abaixo de 0°C. O objetivo principal é armazenar produtos por longos períodos de tempo. Neste caso, este tipo de câmara se assemelha ao congelador convencional das geladeiras. Um exemplo prático de como elas funcionam pode ser visto na indústria alimentícia. Quando compramos um corte de carne, o armazenamento é feito no congelador e, para que seja possível consumir, passamos a peça para a geladeira – onde ocorre o processo de descongelamento sem deixar que a carne estrague.

Entre os tipos de alimentos que necessitam deste tipo de congelamento, podemos citar sorvete, gelo (para que não mude de forma), polpa de fruta para suco e carnes em geral (tanto branca como vermelha), entre outros.

Quais as vantagens da câmara fria?

Tendo em vista que as câmaras frias foram projetadas para manutenção de produtos, as vantagens estão diretamente ligadas em como elas auxiliam neste processo. Podemos encontrar as câmaras frias em diversos locais. Além dos supermercados, elas também estão presentes em padarias e laboratórios científicos.

No setor dos alimentos, as vantagens estão no fornecimento de um ambiente que mantenha os produtos sadios. Outro ponto está na limpeza e organização que as câmaras frias oferecem ao dispor os produtos, seja em prateleiras ou em grandes compartimentos.

No caso do meio científico, o uso de câmaras de congelamento é o mais frequente. Muitas substâncias necessitam de baixas temperaturas para que sejam preservadas com todas as suas propriedades.

Câmara fria frigorífica

Pelos motivos citados, o uso deste equipamento é um grande aliado do produtor que busca melhorias na forma como armazena e conserva seus produtos. O investimento em uma câmara fria leva ao lucro devido ao custo benefício que carrega agregado.

Em suma, a câmara fria apresenta grande importância em campos bem distintos da sociedade. Dando enfoque ao setor alimentício, o uso do equipamento demonstrou forte avanço ao longo dos anos – garantindo a qualidade dos produtos desde as fases de produção até o consumo final.

Agro20 | Portal Vida No Campo