Decompositores e a função que exercem no ecossistema

Inicio » Meio Ambiente » Decompositores e a função que exercem no ecossistema
21/02/2019 Por
Decompositores e a função que exercem no ecossistema

Decompositores são organismos fundamentais no processo da decomposição

Os agentes decompositores estão presentes na atividade decompositora, na alimentação e como auxiliares para equilíbrio ecológico.

Decompositores são responsáveis pela propagação da matéria orgânica adquirida de um corpo em estado de decomposição.

Queijo em processo de decomposição pelos decompositores

O que são decompositores?

Decompositores são agentes que auxiliam no processo de decomposição ao reciclar a matéria orgânica. Fazem parte dos organismos do grupo de heterotróficos. Os micro-organismos mais comuns do grupo de decompositores são as bactérias, os fungos e os protozoários. Eles possuem atuação ativa na cadeia alimentar em todos os níveis tróficos.

A ação dos decompositores se inicia a partir da morte de um organismo. A partir da proliferação e alimentação dos organismos, a matéria orgânica é absorvida.

A maior parte das espécies de plantas é autossuficiente neste processo. Por outro lado, os seres humanos são completamente dependentes dos decompositores. Este é, portanto, um clássico exemplo de ciclo ambiental.

Quem são os decompositores?

Existem três principais agentes decompositores:

  • Bactérias

As bactérias possuem alta taxa de reprodução e facilidade de adaptação em ambientes. Por este motivo, são os maiores agentes decompositores da natureza. Como forma de realizar o processo, se utilizam da luz do sol e energia morfológica, ou seja, adquiridas de outros organismos.

  • Fungos

Os fungos apresentam uma estrutura morfológica adequada para este tipo de atividade; e estas estruturas são chamadas de hifas fúngicas. Além de serem organismos heterotróficos, são aeróbicos – ou seja, necessitam de oxigênio para realizar o processo.

  • Protozoários

Os protozoários são organismos que necessitam de micróbios para obtenção de energia. Fazem parte do processo de ingestão das partículas orgânicas encontradas em sedimentos em estado de decomposição. São responsáveis por manter equilíbrio no momento da decomposição entre os fungos e as bactérias.

Além destes três micro-organismos, as minhocas também são consideradas importantes decompositoras. Entretanto, elas não são consideradas organismos detritívoros.

Comumente utilizadas para a decomposição do solo pelos agricultores, as minhocas são importantes no processo de adubagem e promovem a recuperação da fertilidade.

Qual a função dos decompositores?

Os decompositores tem o papel primário no sistema de decomposição, pois retiram todos os nutrientes do cadáver e devolvem ao meio ambiente como forma de reutilizá-los. É por meio da atividade destes agente que muitos outros organismos se alimentam e obtêm energia.

Os nutrientes reaproveitados são grande fonte de energia morfológica para que as espécies de micro-organismos continuem se proliferando e mantendo o equilíbrio ecológico.

Uma das maiores vantagens na ação dos decompositores para o meio ambiente é a transformação de matéria orgânica em inorgânica. Esta matéria será utilizada como alimento, tanto para o solo como para os organismos vivos presentes nele. Este processo é chamado de ciclagem de nutrientes.

Bactérias são decompositores

Uma característica negativa sobre os decompositores é a destruição de alimentos e de seres vivos. Apesar de este sistema ser benéfico ao meio ambiente, é precisos utilizar métodos de conservação de alimentos para que processo de decomposição não entre em ação (como a geladeira, por exemplo).

No caso dos seres vivos, os historiadores e cientistas não gostam do fato de os decompositores serem os responsáveis por acabar com os registros históricos. Por isso, muitos dos animais e humanos estudados passaram a ser congelados, evitando o processo de decomposição.

Agro20 | Portal Vida No Campo