Canela ajuda a reduzir o colesterol ruim e emagrecer com saúde

Inicio » Agronegócio » Canela ajuda a reduzir o colesterol ruim e emagrecer com saúde
26/08/2019 Por
Canela ajuda a reduzir o colesterol ruim e emagrecer com saúde

A canela é uma especiaria deliciosa que tem sido valorizada por suas propriedades medicinais ao longo dos anos

A canela possui inúmeros benefícios para a saúde. Ela possui propriedades antioxidantes, antidiabéticas, bactericidas, fungicidas, entre outras. Esse ingrediente é utilizado ao longo da história desde o Egito antigo. Por ser raro e valioso, era considerado um presente digno para os reis.

Na Europa e nos Estados Unidos, a canela já é o segundo tempero mais popular, atrás somente da pimenta do reino. É usada principalmente como um condimento aromático em uma ampla variedade de receitas doces e salgadas, assim como em cereais matinais, salgadinhos, chá e pratos tradicionais.

Canela

O que é canela?

Canela é um tempero obtido a partir da casca interna de diferentes espécies de árvores do gênero Cinnamomum. É nativa do Caribe, América do Sul e do Sudeste Asiático da qual as cascas ou as folhas são usadas para uma variedade de finalidades.

Como a canela é usada?

  • Pó: a forma mais comum para o uso do tempero é em pó. É utilizada para assar bolos, polvilhada com café ou chá e apenas misturada com mel e consumida diretamente;
  • Casca: no entanto, pelo fato da canela em pó envelhecer mais rapidamente, muitas pessoas optam em utilizar a casca de canela inteira. Mais conhecida como “canela em pau”, é muito utilizada para fazer chá de canela. Entretanto, as lascas podem ser moídas para formar o pó;
  • Óleo: o óleo de canela é feito a vapor destilando as folhas da árvore ou da casca de canela. Assim, é muito utilizado no processamento de alimentos, perfumes finos, aromaterapia, medicação (especialmente a medicação asiática) e desinfetantes.

Tipos de canela

Existem centenas de tipos de canela, mas apenas 4 variedades são usadas para fins comerciais. A variedade mais comumente utilizada é a Canela Cássia. A segunda variedade mais popular é a Canela-de-Ceilão, conhecida por aqui como “verdadeira canela”.

Embora sejam relacionadas, essas duas espécies não são obtidas da mesma planta. A Canela-do-Ceilão é mais difícil de ser encontrada nos mercados e seu preço é um pouco mais elevado que a Canela Cássia.

Outras variedades como a Canela de Saigon e a Canela Chinesa representam menos de 10% do consumo mundial.

Culinária brasileira

No Brasil, a canela em pau é bastante usada para aromatizar o arroz-doce, o doce de abóbora, as rabanadas, o pastel de belém, entre outros pratos doces. Para o inverno, é colocada tanto no vinho quente quanto no quentão, assim como em licores e bebidas com chocolate quente.

Já a canela em pó, quando misturada com açúcar, ajuda a polvilhar tortas, bolos, bolinhos de chuva e bolinhos com banana ou maçã. Outras receitas feitas com canela são os churros, o bolo de fubá e os biscoitos de canela.

Comumente utilizada em pratos doces, a canela também é usada para alguns pratos salgados na culinária brasileira. Algumas pessoas utilizam a canela para marinar o frango ou o peru de Natal.

Canela

Benefícios da canela

Adotar o tempero como complemento pode trazer resultados para o nosso bem-estar. Estamos habituados a utilizar a canela como um suplemento para o tratamento de complicações no sistema digestivo, assim como no auxílio de doenças metabólicas, na diabetes, redução de peso, entre outras.

  • Emagrecendo com saúde

Quando se trata de perda de peso, muitos desejam uma solução rápida. Estamos conscientes que o exercício e uma dieta saudável são as nossas melhores apostas.

Uma das tendências de perda de peso é incluir mel e canela em sua dieta diária. As pessoas usam essa combinação de chá, comem diretamente ou usam-na como cobertura para cereais e outros alimentos.

Várias propriedades medicinais estão associadas ao tempero. Pesquisas mostram que ela possui efeitos antimicrobianos, bem como antiparasitários. Também contém antioxidantes, que ajudam na cicatrização de feridas e na diminuição da pressão arterial e do colesterol.

A canela pode ser apropriada para emagrecer, pois amplia os efeitos da insulina, tornando-se vantajosa para o controle dos níveis de açúcar no sangue.

Além disso, impede as enzimas pancreáticas, proporcionando redução do deslocamento da glicose na corrente sanguínea. Assim, possibilita sustentar quantidades de açúcar mais comedidas, além de ajudar a regular o apetite.

  • Diabetes

À medida que não existe tratamento para esta patologia, a canela é um método interessante no controle dos seus sintomas. Ela pode promover a regulação dessa doença de dois modos distintos.

Consegue diminuir a pressão arterial, tendo um resultado seguro em relação ao marcador de sangue de pessoas com diabetes do tipo 2. Além disso, contribui para a diminuição da rejeição do corpo à insulina.

  • Doenças metabólicas

A canela consegue ser eficiente na diminuição de implicações, na morbidez e mortalidade na síndrome metabólica, abrangendo a diminuição da pressão arterial. Da mesma forma, ela é utilizada para inibir o apetite daqueles com dependência de açúcares, em virtude de seu sabor natural adocicado.

Canela

  • Colesterol ruim

O efeito favorável em relação às manifestações do diabetes tipo 2 é devido a uma sucessão de motivos que melhoram a glicose sérica, diminuindo a glicemia e reduzindo também os triglicerídeos, o colesterol LDL, assim como o colesterol total.

A canela desenvolve o colesterol HDL (o “bom”), que contribui na remoção do colesterol LDL (o “ruim”) do corpo. O consumo controlado de canela também auxilia na diminuição dos impactos dos alimentos com grande teor de gordura, reduzindo o açúcar no sangue após a refeição.

Portanto, isso representa que, à medida que esse condimento é incluso em sua dieta, os impactos de eventuais opções de refeição com relevantes quantidades de gordura sejam menos graves à saúde.

  • Alzheimer e Parkinson

Os distúrbios de Alzheimer e Parkinson são condições neurológicas que, nessa altura, são irremediáveis. Uma grande parcela da administração dessas doenças é, consequentemente, no controle dos sintomas. Isso é possível através da inclusão da canela em uma dieta controlada.

Esse alimento contribui para a melhora dos neurônios responsáveis pela função motora nos portadores dessas doenças. Esse reforço auxilia na continuidade dos hábitos regulares com menos obstáculos.

  • Anti-inflamatório

A inflamação pode se tornar um problema quando é crônica e dirigida contra os próprios tecidos do corpo. Desse modo, a canela pode ser útil, pois estudos mostram que esta especiaria e seus antioxidantes têm propriedades anti-inflamatórias potentes.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo